Pontos cantados de Oxalá.

oxala


Hino da Umbanda

Refletiu a luz divina Com todo seu esplendor Vem do reino de Oxalá Onde há paz e amor Luz que refletiu na Terra Luz que refletiu no mar Luz que veio de Aruanda Para tudo iluminar Umbanda é paz e amor Um mundo cheio de luz É força que nos dá vida E a grandeza nos conduz Avante filhos de fé Com a nossa lei não há Levando ao mundo inteiro A bandeira de Oxalá ==============================

Oi Abre a porta ó gente, Que aí vem Jesus; Ele vem cansado, Com o peso da cruz, Vem de porta em porta, Vem de rua em rua, Pra salvar as almas, Sem culpa nenhuma. =============================

-PONTO DE PRECE à JESUS Jesus Cristo é nosso pai, aruê... (bis) É filho da Virgem Maria, aruê... Lá do alto do calvário, aruê... É a estrela que nos guia, aruê. (bis) ==================================

OXALÁ, MEU PAI... TEM PENA DOS FILHOS, TENHA DÓ! QUE A VOLTA DO MUNDO É GRANDE - O PODER DE DEUS AINDA É MAIOR! ================================

Oxalá meu Pai, Venha nos ajudar Venha nos dar as forças meu Pai, Abençoe este conga. ===============================

-OXALÁ MEU PAI Oxalá meu Pai ! Oxalá meu Pai ! Quem é seu filho de fé, Balanceia, mas não cai. (bis) Antes não acreditava, Apanhei pôr ser cabeçudo, Depois que me fiz um santo, Nada falta, tenho tudo. Oxalá meu Pai, Oxalá meu Pai, Quem é seu filho de fé, Balanceia, mas não cai. (bis) Tomei meu banho de ervas, Mandei benzer minha guia, Tomei benção ao Pai da Tribo, Meu Axé vem da Bahia. Oxalá meu Pai, Oxalá meu Pai, Quem é seu filho de fé, Balanceia, mas não cai. (bis) Oxalá nosso Redentor, Desceu para nos salvar, Chegaram os “Caboclos de Aruanda”, Que vieram descarregar. Mais uma pemba, mais uma guia, Meu Pai diga o que é, São todos “Caboclos de Aruanda”, Que vieram salvar filhos de fé. ===================================

PEDIDO DE PROTEÇÃO Quem vem, quem vem de lá de tão longe? São os nossos guias que vem trabalhar. Oh! Dai-me forças pelo Amor de Deus, meu Pai! Oh! Dai-me forças aos trabalhos meus! É a fé que nos guia, É a fé que nos une, Em Jesus e Maria (Bis) ===================================

-PEDIDO DE BÊNÇÃO Uma estrela clareou o céu, Uma estrela clareou o mar, Uma estrela clareou o mundo inteiro, Uma estrela tomou conta do congá. (bis) =====================================

-PEDIDO DE BENÇÃO Bendita e Divina Luz, Bendita e Divina Luz, Leva a bênção de meu Pai, De meu amado Jesus! (bis) =================================

-PEDIDO DE BENÇÃO Espírito Santo, aí vem, Espírito da Santa Luz, Trazendo-nos a benção, A bênção de meu Jesus! (b is) ========================================

HOMENAGEM COM BOUQUET DE FLORES No meio dos Anjos está o Senhor ! Nós lhe ofertamos um bouquet de flor. Um Anjo descendo num raio de luz, Nós Te suplicamos a bênção Jesus! (bis) =====================================

Oxalá meu Pai, Venha nos ajudar Venha nos dar as forças meu Pai, Abençoe este conga. =====================================

No jardim das oliveiras, eu vi, Uma pombinha voar. (bis) Voou, voou... e tornou a voar... A pombinha branquinha era Oxalá ! -NO JARDIM DAS OLIVEIRAS Foi no jardim das oliveiras, Que eu conheci, um jardineiro, Era Jesus Cristo, Nosso Pai verdadeiro. Oxalá é nosso Pai, Criador do mundo inteiro, Protegei a nossa Umbanda, Iluminai nosso Terreiro. ==================================

-VIVA A CRUZ DE CRISTO Viva a cruz de Cristo, Viva Deus, Nosso Senhor. (bis) Nos pés de Oxalá eu peço, Vida e saúde, paz e amor. (bis) ================================

Meu Anjo da Guarda, Mandou me chamar, No Terreiro de Umbanda, Eu vim pra trabalhar. Vim pra trabalhar, No Terreiro de Umbanda, Ora viva São Miguel, E salve Aruanda ==========================================

POMBINHO BRANCO MENSAGEIRO DE OXALÁ! LEVA ESTA MENSAGEM DE TODO CORAÇÃO ATÉ JESUS! DIGA A ELE QUE SOMOS SOLDADOS DE UMBANDA! SARAVÁ NOSSA BANDA! NOSSO PAI É OXALÁ! ELA É UMA POMBINHA BRANCA, MAS NÃO É... ELA É UMA POMBINHA BRANCA! ELA É JESUS! É DE NAZARÉ! ==============================================

PONTOS de BATER CABEÇA (Para filhos de santo e demais médiuns) Vai, vai, vai Aos pés de Nosso Senhor Vai bater cabeça Irmãozinho, firme no Conga Se o Guia ,e São Jorge Veio da Beira do Mar. Vai bater cabeça Irmãozinho, firme no Conga

Abre a porta ô gente Que ai vem Jesus Ele vem cansado Com o peso da cruz Vai de rua em rua Vai de porta em porta Oh Deus da minh’alma Sem culpa nenhuma ------------------------------------

Ai Jesus, Jesus morreu na cruz Ai Jesus, Jesus morreu na cruz Chegou Arariboia, chegou Arariboia Salvar Jesus na cruz ----------------------------------------

É de credo em credo É de credo em cruz Cruzai vossos filhos Em nome de Jesus -------------------------------------

Jesus nosso Redentor Desceu pra nos salvar São todos Caboclos de Aruanda Que vieram descarregar Mais uma pemba Mais uma guia Mamãe diga o que é São todos Caboclos de Aruanda Que vieram salvar os filhos de fé ---------------------------------------------

Vou pedir ao criador Pra meio mundo governar Meio sol e meia lua Meia terra e meio mar ----------------------------------------------

Maior do que Deus, não há Maior do que Deus, ninguém Ora viva Deus, minha gente São tantos os que mandam, Minha gente Maior é Deus ----------------------------------------------

(descarga) Estava dormindo Na porteira do curral Quem tem inimigo não dorme Acorda vai vigiar O Pai Nosso Qualquer um sabe rezar Pai, Filho, Espírito Santo O Santo nome de Jesus ------------------------------------------

Que panorama tão lindo e tão belo Que Zambi nos mandou Nanã Que chova perdão em minha alma Como chove flores neste gongá ----------------------------------------

Estrela do céu Que clareia o dia É dia, é dia Da Virgem Maria Viva Jesus nosso Pai Redentor Que na santa cruz Teu sangue derramou ---------------------------------------

Ai meu São Miguel Arcanjo Com sua espada de aço Vai abrindo todos os caminhos Cortando todos os embaraços --------------------------------------

Foi lá no rio azul Que eu encontrei Uma cobra coral Ô rio, ô rio Oh meu Pai Oxalá Ô rio, ô rio Oh meu Pai Oxalá --------------------------------

Deus salve os nossos guias Pela glória desse dia Eu vim aqui Pedir a Oxalá E a Estrela Guia Que aumente a nossa luz Que nós possamos alcançar As belas vibrações desse gongá ---------------------------------------

O manto de Oxalá que cubra Os filhos desse Jacutá Saúde para todos filhos E a proteção divina Pras babás desse gongá ----------------------------------

Oxalá meu Pai Tem pena de nós, tem dó A volta do mundo é grande Seus poder ainda é maior ----------------------------------

Estrela do céu Que guiou nosso Pai (bis) Guiai esses filhos Caminhos que vai (bis) Estrela do céu Que te disse o Guaiá Povo de Umbanda Que povo será Povo de Umbanda Que está no gongá --------------------------------

Meu Divino Espírito Santo Que venha nos ajudar Traz ordens do Pai eterno Jurema ê Juremá ---------------------------

Oh menino de Deus É de Santo Antônio Em que dia nasceu Dia de Natal -----------------------------

Eu agradeço a Deus E a Virgem Maria A todos os santos E também aos guias



Pontos de abertura e Encerramento das giras.

setebaianas_r5_c3


PONTO DE ABERTURA e FECHAMENTO das GIRAS Vou abrir minha Jurema Vou abrir meu Juremá Vou abrir minha Jurema Vou abrir meu Juremá Com licença de mamãe Iansã E de Nosso Pai Oxalá Com licença de mamãe Iansã E de Nosso Pai Oxalá Já abri minha Jurema Já abri meu Juremá Já abri minha Jurema Já abri meu Juremá Com licença de mamãe Iansã E de Nosso Pai Oxalá Com licença de mamãe Iansã E de Nosso Pai Oxalá ---------------------------------------

Eu abro a nossa gira Com Deus e Nossa Senhora Eu abro a nossa gira Sambolê pemba de angola Eu abro a nossa gira Com Deus e Nossa Senhora Eu abro a nossa gira Sambolê pemba de angola Abriu, abriu, abriu Abriu deixa abrir Com as forças da Jurema Jurema Juremá ==============================

Vamos abrir a nossa gira Com licença de Oxalá Vamos abrir a nossa gira Com licença de Oxalá Salve Xangô Salve Iemanjá Mamãe Oxum, Nanã Buroquê Salve Cosme e Damião Oxóssi, Ogum Oxumaré Salve Cosme e Damião Oxóssi, Ogum Oxumaré ===============================

Eu fecho a nossa gira Com Deus e Nossa Senhora Eu fecho a nossa gira Sambolê pemba de angola Eu fecho a nossa gira Com Deus e Nossa Senhora Eu fecho a nossa gira Sambolê pemba de angola Fechou, fechou, fechou Fechou deixa fechar Com as forças da Jurema Jurema Juremá ==============================

Vamos fechar a nossa gira Com licença de Oxalá Vamos fechar a nossa gira Com licença de Oxalá Salve Xangô Salve Iemanjá Mamãe Oxum, Nanã Buroquê Salve Cosme e Damião Oxóssi, Ogum Oxumaré Salve Cosme e Damião Oxóssi, Ogum Oxumaré ===============================

Estrela da Guia Que guiou nossos pais Guiai nossos filhos Pros caminhos que eles vais. ==========================

PONTO DE SAUDAÇÃO à OXALÁ Meu Pai Oxalá É o Rei, venha me valer Meu Pai Oxalá É o Rei, venha me valer O velho Omulu Atotô Baluaê Atotô Baluaê Atotô Baluaê Atotô Baba Atotô Baluaê Atotô é orixá ===========================

Oxalá meu pai Tem pena de nós, tem dó Se as voltas no mundo é grande Seus poderes são maior Oxalá meu pai Tem pena de nós, tem dó Se as voltas no mundo é grande Seus poderes são maior O malei malei O malei malá O malei malei Salve as forças de Oxalá ! =======================================

Pontos de Iansã Minha Santa Bárbara Virgem da coroa Pelo amor de Deus Santa Bárbara Não me deixe a toa Minha Santa Bárbara Virgem da coroa A Coroa é dela Xangô É da pedra de ouro. =================================

Iansã tem um leque de penas Pra abanar em dia de calor Iansã tem um leque de penas Pra abanar em dia de calor Iansã mora nas pedreiras Eu quero ver meu pai Xangô Iansã mora nas pedreiras Eu quero ver meu pai Xangô =====================================

PONTOS DE IEMANJÁ e das SEREIAS DO MAR Eram duas ventarolas Duas ventarolas que sopravam sobre o mar Eram duas ventarolas Duas ventarolas que sopravam sobre o mar Uma era Iansã, Ieparrê A outra era Iemanjá, adoceáh Uma era Iansã, Ieparrê A outra era Iemanjá, adoceáh =====================

Eu vou jogar Vou jogar flores no mar Eu vou jogar ! Uma promessa eu fiz Para Deusa do mar O meu pedido atendeu Eu prometi vou pagar Eu vou jogar Vou jogar flores no mar Eu vou jogar ! ===================================

ê Iemanjá ê Iemanjá Rainha das ondas, sereias do mar Rainha das ondas, sereias do mar Como é lindo o canto de Iemanjá Faz até o pescador chorar Quem ouvir a mãe d'água cantar Vai com ela pro fundo do mar Iemanjá ! Iemanjá é Rainha das ondas, sereias do mar Rainha das ondas, sereias do mar =============================

O Janaina Princesa d'água Solte os cabelos Janaina E caia n'água ==============================

Janaina eehh Janaina eaahh Que vive na terra Que vive na lua Que vive na água Que vive no mar Me livre dos inimigos Me livre das aflições Me livre dos perigos Me livre das tentações Janaina eeh Janaina eah ========================

O sereia o sereia vosso filho tá chamando sereia você tem que ajudar sereia PONTOS DA MAMÃE OXUM O viva Oxum Iansã e Nanã Mamãe Sereia Viemos saudar Oi me leva Pras ondas grandes Eu quero ver as sereias cantar Eu quero ver os caboclinhos na areia Oi como brincam com Iemanjá Aruê, ê, ê, êeee Aruê Mamãe é dona do mar Aruê, ê, ê, êeee Aruê Mamãe é dona do mar ========================

Eu vi a mamãe Oxum Sentada na cachoeira Colhendo os lírios, lírios ê Colhendo os lírios, lírios Ah Colhendo lírios pra enfeitar nosso congar Colhendo os lírios, lírios ê Colhendo os lírios, lírios Ah Colhendo lírios pra enfeitar nosso congar

PONTOS DE XANGÔ Pedra rolou pra Xangô Lá nas pedreiras Afirma o ponto meu pai Na cachoeira Pedra rolou pra Xangô Lá nas pedreiras Afirma o ponto meu pai Na cachoeira Tenho meu corpo fechado Xangô é meu protetor Afirma o ponto meu pai Pai de cabeça é Xangô Tenho meu corpo fechado Xangô é meu protetor Afirma o ponto meu pai Pai de cabeça chegou =====================

Quem rola as pedras na pedreira é Xangô Quem rola as pedras na pedreira é Xangô Giro na coroa de Zambi Giro na coroa de Zambi Giro na coroa de Zambi é Xangô Giro na coroa de Zambi Girooo Giro mas saravá meu pai Xangô Quem é quem vence as demandas ? Quem é o dono das Pedras ? é Xangô ======================================

Lá em cima daquelas pedreiras Tem um livro que é de Xangô Lá em cima daquelas pedreiras Tem um livro que é de Xangô Kaô, Kaô, Kaô cabeciem ==========================

Xangô morreu de velho Na pedra ele escreveu - Justiça meu Pai , Justiça ! Ganhou quem mereceu - Justiça meu Pai , Justiça ! Ganhou quem mereceu =============================

Xangô meu pai deixa está pedreira aí Xangô meu pai deixa está pedreira aí que umbanda tá lhe chamando deixa está pedreira aí que a umbanda tá lhe chamando deixa está pedreira aí ===================================

O Gino olha sua banda O Gino olha o seu conga a onde o rochinol cantava a onde Xangô morava ele é filho da cobra coral ele é filho da cobra coral ele é filho da cobra coral Kâo

PONTOS de OGUM Seu Ogum Beira Mar O que trouxes do mar ? Seu Ogum Beira Mar O que trouxes do mar ? Quando ele vem Beirando a areia Vem trazendo no braço direito O rosário de Mamãe Sereia Quando ele vem Beirando a areia Vem trazendo no braço direito O rosário de Mamãe Sereia ==============================

Ogum em seu cavalo corre E a sua espada reluz Ogum em seu cavalo corre E a sua espada reluz Ogum, Ogum Megê Sua bandeira cobre os filhos de Jesus Ogunhê ==============================

Se meu pai é Ogum Vencedor de demanda Ele vem de Aruanda Pra salvar filhos de umbanda Ogum, Ogum, Ogum Iara Ogum, Ogum, Ogum Iara Salve os campos de batalha Salve as sereias do mar Ogum, Ogum Iara Ogum, Ogum Iara ================================

Ogum venceu demanda Nos campos do Humaitá Ogum venceu demanda Nos campos do Humaitá Cruzou sua espada na areia Lavou seu escudo no mar Cruzou sua espada na areia Lavou seu escudo no mar =============================

Em seu cavalo branco ele vem montado Calçando botas ele, vem armado O vinde , vinde , vinde Nosso Salvador O vinde , vinde , vinde São Jorge defensor =============================

Ogum não devia beber Ogum não devia fumar A fumaça é as nuvens que passam E a cerveja é a espuma do mar A fumaça é as nuvens que passam E a cerveja é a espuma do mar ===============================

Cavaleiro na porta bateu Eu passei a mão na pemba para ver quem era... Cavaleiro na porta bateu Eu passei a mão na pemba para ver quem era... Era São Jorge guerreiro, minha gente ! Cavaleiro na força e na fé Era São Jorge guerreiro, minha gente ! Cavaleiro na força e na fé ===============================

Eu venho de Alta cidade Venho saudar a aldeia de umbanda Estou saudando São Jorge Guerreiro Com licença de Ogum da Ronda ================================

Ogum de Ronda Salve Ogum de Ronda Salve Ogum de Ronda que acaba de chegar Ogum de Ronda Ele é guerreiro Chegou nesse terreiro Pro seus filhos ajudar Ogum de Ronda Em seu cavalo branco Corre em todas as campinas Do nosso pai Oxalá Ogum de Ronda Salve Ogum de Ronda Salve Ogum de Ronda que acaba de chegar =================================

Que cavaleiro é aquele Que vem cavalgando pelo céu azul É seu Ogum Rompe Mato Ele é defensor do cruzeiro do Sul E a e E e aaaa E e e seu Ventania Pisa na Umbanda E a e E e aaaa E e e seu Ogum Pisa na Umbanda Olha que barco bonito Que vem navegando em pleno mar É seu Ogum Sete Ondas Que vem ao encontro De Ogum Beira Mar ================================

Ogum de Lei Não me deixes sofrer tanto assim Meu pai Ogum de Lei Não me deixes sofrer tanto assim Meu pai Quando eu morrer Vou passar em Aruanda Saravá Ogum Saravá Seu Sete Ondas Quando eu morrer Vou passar em Aruanda Saravá Ogum Saravá Seu Sete Ondas

PONTOS de OXÓSSI e dos CABOCLOS Dentro da mata virgem Uma linda cabocla eu vi Com seu saiote Feito de penas É a Jurema filha de Tupi Com seu saiote Feito de penas É a Jurema filha de Tupi Jurema. Jurema , Jurema Linda cabocla, filha de Tupi Ela vem, lá da Juremá Vem firmar seu ponto Nesse congar Ela vem, lá da Juremá Vem firmar seu ponto Nesse congar ==========================

Caboclinha da Jurema Onde é que você vai ? Vou pra casa de Odé, no terreiro de meu Pai De Aruanda êee De Aruanda aah De Aruanda êee caboclinha de pemba De Aruanda aah ===============================

Caboclo roxo Da pele morena É Seu Oxóssi Caçador lá da Jurema Ele jurou e tornou a jurar E ouviu os conselhos Que a Jurema vai lhe dar ==========================

Quem manda na mata é Oxóssi Oxóssi é caçador Oxóssi é caçador Eu vi meu pai assobiar Eu já mandei chamar Eu vi meu pai assobiar Eu já mandei chamar É de Aruanda êeee É de Aruanda aaaa Seu Pena Branca é Aruanda É de Aruanda aaaa ===========================

Não chores não caboclinho Pra que chorar A casa é sua caboclinho Prá trabalhar Oi olhe agora E venha receber Ogum de Ronda Meu Pai Baluaê ==============================

Curimbembê, Curimbembá Sete Flechas um grande orixá Com sete dias de nascido A Jurema o encontrou Deitado na folha seca O caboclo ela criou Curimbembê, Curimbembá Sete Flechas um grande orixá Nasceu na mata de Oxóssi Na aldeia de Juremá O caboclo Sete Flechas Iluminado por Oxalá =====================

Oxóssi êeee Oxóssi aaaaa Oxóssi é marambolê, marambolá Quem é aquele que vem lá de Aruanda Montado em seu cavalo Com seu chapéu de banda Ele é Oxóssi de Aruanda eeeeee Ele é Oxóssi de Aruanda aaaaa ===============================

Caboclo venceu demanda Para o povo de Umbanda Na ponta da sua flecha Quando veio de Aruanda Venceu... Caboclo venceu... No fundo da mata virgem Oxalá gritou - Esse filho é meu !!! Esse filho é meu !!! ===============================

Onde está a Jurema? A Jurema a onde está ? Tá procurando os capangueiros Que ainda estão na Juremá Quem mandou chamar Em nome do Pai Oxalá? Foi seu Oxóssi caçador Que já baixou nesse congar Salve todo o povo da Jurema Salve sua luz Seu jacutá Levando a todos lares e seus filhos Trazendo paz e amor Na fé de Oxalá =========================

Oxalá chamou ! Oxalá chamou e já mandou buscar Os caboclos da Jurema Pro seu Juremá Pai Oxalá É o rei do mundo inteiro Já deu ordens pra Jurema Chamar seus capangueiros Mandai, Mandai Minha cabocla Jurema Os seus guerreiros Essa é a ordem suprema !! ===============================

Ogan segura o toque Com Deus e a Virgem Maria Ogan segura o toque Com Deus e a Virgem Maria Por Oxalá Meu Pai Saravá Seu Ventania Por Oxalá Meu Pai Saravá Seu Ventania ===============================

Um grito na mata ecoou Foi seu pena branca que chegou Com sua flecha Com seu cocar Seu Pena Branca vem nos ajudar Com sua flecha Com seu cocar Seu Pena Branca vem nos ajudar =================================

Saravá seu Pena Branca Saravá seu apache Pega flecha e seu bodoque Pra defender filhos de fé Ele vem de Aruanda Trabalhar neste casuá Saravá Seu Pena Branca No terreiro de Oxalá Sua flecha vai certeira Vai pegar no feiticeiro Que fez juras e mandingas Para o filho do terreiro Pega o arco , atira a flecha Que esse bicho é caçador Além de ser castigo Ele é merecedor ===============================

Ele atirou Ele atirou e ninguém viu Só seu Flecheiro é que sabe A onde a flecha caiu Ele atirou! =================================

Tupinambá é canga na batalha Tupinambá ee Tupinambá Tupinambá guerreiro de Oxóssi Tupinambá ee Tupinambá Tupinambá vem defender seus filhos Tupinambá ee Tupinambá Só não apanha Folha da Jurema Sem ordem suprema Do Pai Oxalá Só não apanha Folha da Jurema Sem ordem suprema Do Pai Oxalá ==============================

Tava na beira do rio Sem poder atravessar eu chamei pelos caboclos Caboclo Tupinambá eu chamei pelos caboclos Caboclo Tupinambá Tupinambá chamei Chamei tornei chamar eaahhh Tupinambá chamei Chamei tornei chamar eaahhh ==============================

Ele é caboclo ele é Flexeiro tumba la catunga e matador de feiticeiro tumba la catunga ele vai firma seu ponto ele já firmo é na Angola oi tumba la catunga

PONTOS dos PRETOS-VELHOS Pai João cadê vó Maria ? Foi no mato apanhar guiné Pai José cadê vó Luzia ? Foi no mato apanhar guiné Diga a ela quando vier Que suba as escadas E não bata o pé Diga a ela quando vier Que suba as escadas E não bata o pé ===============================

Nessa casa tem quatro cantos Cada canto tem um santo Pai e filho, Espirito Santo Nessa casa tem 4 cantos Zum zum zum Olha só Jesus quem é Eu rezo para santas almas Inimigo cai Eu fico de pé ============================

O preto por ser preto Não merece ingratidão O preto fica branco Na outra encarnação No tempo da escravidão Como o senhor me batia Eu chamava por Nossa Senhora, Meu Deus! Como as pancadas doíam ================================

Vovó não quer Casca de coco no terreiro Vovó não quer Casca de coco no terreiro Pra não lembrar dos tempos do cativeiro Pra não lembrar dos tempos do cativeiro Carpiste Angola Eu to carpinando e tá crescendo Olha que Tô carpinando e tá crescendo Tô carpinando e tá crescendo =================================

Cambina mamanhê Cambina Mamãe-nhã Oi segura a Campina que eu quero ver Filhos de Umbanda não tem querer Segura a Campina que eu quero ver Filhos de Umbanda não tem querer O Povo de Cambina oi quando vem pra trabalhar O Povo de Cambina oi quando vem pra trabalhar Todo o povo vem por terra Campinar vem pelo mar Todo o povo vem por terra Campinar vem pelo mar =================================

Rei Congo, Rei Congo Cadê preto-velho ? Foi trabalhar na linha de Congo É Congo, é Congo, é Congo é de Congo, é de Congo aruêe É Congo, é Congo, é Congo Agora que eu quero ver... ============================

Tira o cipó do caminho, oi criança Deixa a vovó atravessar Tira o cipó do caminho, oi criança Deixa a vovó atravessar Eles vem chegando São os preto velhos que vem trabalhar Eles vem chegando São os preto velhos que vem trabalhar

PONTOS DE COSME E DAMIÃO (Linha das Crianças) Cosme e Damião, Damião cadê Doun ? Doun foi passear lá no cavalo de Ogum Cosme e Damião, Damião cadê Doun ? Doun foi passear lá no cavalo de Ogum Dois dois sereias do mar Dois dois mamãe Iemanjá Dois dois sereias do mar Dois dois mamãe Iemanjá ======================

Cosme e Damião O que é que eu vou comer ? - Peixe da maré - Com azeite de dendê ! =====================

Fui no jardim colher as rosas A vovózinha deu-me a rosa mais formosa Fui no jardim colher as rosas A vovózinha deu-me a rosa mais formosa Cosme e Damião, ÔOOOh Doun Crispim , Crispiniano São os filhos de Ogum Cosme e Damião, ÔOOOh Doun Crispim , Crispiniano São os filhos de Ogum =====================================

Mariazinha da beira da praia Como é que sacode a saia ? É assim, assim, assim Assim que sacode a saia É assim, assim, assim Assim que sacode a saia Juquinha da beira da praia Como é se que abana o boné ? É assim, assim, assim Assim que se abana o boné É assim, assim, assim Assim que se abana o boné ================================

Bahia é terra de dois Terra de 2 irmãos Governador da Bahia É Cosme e São Damião Bahia é terra de dois Terra de 2 irmãos Governador da Bahia É Cosme e São Damião

PONTOS dos BAIANOS É lamp, é lamp, é lamp É Lamp, é Lampião O seu nome é Virgulino Apelido é Lampião Lampião tava dormindo acordou todo assustado deu um tiro na barata Pensando que era soldado ===============================

Baiano é um povo bom Povo trabalhador Baiano é um povo bom Povo trabalhador Quem mexe com baiano Mexe com Nosso Senhor Quem mexe com baiano Mexe com Nosso Senhor ==============================

Quem nunca viu, vem ver Caldeirão sem fundo ferver Quem nunca viu, vem ver Caldeirão sem fundo, ferver ==============================

Bahia ô África Venha nos ajudar Bahia ô África Venha nos ajudar Povo baiano, povo africano Povo baiano, vem cá vem cá ===============================

Baiana faz e não manda Não tem medo de demanda Baiana faz e não manda Não tem medo de demanda Baiana feiticeira Filha de Nagô Trabalha com pó de pemba Pra ajudar Babalaô Baiana sim Baiana vem Quebra a mandinga com dendê Baiana sim Baiana vem Quebra a mandinga com dendê ================================

Quem tem baiano Agora que eu quero ver Firma seu ponto Com azeite de dendê Eu quero ver a baianada de Aruanda Trabalhando na Umbanda Pra quimbanda não vencer Eu quero ver a baianada de Aruanda Trabalhando na Umbanda Pra quimbanda não vencer ================================

Um baiano um coco Dois baiano dois coco Três baiano três coco Quatro baiano uma cocada Cinco baiano uma baianada Cinco baiano uma baianada Fui fazer uma caçada Essa foi pequenininha Com um facão de sete palmos Fora o cabo e a bainha Uma cesta de ovo e setecentas galinhas !! E o tricô ? De cima da linha E o tricô ? De cima da linha =================================

Eu to chamando To chamando, to chamando To cansado de chamar To chamando To chamando To cansado de chamar Cadê meu irmão Que não vem brincar mais eu ? Cadê meu irmão Que não vem brincar mais eu ? ===============================

Baiano bom Baiano bom Baiano bom é o que sabe trabalhar Baiano bom Baiano bom Baiano bom é o que sabe trabalhar Baiano bom É o que sobe no coqueiro Tira o coco, bebe a água e deixa o coco no lugar Baiano bom É o que sobe no coqueiro Tira o coco, bebe a água e deixa o coco no lugar ==============================

Na Bahia tem Já mandei buscar Lampião de vidro Ôi sá Dona Para trabalhar... ôooo

PONTOS de BOIADEIRO Seu boiadeiro por aqui choveu Seu boiadeiro por aqui choveu Choveu, choveu Relampiou Foi nessa água que seu boi nadou Mas, Seu boiadeiro por aqui choveu Seu boiadeiro por aqui choveu Choveu, choveu Relampiou Foi nessa água que seu boi nadou ===================================================

Seu boiadeiro por aqui choveu Choveu que água rolou Foi nessa água que seu boi nadou Foi nessa água que seu boi nadou Seu boiadeiro cadê sua boiada? Sua boiada ficou em Belém Chapéu de couro ficou lá também Chapéu de couro ficou lá também ===================================================

Olha meu camarada Camarada meu Olha meu camarada Camarada meu Sou Boiadeiro que cheguei aqui agora Candomblé toca no keto Mandar tocar angola (Substitua BOIADEIRO por um nome de orixá - exemplo abaixo ) Olha meu camarada Camarada meu Olha meu camarada Camarada meu Sou Zé do Laço que cheguei aqui agora Candomblé toca no keto Mandar tocar angola ================================================

Chetruê, Chetruá Corda de laçar meu boi Chetruê, Chetruá Corda de meu boi laçar Chetruê, Chetruá Corda de laçar meu boi Chetruê, Chetruá Corda de meu boi laçar Seu Boiadeiro Cade sua boiada ? Mas, Seu Boiadeiro Cade sua boiada ? Seu boiadeiro na Jurema é nosso pai É nosso camarada Seu boiadeiro na Jurema é nosso pai É nosso camarada ===================================

Chetruê, Chetruá Minha corda é de laçar Chetruê, Chetruá Meu boi fugiu mandei buscar A minha boiada é de trinta e um Vieram trinta está faltando um ============================

Toque o berrante, boiadeiro Toque o berrante Toque o berrante pra anunciar sua chegada É os boiadeiros que vem lá de Aruanda Pra trabalhar nesta tenda de Umbanda

PONTOS DE MARINHEIRO Seu marinheiro Que vida é a sua Tomando cachaça caindo na rua ? Eu bebo sim Eu bebo muito bem Bebo com meu dinheiro Não devo nada a ninguem =============================================

Navio Negreiro no fundo do mar Navio Negreiro no fundo do mar Correntes pesadas arrastando na areia A negra escrava se pos a cantar A negra escrava se pos a cantar Saravá minha Mãe Iemanjá Saravá minha Mãe Iemanjá Virou a caçamba pro fundo do mar Virou a caçamba pro fundo do mar Quem me salvou foi mãe Iemanjá Quem me salvou foi mãe Iemanjá =============================================

O Cirandeiro Cirandeiro ó O Cirandeiro Cirandeiro ó A pedra do seu anel Brilha mais que ouro em pó A pedra do seu anel Brilha mais que ouro em pó =============================

Seu Martim Pescador Que vida é a sua? É bebendo cachaça Caindo na rua Eu também sei nadar Eu também sei nadar no mar Eu também sei nadar Eu também sei nadar no mar Eu também sei, também sei, também sei nadar Eu também sei, também sei, também sei nadar Na barra vi só dois navios Perguntando se podia entrar A barra já está tomada seu marujo Nessa barra aqui quem manda é Oxalá A barra já está tomada seu marujo Nessa barra aqui quem manda é Oxalá ===================================

PONTOS de DESPEDIDA O coqueiro do Norte Está balançando É a Bahia que está me chamando ================================

Ogum já trabalhou Ogum ja saravou Filhos de pe-emba Que tanto chora É meu pai Ogum Que já vai embora Filhos de pe-emba Que tanto chora É meu pai Ogum Que já foi embora ========================

A sua terra é longe E eles vão embora E vão beirando o rio azul Adeus a Umbanda que os caboclos Vão embora E vão beirando O rio azul ===============================

Despedida de baiano faz chorar Faz chorar Faz soluçar Despedida de baiano faz chorar Faz chorar Faz soluçar ==================================

Despedida das crianças Andorinha que voa , que voa andorinha Leva as crianças pro céu Andorinha Andorinha que voa , que voa andorinha Leva as crianças pro céu Andorinha ==============================

Oi quem tem pemba joga fora Maré, Maré Que os *orixás já vão embora Maré, maré --------------------------------------

Oi quem tem pemba joga fora Maré, maré Que os *marinheiros vão embora Maré, maré *(substitua a palavra orixá pela linha ou nome próprio)

PONTOS de BATER CABEÇA (Para Pais e Mães de Santo) Bate cabeça Babá Que eu sou camisa azul E para o ano que vem Dois, dois comer caruru =====================================

Bate cabeça Babá Já foi pedir A proteção pras seus filhos não cair Bate cabeça Babá Já foi pedir A proteção pras seus filhos não cair =====================================

Glória a Deus, lá nas alturas Glória a Deus nesse congar Glória a Deus no pensamento Glória a Deus nossa Babá Auê Babá Babá de Orixá Auê Babá Babá de Orixá Auê babalaô Babalaorixá PONTOS de BATER CABEÇA (Para filhos de santo e demais médiuns) Vai, vai, vai Aos pés de Nosso Senhor Vai bater cabeça iaô Iansã mandô Iaô.. ================================

Bate cabeça povo da Nação Bate cabeça o povo da Nação Vai pedir a proteção Ao nosso pai Oxalá Vai pedir a proteção Ao nosso pai Oxalá

PONTOS DE DEFUMAÇÃO To defumando To defumando A casa do Bom Jesus da Lapa Nossa Senhora incensou a Jesus Cristo Jesus Cristo incensou os filhos seus Eu incenso Eu incenso essa casa Pro mal sair e a felicidade entrar Eu incenso Eu incenso essa casa Na fé de Oxóssi, de Ogum e de Oxalá =================================

A Umbanda queimou, cheirou guiné Vamos defumar filhos de fé A Umbanda queimou, cheirou guiné Vamos defumar filhos de fé Defuma eu Babá Defuma eu Babalaô Defuma eu Babá Defuma eu Babalaô ================================

Defuma com as ervas da Jurema Defuma com arruda e guiné Alecrim, benjoim e alfazema Vamos defumar filhos de fé ================================

Com licença Pai Ogum Filhos quer se defumar A Umbanda tem fundamento É preciso preparar Com arruda e guiné Alecrim e alfazema Defuma filhos de fé Com as ervas da Jurema



Prece de abertura dos Trabalhos.07-05-08_04

Prece de Abertura dos trabalhos Em nome do pai + do Filho e do + Espirito Santo. Pai misericordioso e Justo criador do Universo lançai vossas Bênçãos sobre os trabalhos que vossos filhos em vosso sagrado nome vão executar neste terreiro em beneficio dos seus irmãos também vossos filhos. Pai misericordioso e Justo daí permissão aos Espíritos de Luz, Superiores, Anjos da Guarda, guias e Protetores nossos, Santos, Orixás, Chefes de Falanges e Seus comandados. Aos Caboclos e Preto-velhos, Espíritos dos mares, rios, lagos, fontes e cachoeiras, a todos os espíritos puros ou purificados, que lancem sobre este terreiro suas irradiações salutares seus fluidos regeneradores em beneficio dos que aqui vem em busca de Alivio , socorro e Cura para suas dores físicas morais e espirituais. Oxalá poderoso e cheio de Bondade , derramai sobre nós os vossos eflúvios infundindo em nós todos a resignação a boa vontade e a Fé para desempenhar-mos nossa função e tarefa. Anjos de Guarda, guias e protetores nossos, derramai vossa influencia sobre os Médiuns aqui presentes Afim de que possuídos da vossa energia possam transmitir aos irmãos necessitados de amparo. Que as Energias do universo, sob a ação dos Espíritos de Luz, Guias e Protetores derrame-se forte e Benéficas neste Ambiente. Purificando, Iluminando, afastando os maus elementos da terra e do espaço . Espíritos Superiores defendei este terreiro impedindo a Aproximação dos espíritos perturbadores da Terra e do Espaço. Pai Misericordioso e Justo louvado seja vosso nome para todo o sempre. Que Assim seja. E é em nome do Pai + do Filho + e do Espirito Santo. . Em nome de São Miguel Arcanjo Rei chefe da Umbanda. Em nome de São Jorge Querreiro e Nossa Senhora da Conceição. E ainda em nome de Pai João de angola nosso Mentor Espiritual.... Que eu dou por aberto os trabalhos de hoje....

Prece de Abertura dos trabalhos. II Saravá Zambi Saravá Oxalá! Que os Eflúvios divinos de todos os Orixás nos envolva através das falanges trabalhadoras do bem. Que ao iniciar-mos os trabalhos deste dia possamos receber dos nossos guias os elementos necessários para a firmeza e a segurança de nossa corrente espiritual. Suplicamos a Yemanja, a Oxum e a Yançã , a purificação de nossos sentimentos levando todas as imperfeições para as ondas sagradas dos Rios e pelo sopro divino dos ventos. Suplicamos a Xangô que nós envie um raio uma faisca do vosso incomensurável poder afim de abrandarmos a fúria intempestuosa de nossas tendências inferiores. Suplicamos a Ogum que destrua com sua invencível lança as nossas paixões mesquinhas e afaste De nós os fluidos maléficos que nós obsedam. Suplicamos a Oxossi na pujança de seus caboclos que nós dêem o vigor a força para eliminarmos Os elementos contrários ao nosso aperfeiçoamento espiritual. Suplicamos a Ibeji a irradiação primorosa da graça e dos sorrisos infantis para que possamos sentir palpitar em nossos corações o poder infinito de Zâmbi e Oxalá. Suplicamos a Omulu para que as santas almas benditas vigiem os nossos passos e fortaleça os nossos Elédas e auxiliem em nossos trabalhos espirituais. Em nome de Zambi e Oxalá e de todos os Orixás de Umbanda, damos por aberto os trabalhos deste terreiro. Que assim Seja

PRECE DE OXALÁ Pai OXALÁ que com vossa poderosa coroa de luz branca possa proteger o nosso Terreiro para que possamos fazer a caridade Pai OXALÁ nós pedimos a vossa proteção para todos os médiuns e a assistência Pai OXALÁ vibre a sua energia de Amor e Sabedoria dentro nosso Conga Pai OXALÁ ilumine,imante e faça tua amorosa energia vibrar dentro do nosso terreiro e que todos os seus Caboclos e Caboclas possam descer com suavidade. Pai OXALÁ que tu possa nos ensinar a termos caridade com nosso irmão ou irmã. Pai OXALÁ que vossa energia de bondade e amor possa também proteger o médium chefe [pai ou mãe de santo] para que ele trabalhe com desinteresse e com caridade Pai OXALÁ nós pedimos humildemente que a nossa gira seja de paz e harmonia que a nossa gira seja abençoada por sua luz . Pai OXALÁ abençoa todos que aqui vem ser ajudado e ajudar Pai OXALÁ que quando adentrarmos no nosso terreiro possamos ter a humildade de saber respeitar a sagradas energias da SAGRADA CORRENTE DA UMBANDA Pai OXALÁ que quando formos sair do nosso templo que possamos sair com o nosso espírito leve e abençoado por vossa energia de amor e sabedoria SARAVA MEU PAI OXALÁ

PRECE PARA OS MÉDIUNS Deus Todo-Poderoso, permiti que, nas comunicações que solicito, eu seja assistido por bons espíritos. Preservai-me da presunção de me julgar isento da influência dos maus espíritos; do orgulho ou vaidade que me cegaria, iludindo-me quanto ao valor das comunicações que obtenha; de todo e qualquer sentimento contrário ao espírito da caridade para com todos os meus irmãos e especialmente para com os outros médiuns. Se eu for induzido ao erro, inspirai a outrem o pensamento de me avisar, e a mim a humildade para aceitar com reconhecimento a advertência e tomar para mim mesmo os conselhos e instruções que me ditarem os vossos espíritos. Permiti que eu nunca seja levado a abusar ou, de qualquer modo, a envaidecer-me com a faculdade que, para meu benefício, fizeste a graça de me conceder, antes eu vo-lo peço, meu Pai, retirai-a do que consistais que seja desviada do seu fim providencial, que é o bem de todos e o meu próprio adiantamento moral.

Oração a todos os Orixás QUE A IRREVERÊNCIA E O DESPRENDIMENTO DE EXU ME ANIMEM A NÃO ENCARAR AS COISAS DA FORMA COMO ELAS PARECEM à PRIMEIRA VISTA, E SIM QUE EU APRENDA QUE TUDO NA VIDA, POR PIOR QUE SEJA, TERÁ SEMPRE O SEU LADO BOM E PROVEITOSO! LAROYÊ EXU! QUE A TENACIDADE DE OGUM ME INSPIRE A VIVER COM DETERMINAÇÃO, SEM QUE EU ME INTIMIDE COM PEDRAS, ESPINHOS E TREVAS. SUA ESPADA E SUA LANÇA DESOBSTRUAM MEU CAMINHO E SEU ESCUDO ME DEFENDA. OGUN Iè! PATAKORI OGUN! QUE O LABOR DE OXÓSSI ME ESTIMULE A CONQUISTAR SUCESSO E FARTURA àS CUSTAS DE MEU PRÓPRIO ESFORÇO. SUAS FLECHAS CAIAM à MINHA FRENTE, àS MINHAS COSTAS, à MINHA DIREITA E à MINHA ESQUERDA, CERCANDO-ME PARA QUE NENHUM MAL ME ATINJA. OKÊ BAMBOCRIM! OKÊ ARÔ ODÉ! QUE AS FOLHAS DE OSSANHE FORNEÇAM O BÁLSAMO REVITALIZANTE QUE RESTAURE MINHAS ENERGIAS, MANTENDO MINHA MENTE SÃ E CORPO SÃO. EWE OSSAYIN! QUE OXUM ME DÊ A SERENIDADE PARA AGIR DE FORMA CONSCIENTE E EQUILIBRADA. TAL COMO SUAS ÁGUAS DOCES - QUE SEGUEM DESBRAVADORAS NO CURSO DE UM RIO, ENTRECORTANDO PEDRAS E SE PRECIPITANDO NUMA CACHOEIRA, SEM PARAR NEM TER COMO VOLTAR ATRÁS, APENAS SEGUINDO PARA ENCONTRAR O MAR - ASSIM SEJA QUE EU POSSA LUTAR POR UM OBJETIVO SEM ARREPENDIMENTOS. AIEIEU! QUE O ARCO-ÍRIS DE OXUMARÉ TRANSPORTE PARA O INFINITO MINHAS ORAÇÕES, SONHOS E ANSEIOS, E QUE ME TRAGA AS RESPOSTAS DIVINAS, DE ACORDO COM MEU MERECIMENTO. ARROBOBOI OXUMARè! QUE OS RAIOS DE YANSÃ ALUMIEM MEU CAMINHO E O TURBILHÃO DE SEUS VENTOS LEVE PARA LONGE AQUELES QUE DE MIM SE APROXIMAM COM O INTUITO DE SE APROVEITAREM DE MINHAS FRAQUEZAS. HEPARREI! QUE AS PEDREIRAS DE XANGÔ SEJAM A CONSOLIDAÇÃO DA LEI DIVINA EM MEU CORAÇÃO. SEU MACHADO PESE SOBRE MINHA CABEÇA AGINDO NA CONSCIÊNCIA E SUA BALANÇA ME INCUTA O BOM SENSO. OBANISHÉ KAÔ! KAÔ CABECILE! QUE AS ONDAS DE YEMANJÁ ME DESCARREGUEM, LEVANDO PARA AS PROFUNDEZAS DO MAR SAGRADO AS AFLIÇÕES DO DIA-A-DIA, DANDO-ME A OPORTUNIDADE DE SEPULTAR DEFINITIVAMENTE AQUILO QUE ME CAUSA DOR E QUE SEU SEIO MATERNO ME ACOLHA E ME CONSOLE. ÓDOCIABA YEMANJÁ! QUE AS CABAÇAS DE OBALUAYÊ TRAGAM NÃO SÓ A CURA DE MINHAS MAZELAS CORPORAIS, COMO TAMBÉM AJUDEM MEU ESPÍRITO A SE DESPOJAR DAS VICISSITUDES. ATOTÔ OBALUAYÊ! QUE SABEDORIA DE NANÃ ME DÊ UMA OUTRA PERSPECTIVA DE VIDA, MOSTRANDO QUE CADA NOVA EXISTÊNCIA QUE TENHO, SEJA AQUI NA TERRA OU EM OUTROS MUNDOS, GERA A BAGAGEM QUE ME DÁ MEIOS PARA ATINGIR A EVOLUÇÃO, E NÃO UMA FORMA DE PUNIÇÃO SEM FIM COMO JULGAM OS INSENSATOS. SALUBA NANÃ! QUE A VITALIDADE DOS IBEIJIS ME ESTIMULE A ENFRENTAR OS DISSABORES COMO APRENDIZADO; QUE EU NÃO PERCA A PUREZA MESMO QUE, AO MEU REDOR, A TENTAÇÃO ME ENVOLVA. QUE A INOCÊNCIA NÃO SIGNIFIQUE FRAQUEZA, MAS SIM REFINAMENTO MORAL! ORIBEIJADA! QUE A PAZ DE OXALÁ RENOVE MINHAS ESPERANÇAS DE QUE, DEPOIS DE ERROS E ACERTOS; TRISTEZAS E ALEGRIAS; DERROTAS E VITÓRIAS; CHEGAREI AO MEU OBJETIVO MAIS NOBRE: AOS PÉS DE ZAMBI MAIOR! ÊPA BABÁ OXALÁ!

REflexão. Dez maneiras de Amar a Nós mesmos 01 - Disciplinar os próprios impulsos. 02 - Trabalhar, cada dia, produzindo o melhor que pudermos. 03 - Atender os bons conselhos que traçamos para os outros. 04 - Aceitar sem revolta a crítica e a reprovação. 05 - Esquecer as faltas alheias sem desculpar as nossas. 06 - Evitar as conversações inúteis. 07 - Receber no sofrimento o processo de nossa educação. 08 - Calar diante da ofensa, retribuindo o mal com o bem. 09 - Ajudar a todos, sem exigir qualquer pagamento de gratidão. 10 - Repetir as lições edificantes, tantas vezes se fizerem necessárias, perseverando no aperfeiçoamento de nós mesmos, sem desanimar, e colocando-nos a serviço do Divino mestre, hoje e sempre.




Pontos Cantados de Preto-velhos

PaiJoao

Pontos de PRETO VELHO Um galhinho de arruda A vovó me deu Um galhinho de arruda Pra me proteger Eu agradeço a essa linda Preta Velha Um galhinho de arruda Ela me ofereceu Eu agradeço a essa linda Preta Velha Pois em suas orações Ela nunca me esqueceu ===========================

Preto Velho Vem de Minas Caminhou o ano inteiro Carregou sete calungas Para salvar o Terreiro Ê ê ê ê Ê ê ê a A banda é boa Banda de Minas Gerais ==========================

Benedito é Preto, calunga Eu também sou Preto, calunga Ora viva os Pretos, calunga Eu também sou Preto, calunga A minha Terra é de Preto, calunga Eu também sou Preto, calunga =============================

Sou Preto, sou Preto, Sou Preto só na cor Na alma, na alma Sou filho de Nosso Senhor ==================================

A fumaça do cachimbo da vovó Sobe bem alto Só não ver quem não quer O cachimbo da vovó tem mironga Na barra da saia Na sola do pé ============================

Vovó cochila Seu cachimbo cai no chão Vovó cochila Seu cachimbo cai no chão É no sopro da fumaça Que seus inimigos vão É no sopro da fumaça Que seus inimigos vão =======================

Vovó Catarina É dona do reino Vovó Catarina É dona de gongá Ela já está no Terreiro Ora vamos todos saravá ============================

Sou Pedro velho macumbeiro Que me importa que falem de mim Sou Pedro velho macumbeiro Com meu pai e minha mãe eu aprendi Sou Pedro velho macumbeiro Minha filha cadê minha gongá Sou Pedro velho macumbeiro Minha filha olha cobra coral ===

=========================== Ô Zé Miromba Cadê sua dumba Tá lá nas matas Tocando macumba ============================

Vovó Luiza que chora mironga Chora Luiza, mãe de Banguela Vovó Luiza que chora mironga Chora Luiza mãe de Banguela Agora que eu quero ver Vovó Luiza com a cuia na mão Apanhando águas no rio Jordão ============================

O meu Pai Antônio O meu Pai Antônio É um preto de fama O meu Pai Antônio O meu Pai Antônio Ele vence demanda Eu tenho fé Na Virgem Maria O meu Pai Antônio Seja o Nosso Guia ==========================

Pai Joaquim ê ê Pai Joaquim ê á Pai Joaquim chegou de Angola Pai Joaquim é de Angola, Angolá ============================

Pai Joaquim cadê Pai Mané Tá lá nas matas apanhando guiné Diga a ele que quando vier Que suba as escadas Não bata com o pé ==========================

Vovó não quer Casca de coco no Terreiro Vovó não quer Casca de coco no Terreiro Traz lembrança com saudades Dos tempos do cativeiro ==============================

Lá vem Vovó descendo a serra Com a sua sacola Ela trás a pemba Ela trás a toalha Ela vem de Angola Eu quero ver Vovó Eu quero ver Vovó Eu quero ver se filho de Umbanda Tem querer ================================

Com o poder de minha Pai Minhas cafio Não há quem possa duvidar Minhas cafio Foi o poder que Deus te deu Minhas cafio Ê, ê, ê, minhas cafio Tem Preto Velho no gongá Ê, ê, ê, Minhas cafio Prá todos filhos saravá ==============================

Preta Velha que fuma cachimbo Preta Velha que cheira rapé Preta Velha gosta de marafo Preta Velha Saracondé Ô, viva Saracondé Ô, viva Saracondé ===================================

Quem vem lá Quem combate demanda Filha de Congo é Maria Redonda ===============================

Oh já vai Preto Velho Subindo pro céu E Nossa Senhora Cobrindo com véu ============================

Na beira da praia Cortando seu guiné (bis) Pai Benedito Conhecido no Terreiro Por gostar de moça branca Amansador de feiticeiro ==========================

Filho de Umbanda Por que tanto chora Filho de Umbanda Por que tanto chora É vovó Carlota Que já vai embora Que já foi embora ===============================

Tatá na Aruanda Eu na calunga (bis) Olha quanta dumba Zig, zig, zig Eu sem nenhuma

Benedito é Preto, calunga Mora no roseiral Se ele é feiticeiro, calunga Chefe de gongá =============================

Bahia ou África Vem cá, vem cá, vem cá Força baiana Força africana Força divina Vem nos ajudar ===========================

Na Bahia Ninguém pode com baiano (bis) Quebra coco Arrebenta sapucaia Vamos todos saravá ===========================

Oh meu Senhor do Bonfim Valei-me São Salvador Vamos salvar nossa gente Povo da Bahia chegou ==========================

Arriou na linha de Congo É Congo, é Congo aruê Arriou na linha de Congo Agora que eu quero ver ==========================

Eu corro a minha gira Com Deus e Nossa Senhora Eu corro a minha gira Com todo povo de Angola ==============================

Aruê minha São Benedito A coroa de Zambi Tem gongá Auê, auê, auê A coroa de Zambi Tem gongá ==============================

E ora vamos saravá Seu Rei de Congo E ora vamos saravá Seu Rei de Congo Saravá ele pequenino que ele seja Seu Rei de Congo ora vamos saravá ================================

São Benedito na língua de Zambi Também sabe ler ê, ê, ê, ê, ê Se Mucambo é bom Também sabe ler (bis) =====================================

Preta Mina que vem lá da Bahia Quem, quem Traz o rosário de Maria Quem, quem É o rosário azul e branco Quem, quem Para salvar nossos irmãos Quem, quem ==============================

Minha agulha, minha didá Quem não tem agulha Pra que quer didá (bis) Minha ponto é seguro no fundo do mar Minha ponto é seguro Mamãe Iemanjá Minha ponto é seguro no fundo do mar Minha ponto é seguro meu Pai Oxalá ==================================

Eu sou baiana, sou baiana de Terreiro Eu sou baiana, sou baiana feiticeira Com minha faca na cintura eu desafio Com meu balaio pra salvar Todos meus filhos ============================

Minha galinho cantou Minha galinho cantou Minha galinho cantou Ki qui ri Minha galinho cantou =========================

Venho de longe Venho de Minas Samba rê, rê Maxicorê Minha sete zi cambone Minha sete zi mucama Samba rê rê Maxicorê ==================================

Meu Santo Antônio pequenino Corre Umbanda devagar Meu Santo Antônio pequenino Corre Umbanda sem parar =================================

Não tem saia, não tem saia Não tem saia, mas tem paletó Chega Vovó, chega Vovó Chega Vovó é de Ganga Maior ===============================

Na Bahia tem, que tem orobi Que tem orobô Que tem orobi, que tem orobô Pimenta da Costa Macumba ioiô ================================

É Congo, é Congo, é Congo É Rei de Congo É Congo, é Congo, é Congo Minha Pai é Congo ================================

Olha branco que sabe ler Olha branco que sabe escrever Olha branco que ainda não sabe Qual o dia em que vai morrer Olha branco que sabe, sabe Olha branco que é sabedor Olha branco que ainda não sabe O poder de Nosso Senhor ====================================

Santo Antônio é santo de mesa São Benedito é santo maior Quero ver, quero ver Na mesa de Umbanda eu quero ver ================================

Ora baixa meu povo baixa Ora baixa devagar Quando o povo chega no reino É pra todo mal levar Povo da Costa é povo bom Ele é povo de maçada Quando chega na Aruanda Fica todo ensarilhado ===============================

Eu venho de longe Sem conhecer ninguém à procura de uma rosa Que na roseira tem ===========================

Congos e Cambindas, Todos vem pra trabalhar Olha Congo vem por terra Cambindá vem pelo mar ===========================

O vento deu no mar E a marola deu na areia Pai Antônio é um Preto Que não bambeia ===================================

Os quindins, os quindins, os quindins Ô Mujongo Olha lá no mar Olha lá no mar ô Mujongo Olha Mujongo no mar A sua Terra é muito longe Ô Mujongo Ninguém pode ir lá Ninguém pode ir lá, ô Mujongo Olha Mujongo no mar ============================

Santo Antônio era menino Oi Benedito era rapaz Corre, corre Santo Antônio Eu quero ver quem corre mais ===============================

Ele é dono de Terreiro Já firmou gongá Saravá meu Pai Antônio Saravá seu Jacutá ==============================

Pai Antônio quando vem da Bahia Ele traz Estrela Guia no peito (bis) Quem deu, quem deu Quem deu, quem dará Foi nosso Pai Oxalá ===========================

Vou ralar meu coco Vou fazer dendê Vou botar na rua, baiana Pra você vender =========================

És tu meu Santo Antônio És dono do meu gongá Se não fosse Santo Antônio Não sabia corimbar Se não fosse Santo Antônio Não sabia trabalhar ================================

Pisa no caminho devagar, Preto Velho Pisa no caminho devagar Olha que o caminho tem espinho Preto Velho Pisa no caminho devagar, Preto Velho ================================

O Santo é que está de ronda O meu Santo Antônio Aruandá Na Aruandê,na Aruandê, na Aruandá Santo Antônio na linha de Umbanda É Ogum, É o meu protetor Santo Antônio é quem é meu padrinho Neste mundo de Nosso Senhor =================================

Rei Congo Mujongo maravilha É quem manda aruê saravá Rei Congo mandou chamar É quem manda aruê saravá =============================

Cadê a sua pemba Cadê a sua guia Ela é Vovó Maria Seu gongá é na Bahia ==========================

Se os Pretos Velhos têm Os Pretos Velhos dá Corre gira Preto Velho Corre gira no gongá Corre gira Preto Velho Com licença de Oxalá ============================

Santo Antônio de pemba Segura seus filhos Segura gongá Eles são filhos de fé Eles não podem cair Eles não podem tombar Mas como caminhou, pemba Mas como caminhou, pemba Mas como caminhou Santo Antônio de pemba Mas como caminhou ============================

(desobsessão) Meu Santo Antônio pequenino Olha esse mundo como está Quem me abraçava antigamente Hoje quer me apunhalar Olha seu cordão preto, Meu Santo Antônio Eu também sou filho seu Afastai meus inimigos, Meu Santo Antônio Pelo santo amor de Deus ===========================

Meu cachimbo está no toco Manda moleque buscar (bis) No alto da derrubada Meu cachimbo ficou lá (bis) Que arruda tão bonita Que Vovó mandou arrancar (bis) Mas não chore meu netinho Que Vovó manda plantar (bis) =============================

Santo Antônio de pemba Caminhou sete anos A procura de um filho Que aqui deixou Como caminhou meu Santo Antônio Como caminhou meu Santo Antônio ==================================

Tia Maria vem no Terreiro Com saia de merinó (bis) No Terreiro de Pai Antônio Eu vai sambar, eu vai sambar ==========================

Ela vai, ela vai Ela vai pra Bahia Numa mão leva a pemba N’outra mão leva a guia Ela vai, ela vai Ela vai pra Bahia Vai levando o rosário Da Virgem Maria ... Ela foi, ela foi Ela foi pra Bahia Foi levando o rosário Da Virgem Maria ========================

Estava na Bahia Mandaram me chamar Me deram de presente Uma pemba e um gongá ===========================

Vovó quer Eu vou mandar buscar Um galhinho de arruda Pra Vovó vir trabalhar =============================

Está iluminada a sua banda Está todo enfeitado o seu gongá Meu Pai José Que veio de Aruanda Ilumina a sua banda E o lugar onde eu passar ===============================

Quem encosta em mim não cai, calunga Foi o poder que Deus me deu, calunga Nesse mundo não há, calunga Um coração igual ao seu, calunga =================================

É de ouro só,é de ouro só É de ouro só o cachimbo da Vovó Com o seu cachimbo ela defuma a sua banda Vovó Maria que veio de Aruanda ======================================

Maria Conga o que é que você quer Maria Conga o que é que você quer Quero pemba, quero rosa Quero folhas de guiné ===========================

Neste mato tem folha Tem rosário de Nossa Senhora Aruê minha São Benedito São Benedito que nos valha dessa hora ==================================

Tem vintém, mamãezinha Não tem não minhas cafio (bis) Olha Tia Maria como vem sambando Olha Tia Maria como vem gingando ================================

Santo Antônio é santo maior Santo Antônio é santo maior Quem pode com ele é o filho de Zambi Quem pode com ele é o filho de Zambi Quem amarra e desata é Santo Antônio Quem amarra e desata é Santo Antônio Quem pode com ele é o filho de Zambi Quem pode com ele é o filho de Zambi ================================

Terra zi que Terra, zi que Terra Zi calunga Oi viva Congo, calunga =================================

São Benedito, é um santo padroeiro São Benedito, é um santo padroeiro Se não fosse Benedito Não acabava o cativeiro ================================

Tem coco, tem coco, tem coco Esse coco, tem dendê Quem quiser zorô bem feito Dá baiana prá fazer ============================

Preta Velha que vem da Bahia Corimba de noite Corimba de dia Preta Velha com seu patuá Segura a banda de branco sinhá ================================

No Terreiro desse gongá Flor Branquinha está de pé Viva a bandeira da Costa Viva o povo de Guiné Viva o povo de Aruanda Saravá rainha de Umbanda Viva o povo de gongá Saravá meu Pai Oxalá ===========================

Eu vim de Angola, bambaruê Cheguei agora, bambaruê Com a mão na pemba, bambaruê Cantei vitória, bambaruê ===============================

Arriou papai, arriou a sua banda Salve o povo de calunga Salve o povo de Aruanda =================================

Cadê a minha coco De bater neste Terreiro Ai quem mexer com filho meu Tem que ver com feiticeiro =============================

Eu vim, da Aldeia Brincar com Congo na areia Brincar com Congo na areia Brincar com Congo na areia ============================

Quando eu venho lá de cima Eu passei à beira mar Bota canga no sereno Deixa canga serená ================================

(pólvora) Eu plantei mandioca Formiga comeu Já plantei não planto mais Minhas zi filhos Cadê minha gongá Ô zing, zing, zing, zing Zing, zing, zing, zá ===============================

Adeus minha pemba Adeus minha guia Minha Terra é muito longe Meu gongá é na Bahia ===============================

Eu vim de Angola Eu trouxe figa de guiné Trouxe figa de guiné Para salvar filhos de fé =============================

Vou me embora Vou me embora Vou daqui para a Bahia (bis) Bumba que bumba, que bumba ioiô Bumba que bumba, que bumba iaiá ===============================

Mãe Maria lavadeira Lava roupa de sinhá Lavou saia de renda E depois foi entregar Na Aruanda, na Aruanda Na Aruanda eu quero ver ============================

Andei sete noites Andei sete dias Chegou Maria Mina Que veio da Bahia Chegou Maria Mina Dona de gongá Chegou Maria Mina P’ros filhos salvar Pimenta da Costa Azeite de dendê Chegou Maria Mina Pros filhos benzê ===============================

O biju tá no tacho Tá no ponto de virar Marafo tá no coco Tá bom de tomar =================================

Eu venho da Bahia Com o pano da Costa, rosário e guias Orobi, orobô Com a mão nas cadeiras chamando ioiô ===================================

Bate na cumbuca Repenica no gongá Chama nosso povo E vamos trabalhar =============================

Aonde é que Preto Velho mora Aonde é que Preto Velho gira Ele mora na beira do rio Onde o galo não canta Onde o pinto não pia ===============================

Oi Cambinda de Umbanda Seu Pai é Congo (bis) =============================

Se ele é Congo Deixa Congo arriar O le le, se ele é Congo Deixa Congo trabalhar ============================

É devagar, é devagarinho Quem andar com Preto Velho Nunca fica no caminho (bis) =================================

Na sua Urucaia tem mungunzá Na sua Urucaia Na sua Urucaia tem caruru Na sua Urucaia Quem é da Bahia tem seu patuá Na sua Urucaia Meu Senhor do Bonfim é quem saravou Na sua Urucaia ==================================

Eu mandei fazer um baile Na fazenda do Sinhô Foi no dia 13 de maio Quem tinha escravo chorou =============================

João Batão, João Batelão Tu és, tu és meu Pai São Pedro João Batão, João Batelão Meu Pai São Pedro em cima d’água =============================

Estrela do Céu Que me disse o Guaiá Povo de Umbanda que povo será Povo de Umbanda que está no gongá =================================

Baixai, baixai como a rosa Maria, nossa Mãe extremosa Anda ver nosso povo de Aruanda Trabalhando no gongá Em nossa lei de Umbanda ============================

Preto D’ Angola é Preto Velho Preto que nunca falhou Galo cantou, Jesus nasceu Inimigo estremeceu ===========================

Pinto piou lá na serra Galo cantou lá na Angola Sucuri mordeu jibóia Na barra da sua saia Tem mironga, ô gente Tem mironga, ô gente Tem mironga na barra da sua saia ==============================

No Terreiro de meu Pai tem pemba No Terreiro de meu Pai tira mironga No Terreiro de meu Pai chegou A Preta Maria Conga =======================

A Bahia, a Bahia, a Bahia A Bahia é de Cristina Vamos sarava, vamos saravá Vamos sarava o Terreiro e este Gongá ================================

Ai quem mandou à cidade Negra velha já foi à cidade, ê ê Fala na língua de Zambi Oh! Cidade Negra velha já foi à cidade ===========================

Sou baiano de mussanga Samba aqui, samba acolá Eh, eh, ah, ah Se tu és filha de mesa Minha filha Ninguém pode te levar Se tu és filha de mesa Samba aqui, samba acolá Eh, eh, ah, ah Deixa ver a tua guia minha filha Ai deixa ver o seu gongá ============================

Tiana chegou aqui nesse gongá E veio com ordens para trabalhar Tiana trabalha para os filhos seus E vence demanda Com a graça de Deus ==========================

Dá licença Pai Antônio Que eu não vim lhe visitar Eu estou muito doente Vim pra você me curar Se a doença for feitiço Bulalá em seu gongá Se a doença For de Deus ai Pai Antônio vai curar Coitado de Pai Antônio Preto Velho curandô Foi parar na detenção ai Por não ter um defensor Pai Antônio é quimbanda, é curandô Pai Antônio é quimbanda, é curandô É pai de mesa, é curandô É pai de mesa, é curandô Pai Antônio é quimbanda, é curandô Pai Antônio é quimbanda, é curando ==================================

Oi dai-me forças Jesus de Nazaré Oi dai-me forças pra mim vir trabalhar Dizem que a Umbanda tem mironga Tem mironga, Pai Antônio tem gongá ===============================

Já foi o sol Já veio a lua Como é seu nome, minha filha Eu me chamo Elvira Olha a chuva que choveu A terra já molhou Quem me dera estar agora Lá na Terra onde eu nasci =================================

Bahia é boa pra quem sabe aproveitar Se não gosta da Bahia, O que foste fazer lá Lá na Bahia, corre água sem chover Se a água de coco é boa Eu também quero beber ============================

Nesse mato tem folha Tem rosário de Nossa Senhora (bis) E aruê minha São Benedito São Benedito que nos valha dessa hora ==============================

Virgem Mãe da Piedade Protetora desta Tenda Iluminai Sete Encruzilhadas Para que ele nos defenda E ao bom velho Pai Antônio Nós vos pedimos mais luz Afim de que ele nos ajude A carregar nossa cruz E bom e pequenino Pai Joba Guarda avançado desta Tenda Nós vos pedimos Senhora Que sobre ele seu manto estenda =============================

Preto Velho anda a pé Por que quer (bis) Pé, pé, pé, Preto Velho Anda a pé por que quer ========================

Cateretê de Preto Velho É de Congo só Cateretê de Preto Velho É de Congo só ==========================

Oh Vovó Catarina um dia vem A Senhora é quem sabe Mais ninguém Olha seus filhos no gongá Oxalá é quem manda trabalhar =========================== Ela vem salvar seus filhos Ela veio de bem longe Ela traz o terço na mussanga Benedita é o seu nome ==============================

Estão assoviando lá na Aruanda Congo e Mujongo estão lhe chamando Adeus, adeus Que eu vá embora Fiquem com Deus e Nossa Senhora ==============================

Povo de Umbanda É povo Malembe Rei Congo, minha Pai, chegou =============================

Sou filha de Marimbá Da rosa baiana Ora vamos cortar dendê (bis ============================

Preto Velho foi escravo Na Terra de Santa Cruz Quando chega no gongá Salve os filhos de Jesus ======================

Pedro Banguela É chefe de Munganga Lá vem Pedro Desmanchando o arizamba ===========================

Todo mundo está se rindo Da corrente do cipó Vai chamar Maria Conga Pra cozer meu paletó ===========================

João Banguela, meu Pai É chefe de devoção Quando baixa no Terreiro, meu Pai Descarrega seus irmãos João Banguela, meu Pai É chefe de devoção Quando baixa no Terreiro, meu Pai Traz Luiza pela mão =================================

Hoje é dia de alegria Quando o galinho cantou Trazia fita nos pés E a cruzinha do Senhor É de có, é de có, é de có, é de co No Terreiro de Umbanda Pai Antônio chegou (bis) ================================

Papai, Mamãe Vamos fumuná Olha a volta do mundo Deus é quem dá ==============================

Quem vem lá Sou eu, sou eu Quem vem lá Sou eu gente nova ============================

(pólvora) O Sinhozinho quer que chame de doutor Não pode ser, o cativeiro já acabou Eu tenho pena, dona Eu tenho dó, dona O galo preto batendo no carijó ===============================

Bahia, Bahia, Bahia de São Salvador Quem nunca foi à Bahia Não sabe o que é coisa boa =====================================

Ora salve Santo Antônio, Mamãe ruê Salve Luiza, Mamãe rua Salve ............... que é Mãe de Terreiro Salve os Pretos que vem saravá ====================================

Pisa na corrente como gente Eu piso ======================================

Vamos ver juntos Aonde é que eles andam Eles vão reunir Todos os filhos de Umbanda ==================================

(pólvora) Casamento de minha sinhá Ora grande festejo se deu Peixe nós comemos Espinha de peixe, gatinho lambeu Ca, ca, ca ro mia Quem tem olho grande Não olha pra mim =============================

(pólvora) De longe eu vejo papai na Aruanda Estão bulindo, estão mexendo Estão demandando no Terreiro de Umbanda ===================================

Nós que somos Pretos Rei de Congo não se dá Seu Rei de Congo, ora vamos saravá Dizer aruê, aruá Seu Rei de Congo, ora vamos saravá =================================

Na linha de africano Ninguém pode atravessar Ô segura a pemba ê ê Ô segura a pemba ê á Ô segura a pemba ê ê Ô segura a pemba no gongá ============================

Abre a porta do céu São Pedro Deixa os Pretos trabalhar Abre a porta do céu São Pedro Deixa os Pretos curimbar ================================

O navio de São Salvador Saiu da Bahia tão carregado Bis Trouxe cravo, trouxe rosa Vovó Maria que vinha do lado Eu quero, eu quero, eu quero, Eu quero, eu quero, É ver Vovó ==============================

Meu navio apitou Apitou em alto mar Vem trazendo da Bahia Muita paz nesse gongá ========================

Vocês conhecem aquela casa pequenina Aonde Tiana morou Lá morou Nossa Senhora Na casa em que Jesus abençoou ============================

Ela vem sacudir A toalha do gongá Com licença de Oxalá Deixa a Velha trabalhar ===========================

Vovó Cambinda vai Ela vai para o lado de lá Mas ela vai caçar tatu na calunga E tamanduA Pontos dos Pretos-Velhos ================================

Olelê meu Deus do céu que alegria O Preto Velho não carrega soberbia Meu Deus do céu isto aqui eu preferia A Estrela D'Alva no ponto do meio-dia Eu vou plantar neste quintal pé de pinheiro> Para mostrar como se quebra macumbeiro>bis Olelê meu Deus do céu que alegria O Preto Velho não carrega soberbia Meu Deus do céu isto aqui eu preferia A Estrela D'Alva no ponto do meio-dia Galo penacho bota macho na campana> Neste terreiro galo velho não apanha> bis ====================================

Chora meu cativeiro> Meu cativeiro, meu cativerá> Ora, chora> bis Preto Velho que veio da Costa Que veio do Congo, Luanda e Guiné Preto Velho de Nossa Senhora Vem no terreiro olhar filhos de fé Chora meu cativeiro> Meu Cativeiro, meu cativerá> Ora, chora> bis Preto Velho que gira na de Angola Que gira no de Gejo, Bantú e Nagô Preto Velho de Nossa Senhora Filho de Zambi, ele é meu protetor Chora meu cativeiro> Meu cativeiro, meu cativerá> Ora, chora> bis Preto Velho aqui na terra trabalhou Tanto trabalhou, até que um dia lá na aruanda Nossa Senhora o abençoou Chora meu cativeiro> Meu cativeiro, meu cativerá> Ora, chora> bis =======================================

Pontos Individuais de Pretos-Velhos Saudação ao Pai Maneco Pai Maneco senta no toco Faz o sinal da cruz Pede proteção a Zambi Para os filhos de Jesus Cada conta do seu rosário É um filho que aí está Se não fosse o Pai Maneco Eu não sabia caminhar ===================

Maneco chama feitiço> Quem faz feitiço é feiticeiro>bis De Aruanda vem ordem do Velho> Quem manda é o velho faceiro>bis Feiticeiro pega o patuá Mandinga e suas ervas E no Terreiro vem dançar>bis Bate o pé, levanta a poeira> E queima coisa ruim>bis Salve o feitiço do Velho Feiticeiro>bis ===================================

Kaô, Kaô, Xangô Kaô, Kaô, Xangô me chamou> bis Olha o nego arriou no terreiro, kaô Kaô Cabecile, ele é meu protetor Kaô, kaô, Xangô > Kaô, kaô, Xangô me chamou> bis Salve a linha de Quenguelê Pai Luiz de Aruanda Ele vem me valer ================================

Pai José Pai Mané, cadê Pai José Foi no mato colher guiné Quando ele voltar Diga para vir me ver ============================

Ele vive no meio das flores Beijando a lua No fundo do mar Oh meu Pai, que é Pai José Que veio da Angola, d'Angolá Oi que vem saravá Salve Deus E os caboclos da Aruanda Pai José chegou No terreiro de Umbanda ===============================

Mestre Cipriano vai chegar agora> No navio negreiro > Com os escravos de Angola> bis Veio com bantus, congos e guinés Trazer à Umbanda a capoeira A quem tem fé ==========================

Pai Joaquim de Angola E na aroeira de São Benedito Santo Antônio mandou me chamar>bis Pai Joaquim, ê ê Pai Joaquim, ê a Pai Joaquim veio de Angola Pai Joaquim veio de Angola, Angolá ==================================

Tio Tonho de Angola Meu Senhor da casa grande Não me bata por favor Não me amarre no seu toco Me conceda seu perdão Trago minha força armada Luz, amor e gratidão Sou Tio Tonho de Angola Que chegou neste congá Sou Tio Tonho de Angola Que chegou pra trabalhar ===========================

Pai Bernardo Com sua pemba, com seu apito> Pai Bernardo vem> bis Ele vem do Congo vem, vem Vem de mujongo, vem, vem Ele vem tirar Toda mandinga que o filho tem Pai Bernardo vem ========================

Pai Congo Pisa na linha de Congo> Meu Filho, filho meu > Pisa na linha de Congo devagar > Filho Meu>bis Pisa na linha de Congo destemido Filho meu Pai Congo trabalha na Umbanda Para lhe ajudar Olha o Congo a girar ==========================

Pai Guiné É o vento que balança a folha Guiné É o vento que balança a folha É, é, é Pai Guiné É o vento que balança a folha =========================

Pai Serafim Pai Serafim vem do meio das flores Olhando o céu, beirando o mar Ele é preto velho de Umbanda> Que vem de Aruanda> Para nos salvar>bis ======================== Pai João de Angola Na Angola tem um velho Que caminha devagar Chama Pai João Vamos saravar =========================

Pai Joaquim de Xangô Xangô chamou Pai Joaquim lá na Pedreira Veio de longe Pai Joaquim Trabalhar na cachoeira Xangô chamou Pai Joaquim lá na pedreira Pai Joaquim chama seus filhos Pra benzer na cachoeira ==========================

Xangô está no alto da pedreira> E Pai Joaquim, guarda a cachoeira>bis Águas limpas, cristalinas> Correm pro rio> Onde Oxalá se batizou>bis Preto Velho Pai Joaquim É filho de Xangô É guardião da cachoeira E do rio que Oxalá se batizou Águas limpas, cristalinas Correm pro rio Onde Oxalá se batizou Na pedreira, junto da cachoeira> Preto velho abençoou>bis ===========================

Pai Ambrósio Chegou Pai Ambrósio, chegou Pra salvar os filhos de fé Na Umbanda só se vence com amor E ele vem, na linha do Senhor E ele vem, em nome do Senhor ==========================

Tio Antônio Pedi licença a mamãe Oxum Pedi licença a Pai Oxalá Pedi licença ao Senhor do Bonfim Pra Tio Antônio vir trabalhar Quem vem lá é de paz Quem vai chegar no congá É um baiano formoso É Tio Antônio que vem trabalhar =============================

Pai Tomás Oh Pai Tomás, Oh Pai Tomás Vem no terreiro, vem trabalhar Filho de Zambi ,ele é filho de Oxalá Oh Pai Tomás ,Oh Pai Tomas Vem no terreiro, vem trabalhar Sua falange, com licença de Oxalá =============================

Pai Benedito de Angola Pai Benedito veio de Angola Pai Benedito veio de lá Firma a cabeça pra Pai Benedito Vir trabalhar neste congá =========================

Pai Francisco Hoje é dia de gira de preto Pai Francisco vamos chamar Hoje é dia de gira de preto Pai Francisco vai chegar Pai Francisco é de Congo Ele é filho de Iemanjá Ele vem nesse terreiro Ensinar filho a rezar ======================

Pai André Com flores brancas Minhas almas vou louvar Com seu perfume também Vou me perfumar Mamãe Oxum ilumina A minha fé Vem de aruanda Vem chegando Pai André>bis “Pai André é de Guiné” ==========================

Pai Tibúrcio Preto-velho Pai Tibúrcio> Nos ajuda a caminhar> Nesta estrada tão longa> Ele vem nos ensinar>bis Que nosso Pai Oxalá Traga amor e caridade às crianças de esperança Ao senhor a eternidade ============================

Pai Benedito Quem é aquele velhinho Que vem no caminho Andando devagar Com seu cachimbo na boca Pitando a fumaça e jogando pro ar Ele é do cativeiro > bis É Pai Benedito, ele é mirongueiro> bis ==================================

Pai Joaquim da Costa Saravá, saravá, saravá Chega pra lá mandingueiro Pai Joaquim nasceu lá na costa Lá na costa ele foi batizado Pai Joaquim quando risca seu ponto Desmancha feitiço malvado Saravá, saravá, saravá Chega pra lá mandingueiro Pai Joaquim veio lá da costa Já chegou no nosso terreiro Ele vem pra nos afastar Da mira do feiticeiro ===========================

Pai José da Praia Pai José da Praia vem> Vem aqui nos ajudar>bis Pai José da Praia vem> Vem aqui neste congá>bis Ele vem nos ensinar As palavras de Iemanjá ==========================

Rei Congo Congo, rei Congo Congo chegou Congo é maravilha No terreiro trabalhou =============================

Um lindo sol apareceu E preto velho já está trabalhando Navegando, remando Trabalhando e pescando>bis Filho de Congo Filho do Velho Não reme contra a maré Siga em frente Com muita fé Navegando, remando E vento soprando>bis ==========================

Pai Tomé Mãe Maria, cadê Pai Tomé Foi pro mato buscar guiné Quando ele voltar Peça pra ele me benzer ========================

Pai Malaquias Ele veio lá de Aruanda Com a luz da estrela guia Saudar filhos de Umbanda Ele é Pai Malaquias Nas suas mãos raios de luz No coração traz a sua guia A Oxalá pede pra abençoar O preto velho Pai Malaquias Com arruda e guiné> Reza os filhos que tem fé> Preto velho veio trabalhar> E este congá abençoar>bis ============================

Pai Lourenço de Guiné Preto velho vem Com a folha verde na mão Vem benzendo os seus filhos Saravando seus irmãos Pai Lourenço é preto velho Vem trazendo o seu Axé Vem benzendo os seus filhos Com a folha de guiné =========================

Pai Tião Nasce o sol bem de mansinho E Pai Tião está a apreciar Caminhando a beira do mar Veio saudar Iemanjá Quem é do Congo> Congo aruê> Firma na areia> Que eu quero ver>bis Preto-velho veio trabalhar E na praia gosta de morar Vive aqui no seu cantinho Com seu barco pra pescar Quem é do Congo> Congo aruê> Firma na areia > Que eu quero ver>bis Pai Tião gosta do mar E aqui vem meditar Sua grande devoção É a Senhora da Conceição Quem é do Congo...>bis =============================

Pai Miguel Lá em Angola tem um velho Que caminha devagar Ele é Pai Miguel de Angola Vem na banda trabalhar ============================

Pai Josias Oi salve Deus Salve os pretos de Aruanda Pai Josias chegou No terreiro de Umbanda ===========================

Pai Jeremias Canoeiro, canoeiro O que traz nessa canoa Trago pemba, trago guia Jeremias vem na proa Canoeiro, canoeiro O que traz nessa canoa Trago pemba, trago guia E o rosário de Maria ==========================

Linha de Pretos-Velhos Que preto é esse, oh Cambinda Que chegou agora, oh Cambinda É o Pai (...dar o nome), oh Cambinda Que veio de Angola. Firma ponto minha gente Preto velho vai chegar Ele vem de Aruanda Ele vem pra trabalhar Saravá o Preto Velho Saravá, saravá, saravá, Ele chegou no terreiro Ele vem nos ajudar Preto Velho tá quebrado> De tanto trabalhar> Preto Velho tá cansado> De tanto curimbar> bis Firma ponto, risca pemba> Que é longa a caminhada> Quem tem fé, tem tudo> Quem não tem fé, não tem nada> bis Meu pito tá apagado> Minha marafa acabou> Vou trabalhar pra suncê> Porque sou trabalhadô> bis Eu vou trabalhar> Suncê vai ganhar> Muito bongo, meu filho> E depois vem me pagar> bis Deixei meu cachimbo no toco Mandei o moleque buscar Na hora da derrubada Meu cachimbo ficou lá Zum, zum, bateu na porta Saravá vou ver quem é É o povo da aruanda É a falange de Guiné Arriou na linha de Congo É Congo, é Congo aruê Arriou na linha de Congo, Agora que quero ver. Congo, Rei Congo Congo chegou Congo é maravilha No terreiro saravou Preto velho senta no toco Faz o sinal da cruz Pede proteção a Zambi Para os filhos de Jesus Cada conta do seu rosário É um filho que ai está Se não fosse o Preto Velho Eu não sabia caminhar Quenguelê, Quenguelê, Xangô> Ele é filho da cobra coral >bis Olha o preto está trabalhando E o branco não está, está olhando... Chora meu cativeiro, meu cativeiro> Meu cativerá> bis No tempo da escravidão Preto Velho sempre trabalhou Sentado na sua senzala Batia tambor, saravá pai Xangô Bate tambor lá na Angola> Bate tambor> 3 x bis Pai Maneco bate tambor Pai José bate tambor Pai Joaquim bate tambor Bate tambor lá na Angola Bate tambor> bis E esse nego que veio de aruanda No terreiro de Umbanda Ele vem pra trabalhar E olha o passo na gira que o nego dá E olha o jeito desse nego trabalhar E olha o passo na gira que o nego dá E esse nego já foi dono de congá Lá nas matas tem as folhas da Jurema > bis A lua lá no céu surgiu E clareou os caminhos de Umbanda Aqui na terra filho de pemba> É guerreiro> Preto Velho surgiu> Como é linda a sua banda>bis A estrela lá no céu brilhou E clareou os caminhos de Umbanda E lá na terra filho de pemba pediu> Preto Velho ouviu> Com é linda a nossa Umbanda>bis Ai meu tempo faz tanto tempo Meu tempo que não volta mais Quando negros de Aruanda> Cantavam todos iguais>bis Nós somos feitos da castanha da aruanda Da proteção de Iemanjá Aruanda eh eh eh> Aruanda ah ah ah>bis Preto Velho ficava sentado No batique do velho portão Preto Velho com sua viola> Preto Velho com seu violão>bis Na festa da Conceição Todo mundo pedia implorava O menino pegava a viola> Preto Velho então cantarolava>bis Aruanda eh eh eh > Aruanda ah ah ah>bis ===========================

Tio Antônio Preto Velho que coisa é essa> Que me deixa o corpo mole>bis É mironga de Terreiro Preto Velho vai tirar Vai fazer reza bem forte Pra mandinga afastar Preto Velho que coisa é essa> Que me deixa com o corpo mole>bis Parece que é coisa feita Preto Velho vai tirar Mas não fique assustado Deste mal vou lhe livrar E depois você vai embora Vai pra casa descansar E depois que passar o tempo Volte aqui me visitar Eu cheguei no terreiro Risquei o meu ponto Quem é o primeiro? Eu cheguei no terreiro Risquei minha pemba Quem é o primeiro? O primeiro é aquele Que está lá no canto Com cara de pranto Qué falar com o homem > bis Venha cá mizi fio Jogaram feitiço em suncê Agora vá lá na encruza Acenda uma vela com fita amarela Farofa e dendê, que eu vai te proteger Que eu vai te proteger Eu vai te proteger, mas peça maleime Meu filho de fé Confia em mim, eu sou Embaé > bis Tira o cipó do caminho Oh criança Deixa Vovô atravessar É Preto Velho Que vem de aruanda Para trabalhar ===========================

Quem é aquele velhinho Que vem no caminho Andando devagar Com seu cachimbo na boca Pitando a fumaça e jogando pro ar Ele é do cativeiro Ele é Preto Velho Ele é mirongueiro O Preto Velho No tempo do cativeiro Trabalhava o dia inteiro Na senzala a matuscar Uma maneira de domingo Ir no terreiro Com arruda e guiné Saravá seu Orixá Hoje o preto Quando desce no terreiro Vem saravando os seus filhos Com licença de Oxalá Vem ensinando humildade e caridade E a todos que tem fé Um jeito de se salvar Ajuda eu Preto velho Ajuda eu a rezar Ajuda eu atabaque Ajuda eu a girar =================================

Na fazenda de Santa Rita Nego duro de se acordar Não trabalha porque não quer Tem cavalo pra arriar Não vou plantar café de meia Eu vou plantar canavial Café de meia não dá lucro Sinhá dona Canavial, marafo dá Amarra o boi, Preto Velho > Na porteira do congá > bis =============================

É preto, é preto, oi Cambinda Na terra de preto, oi Cambinda Eu também sou preto, oi Cambinda Na terra de preto, oi Cambinda Preto Velho quando vem da Aruanda Vem com Deus e a Virgem Maria Saravá o povo de Aruanda > Saravá o povo da Bahia > bis Tizorere,orere, orara>bis Os Pretos Velhos Quando vem pra trabalhar Vem trazendo a sua gente Para todo mal levar Ago, ago, vem saravar Filhos de Umbanda Ago, ago vem saravar Neste congá Saravá eles Como chefes de terreiro Saravá eles Com todos seus companheiros Ô meu São Benedito> Na coroa de Zambi tem congá > bis Seu carreteiro toca o carro devagar Que senão o carro vira E o carreteiro passa mal Sou Preto Velho e não gosto de lambança > Curo moço, curo velho > E também curo criança > bis Eiê, eiê, eiê, eiê, eiê Oi, eiê, eiê, eiê, eiá> O jongo é bom de lascar> no terreiro de dona Sinhá> bis ==================================

Preto Velho baixa na terra Faz coisas de admirar Planta um pé de banana Na mesma hora ela dá O tronco solta o cacho Se vê amadurecer Preto Velho tira a banana E dá pra todos comer Isto que quero ver> Pai de Santo que saiba fazer> bis Oiê, Senhor Macuta Oiê Senhor Macutá Ele vem de Angola Senhor Macutá Chegou agora, Senhor Macutá Com a mão na pemba Alcançou vitória, Senhor Macutá. É preto, é preto É do meu congá É preto, é preto Ora vamos saravá Kió viva a Angola Viva a Angola é>bis ============================

Preto Velho está na Angola Oi viva a Angola é Pai Maneco está na Angola Oi viva a Angola é Kió viva a Angola> Viva a Angola é>bis Pai Joaquim está na Angola Oi viva a Angola é Pai João está na Angola Oi viva a Angola é Kió viva a Angola> Viva a Angola é>bis Ainda bem que era dia Papai mandou chamar Firma a cabeça meus filhos Que tem preto pra chegar ===========================

Pai Luiz de Xangô Corisco o céu rasgou O chão do terreiro brilhou Com a sua cruz e o seu machado O Preto Velho Sua presença marcou Xangô, Deus do céu No Preto Sua voz ecoou Xangô, Justiceiro e humilde Sua falange ilumine =============================

São Benedito Tem pena dele Benedito Tenha dó Ele é filho de Zambi Ô São Benedito, tenha dó>bis 3 vezes Tem pena dele Nanã Tenha dó Ele é filho de Zambi Ô Nanã Tenha dó =================================

Ponto de Subida dos Pretos-Velhos Preto Velho vai ao ló Mas não deixa os filhos só> bis Ele vai pra Aruanda Junto com Zambi menor>bis =================================

A sineta do céu bateu> Oxalá já diz> É hora>bis Eu vou, eu vou, eu vou> Fiquem com Deus e> Com Nossa Senhora>bis ============================

E vai Preto Velho Subindo pro céu E Nossa Senhora Cobrindo com véu ==========================

A estrela brilha no céu Clareia a Umbanda Está na hora, o galo cantou Adeus meus filhos Preto Velho vai embora Fiquem com Deus E Nossa Senhora ============================

Ponto de Subida Tio Antônio O galo vai cantar Quando chegar a hora Pai Maneco pra aruanda Vai de volta na aurora Ele vai deixar Muito amor, muita alegria Vai pra junto de Iemanjá E da Virgem Maria ========================

Pretas-Velhas Pontos Individuais das Pretas-Velhas Vovó Maria Redonda Quem vem lá Quem combate demanda Ela é filha de Congo É Maria Redonda O Milagre da cura Dona Maria Redonda e Reinaldinho Dona Maria Redonda Pediu para eu cantar Um chamado de Cura Para que o povo aprenda Nem que não entenda Mais fique a chamar Pelo milagre da Cura Da ajuda mais pura Que vem da Corrente Olhe de frente Veja com Fé Deixe vazar a maré Preto-Velho só vem para curar Preto-Velho só quer ajudar Pelo Amor verdadeiro que tem A essência da luz e do bem. =============================

Vovó Sabina Vovó Sabina nega lavadeira > Lava roupa de sinhá > bis Lava roupa de sinhá Mas sua mãe é Iemanjá =============================

Vovó Chica Gira, gira, girou Vovó Chica chegou Gira, gira, girou Perto da Chica estou Vovó Chica é parteira e rezadeira Com tanta luz, também é curandeira De mãos postas com devoção Chica reza com o coração Gira, gira, girou Vovó Chica chegou Perto da Chica estou Seu tercinho branco está abençoado Junto do seu peito está guardado Cristo deu-lhe força e a luz E, com humildade, agradece a Jesus Gira, gira, girou Vovó Chica chegou Gira, gira, girou Perto da Chica estou Acabou meu cigarro de palha> Vó Chica é quem foi buscar>bis Rasgou a barra da saia> Pra fazer meu patuá>bis ======================================

Demanda com ponto de fogo> Vó Chica sabe desmanchar>bis Sua Umbanda é pro bem > E todo o mal vai levar>bis =============================

Vovó Maria Chica Preta Velha que vem no terreiro saravá Preta Velha que vem no terreiro trabalhar Ela é Maria Chica de aruanda Ela vem neste terreiro saravá Ela é Maria Chica de aruanda Ela vem neste terreiro trabalhar =============================

Vovó Catarina Vovó Catarina ê, ê Vovó Catarina ê, á Vovó Catarina vem de Angola Vovó Catarina ê, á ==========================

Vovó Catarina que tem poder> Tem na Umbanda muito haver > bis Ela vem da aruanda Com a fé de Oxalá Traz arruda e guiné Pra rezar filhos de fé ============================

Vovó Maria Conga Abre este terreiro Abre este congá Chegou Maria Conga Que vem trabalhar Saravá Umbanda Saravá Quimbanda Saravá quem manda Saravá você =============================

Mãe Maria da Praia Ai vem Mãe Maria Que vem do lado de lá Vem pedindo licença a Oxalá E a grande Sereia do Mar Ai vem Mãe Maria Que vem neste congá Abençoar os filhos de fé E todo mal levar ================================

Vovó Maria de Angola Letra: Cláudio Bittencourt Saravá Maria de Angola Preta Velha guerreira Saravá Maria de Angola Nega benzedeira Vovó Maria no terreiro Faz mandinga com arruda e patuá Dá a sua proteção E vem seus filhos ajudar ================================

Vestida de branco está Maria de Angola Veio trabalhar no congá de Oxalá Perfuma com arruda e guiné E no terreiro firma a sua fé Ela reza pra Jesus, Maria e José Que firme este terreiro E não deixe cair filho de fé É de Angola> Só veste branco> Vovó Maria> No congá firma seu ponto>bis ================================

Vovó Maria das Dores Letra e música: Ivo Vózinha Maria das Dores > Acende seu pito na banda de cá > bis Pegou um pouco d'água > Misturou com erva > E fez um remédio > Pros filhos curar > bis ====================================

Mãe Jacira Letra e música: Bitty Ela vem do mar Ela vem da areia Ela é Preta Velha De mamãe Sereia Ela é lavadeira Ela de Sinhá Ela é a Mãe Jacira Preta de Iemanjá ==================================

Vovó Maria da Bahia Vovó Maria, ela veio da Bahia Ela vem pra trabalhar Tem licença de Pai Oxalá Vovó Maria, ela veio da Bahia Vem trazendo a sua pemba, sua guia E o rosário da Virgem Maria =============================

Vovó Maria Vovó Maria> Ela vem da Bahia> bis Ela vem pra trabalhar Com licença do Pai Oxalá Vem trazendo sua pemba, a sua guia Seu rosário da Virgem Maria ===================================

Vovó Cambinda Cambinda mamanhê Cambinda mamanha Segura Cambinda Que eu quero ver Filho de pemba não tem querer ===============================

Tia Maria da Bahia Ê Tia Maria, preta velha da Bahia> Refrão Segura a barra da saia Dança na ponta do pé Quando pega no rosário Traça Umbanda e Candomblé, Tia Maria Refrão Rezadeira de quebranto Mal olhado e desencanto Feiticeira, curandeira Dobradora de Junqueira, Tia Maria Refrão Ninguém segura seu ponto Sua pemba e muita fé E quem quiser falar com ela Ganha figa de guiné, Tia Maria Refrão ================================

Tia Maria de Mina Quem é a preta velha sentada no toco Meu Senhor das Almas, me diga quem é? É Tia Maria de Mina, meu filho Trabalhando com fé Trouxe arruda e guiné ===============================

Mãe Maria de Mina Mãe Maria de Mina vem de Aruanda Pra salvar seus filhos Pra vencer demanda Oh preta velha você não me engana Amarra a saia com palha de cana E o cigarro que ela fuma É de palha de Aruanda ==========================

Vovó Benedita Benedita você tem um congá Que é uma beleza Um terreiro enfeitado Muitos doces sobre a mesa ==============================

Figa cruzada, e bem trabalhada Veio da Bahia Vovó Benedita chegou com sua magia No seu patuá do Senhor do Bonfim Ela acredita Saia engomada e bata rendada Veste Benedita Figa cruzada, corpo fechado É com Benedita Seus búzios jogados em pano amassado Ela confia Curimba marcada em ponto riscado É sua gira>bis No seu patuá do Senhor do Bonfim Ela acredita Curimba marcada em ponto riscado É sua gira>bis ===============================

Vovó Zulmira Letra e música: Luciano Miranda Lá vem Vovó Zulmira> Ela vem trabalhar> bis Vem tirar toda mandinga> E seus filhos iluminar> bis Preta Velha trabalha na Umbanda Preta Velha combate demanda Saravá Vovó Zulmira que chegou neste conga>bis Aruê, aruê, aruê, aruê aruê aruá Saravá vovó Zulmira que chegou pra trabalhar>bis ===========================================

Linha das Pretas-Velhas Vovó tem sete saias Na última saia tem mironga Vovó veio de Angola Pra salvar filhos de Umbanda Com seu patuá, figa de guiné Vovó veio de Angola Pra salvar filhos de fé Oh preta velha Você não me engana Amarra a saia Com palha de cana E o cigarro que ela fuma> É de palha de Aruanda> bis Tudo que peço à vovó ela faz Também o que peço a vovô ele faz O que quero mais O que quero mais Letra e música: entidade Pai Maneco Flor de Laranja Vovó pegou Trouxe pro terreiro cuscuz e marafo Cuscuz e marafo ela entregou Na encruzilhada ela saravou Saravou, Saravou... Vovó viveu No tempo da escravidão Corria o milharal Com a enxada na mão Benzia, fazia mironga Ajudava seus irmãos E um dia lá no céu Jesus lhe deu a redenção A nega mandou fazer macumba Pra me tirar da favela O meu santo é muito forte E quem vai sair é ela>bis O meu santo é muito forte E quem vai sair é ela Ai vem, vem, vem As vovós de Aruanda Elas vem goivando> Na lei de Umbanda>bis ===================================

Navio negreiro no meio do mar > bis Correntes pesadas na areia a arrastar E a negra escrava tristonha a chorar Saravá nossa Mãe Iemanjá Saravá nosso Pai Oxalá ==================================

Ponto de Subida das Pretas-Velhas Preta-Velha vai ao ló Mas não deixa os filhos só>bis Ela vai pra Aruanda Junto com Zambi menor>bis Outro: A sineta do céu bateu> Oxalá já diz> É hora>bis Eu vou, eu vou, eu vou> Fiquem com Deus e> Com Nossa Senhora>bis ==========================

E vai Preta-Velha Subindo pro céu E Nossa Senhora Cobrindo com véu A estrela brilha no céu Clareia a Umbanda Está na hora, o galo cantou Adeus meus filhos Preta-Velha vai embora Fiquem com Deus E Nossa Senhora





Pontos de Caboclos.
CABOCLOS

CABOCLOS

INA, INA GUINÉ BABÁ INA, INA GUINÉ INA, INA GUINÉ BABÁ INA, INA GUINÉ É É ELE É SEU PENA VERDE INA INA GUINE ELE É SEU MATA VIRGEM INA INA GUINE ELE É SEU PEDRA CORAL INA INA GUINE ELE É SEU CAÇADOR INA INA GUINE É A CABOCLA JACIRA INA INA GUINE É É INA, INA GUINÉ BABÁ INA, INA GUINÉ INA, INA GUINÉ BABÁ INA, INA GUINÉ É É ELE É SEU SETE FLECHAS INA INA GUINE É O CABOCLO DA MATA INA INA GUINE ELE É SEU UBIRATÃ INA INA GUINE É A CABOCLA INAJARA INA INA GUINE É A CABOCLA JUNIARA INA INA GUINE É A CABOCLA JUREMA INA INA GUINE É O SEU SETE ESTRELAS INA INA GUINE E SÃO TODOS OS CABOCLOS INA INA GUINE É É ==========================

PENA VERDE SEU PENA VERDE QUANDO VEM LÁ DE ARUANDA VEM EM NOME DE OXALÁ SUA MISSÃO É MUITO GRANDE É ESPALHAR A CARIDADE E SEUS FILHOS ABENÇOAR ELE SAUDA A MÃE OXUM (ORA IE IEU) ELE SAUDA PAI OXALÁ (EXEUEPE BABÁ) SAUDA TODOS OS SEUS FILHOS SAUDA ESSE GONGÁ ==============================

PENA VERDE MAS COMO É LINDO ASSISTIR FESTA NA MATA OUVIR O SOM DAS CASCATAS E O LINDO CANTO DO SABIÁ QUE NOITE LINDA QUE LINDA NOITE DE LUAR SOB O CLARÃO DA LUA EU VI SEU PENA VERDE CHEGAR A MATA ESTAVA EM FESTA TODA COBERTA DE FLORES ATÉ, OS PASSARINHOS CANTAM (OKÊ CABOCLO) ELES CANTAM EM SEU LOUVOR Ô, Ô, Ô, Ô MAS QUANTA BELEZA Ô, Ô, Ô, Ô QUANTO ESPLENDOR COMO É BOM TER A CERTEZA QUE SEU PENA VERDE É MEU PROTETOR ===========

============= SUBIDA PENA VERDE A SUA MATA É LONGE ELE VAI EMBORA E VAI BEIRANDO O RIO AZUL SEU PENA VERDE DESSA BANDA VAI EMBORA E VAI BEIRANDO O RIO AZUL ============================

MATA VIRGEM A NOSSA MISSÃO É GRANDE MAS NA UMBANDA TEMOS QUE CAMINHAR MEU PAI OXOSSI É O REI DA MATA VIRGEM É O ENVIADO DE PAI OXALÁ FOI ELE QUEM MANDOU FIRMAR A NOSSA GIRA FOI ELE QUEM MANDOU FIRMAR NOSSO GONGÁ Ô SARAVÁ SEU MATA VIRGEM DA JUREMA SARAVÁ MEU PAI OXOSSI ELE É O REI DO PANAIÁ =======================

MATA VIRGEM ESTAVA NA MATA UMA CORAL PIOU FILHO DE UMBANDA PASSOU E FICOU ESPIANDO MAS ELE É SEU MATA VIRGEM DE UMBANDA QUANTO MAIS A MATA ANDA ESTÁ TRABALHANDO =========================

CABOCLO CAÇADOR CABOCLO A SUA MATA É LINDA É VERDE DA COR DO MAR AUÊ CAÇADOR DA JUREMA AUÊ CAÇADOR DA JUREMA AUÊ CAÇADOR DA JUREMA

JUREMÁ ====================== CABOCLA JACIRA JACIRA CAMINHAVA PELA MATA QUANDO PAI OXOSSI LHE CHAMOU EM RESPOSTA A SEU CHAMADO O BRADO DA JACIRA NO TERREIRO ECOOU SUAS ARMAS SÃO SUAS MÃOS A ABENÇOAR SUA LUTA É A DE JESUS NOSSO SENHOR SUA FORÇA VEM DO CORAÇÃO DE MAMÃE OXUM TRANSBORDANTE DE AMOR ==========================

CABOCLO QUEM MANDA NA MATA É OXOSSI OXOSSI É CAÇADOR OXOSSI É CAÇADOR EU VI MEU PAI ASSOVIAR EU JÁ MANDEI CHAMAR É DE ARUANDA Ê É DE ARUANDA Á TODOS OS CABOCLOS DESSA BANDA É DE ARUANDA Á CABOCLO ===========================

OXALÁ MANDOU ELE MANDOU BUSCAR OS CABOCLOS DA JUREMA LÁ DO JUREMÁ PAI OXALÁ É REI DO MUNDO INTEIRO MANDOU ORDENS PRÁ JUREMA MANDAR SEUS CAPANGUEIROS BAIXAI, BAIXAI LINDOS CABOCLOS DE PENA NESSE TERREIRO ESSA É A ORDEM SUPREMA ==============================

ARRIA CAPANGUEIROS CAPANGUEIROS DA JUREMA ARRIA CAPANGUEIROS CAPANGUEIROS JUREMÁ =========================

EU NUNCA VI ESSE GONGÁ TREMER EU NUNCA VI ESSE GONGÁ TREMER QUEM TEM SANGUE DE CABOCLO AGORA QUE EU QUERO VER ======================

CABOCLO, CABOCLO ELE É FILHO DA GUINÉ SE SEU PAI É REI ELE É PRÍNCIPE É =======================

CABOCLO QUANDO VEM LÁ DA MATA BEBEU ÁGUA NA CASCATA O SEU PAI LHE ENSINOU LHE ENSINOU O SEU PAI LHE ENSINOU ESSE CABOCLO É FILHO DE XANGÔ ============================

CAIU UMA FOLHA NA JUREMA VEIO O SERENO E MOLHOU E DEPOIS VEIO O SOL ENXUGOU, ENXUGOU E A SUA MATA SE ABRIU TODA EM FLOR ============================

EU JÁ MANDEI FAZER TRES CAPACETES DE PENA UM É PRA JACIRA OUTRO É PRÁ JUPIRA OUTRO É PRA JUREMA ===========================

VESTIMENTA DE CABOCLO É SAMAMBAIA É SAMAMBAIA É SAMAMBAIA SAIA CABOCLO NÃO SE ATRAPALHA SAIA DO MEIO DA SAMAMBAIA ==========================

Ê JUREMÊ, Ê JUREMÁ SUA FOLHA CAIU SERENA JUREMA, DENTRO DESSE GONGÁ SALVE SÃO JORGE GUERREIRO SALVE SÃO SEBASTIÃO E OS CABOCLOS DA JUREMA QUE NOS DÊEM A PROTEÇÃO (Ê JUREMA) ==========================

SUCURI, JIBÓIA QUANDO VEM BEIRANDO O MAR OLHA COMO GORGUROU A SUA COBRA CORAL ==========================

TUMBA Ê CABOCLO (TUMBA LÁ E CÁ) TUMA Ê GUERREIRO (TUMBA LÁ E CÁ) TUMBA Ê MEU PAI (TUMBA LÁ E CÁ) NÃO ME DEIXE SÓ (TUMBA LÁ E CÁ) ==============================

CABOCLO NÃO TEM CAMINHO PARA CAMINHAR CAMINHA POR CIMA DA FOLHA POR BAIXO DA FOLHA POR TODO O LUGAR ==========

==================== QUEBRA PAU, ARRANCA TÔCO EU QUERO VER, QUEM TEM CABOCLO ==============================

EU DEI UM TIRO NA SAMAMBAIA NÃO HÁ CABOCLO DESSA MATA QUE NÃO SAIA ==========================

JÁ DIZIA UM CABOCLO UMBANDA É PRÁ QUEM TEM FÉ SEU NOME FICOU GRAVADO NA FOLHA DE UMA GUINÉ ==============================

É PAU, É PEDRA, É SEIXO MIÚDO PULA CABOCLO POR CIMA DE TUDO ===============================

TAVA NO MATO, TAVA NO MATO TAVA BEM ESCONDIDINHO TAVA NO MATO, TAVA NO MATO CAÇANDO SEU PASSARINHO ================================

AS FOLHAS QUE A JUREMA TEM ELAS MATAM E CURAM TAMBÉM A ÁGUA LÁ DA CACHOEIRA MATA A SEDE QUE O CABOCLO TEM =================================

ELE É CABOCLO DA BANDA DE LÁ (2X) QUANDO VÊ A COBRA CORRE PRÁ MATAR ELE ATIROU A SUA FLECHA MAS ERROU SENTOU-SE NA AREIA E PÔS-SE A CHORAR =============================

NASCI NA MATA DA MATA EU NÃO TENHO MEDO EU NASCI NA MATA DEBAIXO DE UM ARVOREDO COBRA CAINANA É QUEM SABE DO MEU SEGREDO EU NASCI NA MATA DEBAIXO DE UM ARVOREDO =================================

CABOCLO QUANDO VIU O PAVÃO CABOCLO SE ADMIROU CABOCLO CORREU PRÁ PEGAR PAVÃO BATEU ASAS E VOOU =============================

NÓS SOMOS DOIS GUERREIROS DOIS IRMÃOS UNIDOS SEU NOME É TUBAÍBA É FILHO DE AIMORÉ DA TRIBO DOS GUARANIS SEU IRMÃO CHAMA PERI AIMORE, MORÉ, MORÉ AIMORE, MORÉ, MORÉ AIMORE, MORÉ, MORÉ, MORÉ. ============================

AH COMO É LINDO O PISAR DOS CABOCLOS QUE PISAM NA AREIA NO RASTRO DOS OUTROS SALVE YEMANJÁ, SALVE A SEREIA SALVE OS CABOCLOS QUE PISAM NA AREIA SALVE A SEREIA, SALVE YEMANJÁ SALVE AS CABOCLAS DAS ONDAS DO MAR =============================

SALVE XANGÔ NA PEDREIRA SALVE OGUM NO HUMAITÁ SALVE OXUM NA CACHOEIRA SALVE A SEREIA NO MAR SALVE TODOS OS CABOCLOS QUE VEM AQUI TRABALHAR VEM NOS TRAZENDO AS BENÇÃOS DE NOSSO PAI OXALÁ ==

=========================== TINDOLELÊ, AUÊ KAUISSA TINDOLELÊ É O SANGUE REAL SE ELE É FILHO EU SOU NETO DA JUREMA TINDOLELÊ, AUÊ KAUISSA KAUISSA É O REI É ORIXÁ ===========================

ESTRELA MATUTINA CLAREIA A UMBANDA SEM PARAR ESTRELA CLAREOU REINO DA GLÓRIA ESTRELA CLAREOU ESSE GONGÁ ESTRELA CLAREOU A MATA VIRGEM Ê Ê, Ê Ê, Ê Á ===============================

CABOCLO BOM, CABOCLO BOM VENCEDOR DE DEMANDA CABOCLO BOM, CABOCLO BOM ELE VEM DE ARUANDA EU TENHO FÉ NA VIRGEM MARIA E A ESTRELA DALVA HÁ DE SER A NOSSA GUIA ==========================

ENTREI NA MATA UM DIA VI UM CABOCLO SENTADO NA PEDRA FRIA ELE CANTAVA, ELE ASSOVIAVA E LÁ NO CÉU UMA ESTRELA BRILHAVA =================================

CABOCLO (JUREMA / JACIRA / YARA) JUREMA QUANDO VEM TRAZ UMA ROSA JACIRA QUANDO VEM TRAZ UM JASMIM YARA, CABOCLA DE PENA YARA TENHA PENA DE MIM Ô, JACIRA, Ô JUREMA YARA TENHA PENA DE MIM ===============================

PEDRA CORAL É UM INDIO, É UM INDIO, É UM INDIO ELE É UM ÍNDIO, AONDE O SOL NASCEU PEDRA CORAL, ELE É UM ÍNDIO ELE É UM INDIO, AONDE O SOL NASCEU> ==================================

PEDRA CORAL SEU PEDRA CORAL ME DISSE QUE NA SUA ALDEIA FALTAVA CABOCLO PISA NO RASTRO DO OUTRO, CABOCLO PISA NO RASTRO DO OUTRO =================================

CABOCLO (MATA VIRGEM / PEDRA CORAL) NO CENTRO DA MATA EU VI DOIS NOMES GRAVADOS NUM TRONCO DE PAU UM ERA SEU MATA VIRGEM O OUTRO SEU PEDRA CORAL NO CENTRO DA MATA EU VI SEU MATA VIRGEM FALAVA NA LÍNGUA DOS GUARANIS ===========================

CABOCLO CAÇADOR CAÇA, CAÇA, CAÇADOR COMO É LIDO O SEU CAÇAR CAÇA, CAÇA, CAÇADOR CAÇADOR DA JUREMÁ ===============================

CABOCLO CAÇADOR REI CAÇADOR NA BEIRA DO CAMINHO OI NÃO ME MATE ESSA CORAL NA ESTRADA ELA ABANDONOU SUA XOUPANA CAÇADOR FOI NO ROMPER DA MADRUGADA ==============================

CABOCLA JACIRA A MATA ESTAVA EM FESTA TODA COBERTA DE FLOR E OS PASSARINHOS CANTAVAM JACIRA, EM SEU LOUVOR SUCURI PIOU, PIOU, PIOU SUCURI PIOU, PIOU, PIOU SUCURI PIOU LÁ NA MATA PIOU,PIOU,PIOU> ==============================

CABOCLA JUREMA QUE LINDO CAPACETE DE PENAS QUE TEM A CABOCLA JUREMA É LINDO, QUEM LHE DEU FOI OXALÁ ERÊ RÊRÊ, RERÁ ============================

CABOCLA JUREMA JUREMA SUA FLECHA ZUOU E FOI CAIR LÁ NO SERTÃO DA JUREMÁ MAS ELA É A CABOCLA QUE ME GUIA ELA TRAZ NO SEU BODOQUE O NOME DA VIRGEM MARIA ============================

CABOCLA JUREMA NO CENTRO DA MATA VIRGEM UMA LINDA CABOCLA EU VI COM SEU SAIOTE FEITO DE PENAS ERA JUREMA FILHA DE TUPI JUREMA, JUREMA, JUREMA LINDA CABOCLA FILHA DE TUPI ELA VEM LÁ DA JUREMA VEM FIRMAR SEU PONTO NESTE GONGÁ ============================

CABOCLA JUREMA JUREMA QUANDO VEM LÁ DA PRAIA COM SEU SAIOTE DE PENA E SUA FLECHA DE INDAIÁ ELA ESCREVEU O SEU NOME NA AREIA SARAVÁ MAMÃE SEREIA NA FÉ DE PAI OXALÁ MAS ELA É, ELA É, ELA É A MENINA DOS OLHOS DO CACIQUE AIMORÉ =============================

CABOCLA JUREMA CHAMEI CABOCLO PARA PROCURAR UMA MORENA VESTIDA DE PENA PRÁ VER A FORÇA QUE A JUREMA TEM PRÁ VER A FORÇA QUE A JUREMA DÁ Ô JUREMA, Ô JUREMA OLHA O SEU JUREMÁ =========================

CABOCLA JUREMA DE MADRUGADA EU PASSEAVA NA FLORESTA QUANDO VI A PASSARADA CANTANDO COM ALEGRIA ERA UM NOVO DIA DE FESTA QUE A JUREMA PREPARAVA E CANTANDO ELA DIZIA: _ "Ô, TERRA MIÚDA TERRA DE BOA GENTE QUEM TEM CABOCLO É BOM QUEM NÃO TEM QUE SE AGÜENTE" =============================

CABOCLA JUREMA JUREMA SEU SAIOTE É DE PENA SEU COCAR É AZUL DA COR DO CRUZEIRO DO SUL JUREMA FILHA DE TUPINAMBÁ A SUA COROA QUEM LHE DEU FOI OXALÁ =============================

CABOCLO COBRA CORAL O MEU CABOCLO QUANDO VEM NA ALDEIA ELE TRAZ NA CINTA UMA COBRA CORAL ELE É O SEU COBRA CORAL (4X) ==================================

CABOCLO SETE-FLECHAS ERERÊ CABOCLO SETE-FLECHAS NO GONGÁ SARAVÁ SEU SETE-FLECHAS ELE É O REI DA MATA A SUA BODOCA GIRA (Ô PARANGA) A SUA FLECHA MATA =========================

CABOCLO SETE-FLECHAS FOI NUMA TARDE SERENA LÁ NAS MATAS DA JUREMA EU VI OS CABOCLOS BRADAREM QUIÔ, QUIÔ, QUIÔ, QUIÔ, QUIERA SUA MATA ESTAVA EM FESTA SARAVÁ SEU SETE-FLECHAS QUE ELE É O REI DA FLORESTA ===========================

CABOCLO FLECHEIRO ONTEM SUBI NA MACAIA OLHEI LÁ DE CIMA E VI VI SEU FLECHEIRO CAÇANDO, PULANDO E DANÇANDO, EU VI OLHEI PRÁ ELE E FIQUEI ADMIRADO COM A FORÇA QUE ELE TEM COMO A SUA FLECHA MATA ============================

CABOCLO FLECHEIRO (DEMANDA) ELE É CABOCLO, ELE É FLECHEIRO (BUMBA NA CALUNGA) É MATADOR DE FEITICEIRO (BUMBA NA CALUNGA) ELE VAI FIRMAR SEU PONTO (BUMBA NA CALUNGA) VAI FIRMAR É LA NA ANGOLA (BUMBA NA CALUNGA) SETE ESTRELAS LHE ACOMPANHAM (BUMBA NA CALUNGA) SETE ESTRELAS LHE ALUMIAM (BUMBA NA CALUNGA) ELE VAI FIRMAR SEU PONTO (BUMBA NA CALUNGA) COM DEUS E A VIRGEM MARIA (BUMBA NA CALUNGA) =============================

CABOCLO TUPINAMBÁ NO CENTRO DA MATA VIRGEM EU VI UMA CORAL PIAR PIAVA PORQUE ESTAVA PRESA ENROLADA NO BODOQUE DE TUPINAMBÁ ================================

CABOCLO ROMPE MATO LÁ NO ALTO DA PEDREIRA NO MEIO DA MATA UM BRADO ECOOU ERA O SEU ROMPE MATO UM CABOCLO DE XANGÔ A LUA ILUMINA O CÉU ERA UM DIA DE FESTA ELE VEM ACOMPANHADO DE CABOCLO SETE FLECHAS ======

======================= CABOCLO TREME-TERRA TREME TERRA, TREME MAR QUERO VER TERRA TREMER SOU CABOCLO, SOU AFRICANO QUERO VER TERRA TREMER ============================

CABOCLO UBIRAJARA QUE CABOCLO É AQUELE SEU PENACHO É DE ARARA DO SERTÃO DA MATA VIRGEM DO SERTÃO DA MATA VIRGEM ELE É CABOCLO UBIRAJARA OKÊ, OKÊ, OKÊ OKÊ, MEU CABOCLO, OKÊ ==============================

CABOCLO UBIRAJARA UBIRAJARA QUANDO CHEGOU NÃO TEMEU A CABOCLO NENHUM UBIRAJARA É CABOCLO OUSADO NÃO TEMEU A CABOCLO NENHUM EDMUNDO VELHO EDMUNDO EU ME CHAMO UBIRAJARA MEU PAI OXOSSI É GUARDIÃO DO OUTRO MUNDO ===============================

CABOCLO GIRA-SOL CABOCLO LINDO QUE VEM LÁ DA BAHIA TRAZ NAS MÃOS TRÊS AVE MARIAS UMA É DA LUA, OUTRA É DO SOL A OUTRA É GUIA DE CABOCLO GIRA-SOL ===================================

CABOCLO (GENÉRICO) ELE ATIROU ELE ATIROU NINGUÉM VIU SÓ ................... É QUEM SABE AONDE A FLECHA CAIU =============================

CABOCLO (PEDINDO AJUDA) EU VOU PEDIR MEU PAI EU VOU PEDIR EU VOU PEDIR PRO SENHOR PRÁ ME AJUDAR COM A FORÇA DA JUREMA E TODO O JUREMÁ EU VOU PEDIR MEU PAI PRO SENHOR PRÁ ME AJUDAR ============================

CABOCLO (SUBIDA) CABOCLO VAI EMBORA PRÁ CIDADE DA JUREMA O BOM JESUS TÁ LHE CHAMANDO PRÁ CIDADE DA JUREMA ONDE ELE VAI SER COROADO NA CIDADE DA JUREMA COM A COROA DE ARERÊ NA CIDADE DA JUREMA. ==========================

CABOCLO (SUBIDA) CABOCLO PEGA SUA FLECHA PEGA O SEU BODOQUE O GALO JÁ CANTOU O GALO JÁ CANTOU LÁ NA ARUANDA OXALÁ LHE CHAMA PARA A SUA BANDA ==========================

CABOCLO (SUBIDA) O GALO CANTOU JÁ CHEGOU A HORA OXALÁ TÁ LHE CHAMANDO OS CABOCLOS VÃO EMBORA ===========================

CABOCLO (SUBIDA) SAUDADE É PRA QUEM FICA CHORANDO CABOCLO NÃO DABE CHORAR ADEUS TERRA DE UMBANDA ATÉ PRO ANO, ATÉ LOGO, ATÉ JÁ





Pontos de BoiadeirosBoiadeiro_das_Almas


Pontos de Boiadeiros (com nomes) Boiadeiro Capitão Sou boiadeiro, sou sim Senhor Sou boiadeiro lá do sertão Conhecido como Zé do Mato Mas o apelido é Capitão Sou caboclo de suporte Sou temido como o trovão Protegendo a boiada Com meu cavalo alazão Bebo pinga e chimarrão E como proteção Tenho no meu peito Deus Nosso SENHOR =========================

Boiadeiro Nhô Zé da Porteira Boiadeiro, sou boiadeiro Neste pampa sem igual Meu reino é a coxilha Meu trono é meu bagual Vem Nhô Zé, vem Nhô Zé Boiadeiro curandeiro Boiadeiro benzedor Boiadeiro curandeiro Boiadeiro rezador Vem Nhô Zé, vem Nhô Zé Vem, vem cá nos ajudar>bis =============================

Boiadeiro Venâncio Cem anos se passaram Venâncio viveu a vida De amor e alegria Era festa todo dia Eêê Boiadeiro, Eêê Boiadeiro Então do céu a voz de Deus falou>bis Do cavalo a viola > Do sol a lua > Do vento a chuva> Você boiadeiro viveu>bis E hoje no terreiro> Abençoa os filhos de Umbanda> Velho sábio verdadeiro> Em nome de Oxalá> Nosso Senhor!>bis Eêê Boiadeiro, Eêê Boiadeiro =============================

Boiadeiro Zezinho Boiadeiro na porteira Benedito na Aruanda Chama o povo Boiadeiro Vem chegando de mansinho Casqueador Zezinho> Vem Ogum de mansinho>bis Abrir pra mecê meu filho Todos os seus caminho =============================

João Boiadeiro Vem cá guria depressa Venha ventando Que é pra ver João Boiadeiro Cachaça que desce queimando(homens) Pega as coisas lá pro homem Chicote ele estala no peito Não tem boi que seja bobo De faltar-lhe com respeito(mulheres) Chegou, chegou, chegou João Boiadeiro no terreiro chegou>bis Chegou João Boiadeiro chegou>bis ================================

O seu laço é forte Seu bastão toca a boiada! João boiadeiro é meu irmão! Irmãozinho e camarada! ============================== Pontos de Boiadeiros (diversos) ********************************

Ó Deus salve esta casa santa Ó santa, ó santa Onde Deus fez a sua morada Morada, morada Onde mora o cálice bento > E a hóstia consagrada > bis =============================

Valei-me meu bom Boiadeiro Dai-me forças pra tristeza suportar Vou soltar o nó da boleadeira> Boiadeiro> Pra Prenda poder voar>bis Toca o berrante, Boiadeiro Toca forte que é pra Prenda escutar E guia a Prenda em segurança> Boiadeiro> Pra plagas do Pai Oxalá> bis

========================== Caboclo, Caboclo Boiadeiro Sua luz chegou Aqui neste terreiro Vamos saravar Caboclo Boiadeiro ===========================

Mas que lindo caboclo chegou É um lindo caboclo ligeiro Saravá esta linda Umbanda Aqui chegou o Caboclo Boiadeiro Ele veio do sertão Correndo pelas estradas Estalando seu chicote Carreando sua boiada Ai, ai, ai meu Deus do céu Ai, ai, ai Virgem Maria Umbanda de Boiadeiro Vara o raiar do dia =================================

Seu boiadeiro por aqui choveu Seu boiadeiro por aqui choveu Choveu, choveu Relampiou Foi nessa água que seu boi nadou Mas, Seu boiadeiro por aqui choveu Seu boiadeiro por aqui choveu Choveu, choveu Que água rolou Foi nessa água que seu boi nadou =================================

Seu boiadeiro cadê sua boiada? Sua boiada ficou em Belém Chapéu de couro ficou lá também Chapéu de couro ficou lá também ===============================

Olha meu camarada Camarada meu Olha meu camarada Camarada meu Sou Boiadeiro que cheguei aqui agora Candomblé toca no keto Mandar tocar angola =======================================

(Substitua BOIADEIRO por um nome de orixá - exemplo abaixo ) Olha meu camarada Camarada meu Olha meu camarada Camarada meu Sou Zé do Laço que cheguei aqui agora Candomblé toca no ketO UMBANDA TOCO NA ANGOLA. =============================

Chetruê, Chetruá Corda de laçar meu boi Chetruê, Chetruá Corda de meu boi laçar Chetruê, Chetruá Corda de laçar meu boi Chetruê, Chetruá Corda de meu boi laçar ===========================

Seu Boiadeiro cadê sua boiada? Seu boiadeiro Cade sua boiada? Seu boiadeiro na Jurema é nosso pai É nosso camarada Seu boiadeiro na Jurema é nosso pai É nosso camarada ============================

Chetruê, Chetruá Minha corda é de laçar Chetruê, Chetruá Meu boi fugiu mandei buscar =================================

A sua boiada É de trinta e um A sua boiada é de trinta e um Já contei os rinta tá faltando um Já contei os trinta Tá faltando um ===============================

Toque o berrante, boiadeiro Toque o berrante Toque o berrante pra anunciar sua chegada É os boiadeiros que vem lá de Aruanda Pra trabalhar nesta tenda de Umbanda ===============================

Ganhei um tostão Que meu pai me deu Para pagar a um boiadeiro Pra brincar mais eu ===========================

Ia passando, a morena me chamou, Ia passando, a morena me chamou... Falei p'rá ela que eu não sou palhaço, Já estou desconfiado comigo não há embaraço =============================

A menina do sobrado mandou lhe chamar pra ser criado A menina do sobrado mandou lhe chamar pra ser criado Ele mandou dizer a ela que estava tocando seu gado Ele mandou dizer a ela que estava tocando seu gado Auê boiadeiro ele gosta do samba rasgado Auê boiadeiro ele gosta do samba rasgado Auê boiadeiro ele gosta do samba rasgado Auê boiadeiro ele gosta do samba rasgado =============================

Boiadeiro da Jurema Seu boiadeiro olha que linda boiada. Seu boiadeiro olha que linda boiada. Mas ele é seu boiadeiro da Jurema é nosso camarada. Mas ele é seu boiadeiro da Jurema é nosso camarada. ==============================

Na estância de boiadeiro, eu bebi água de gravatá. Na estância de boiadeiro, eu bebi água de gravatá. Eu bebi água de gravatá seu boiadeiro, eu bebi água de gravatá. Eu bebi água de gravatá seu boiadeiro, eu bebi água de gravatá. ============================

Boiada boa, boiada de São Vicente. Boiada boa, boiada de São Vicente. No meio de tanto boi não achei nenhum doente Oi no meio de tanto boi não achei nenhum doente ================================

Pedrinha miudinha, da Luanda ê. Lajedo tão grande, tão grande na Aruanda ê. ============================

Oh Isaura toca viola. Oh Isaura toca viola. Toca viola ô Isaura toca viola. Toca viola ô Isaura toca viola. ===============================

Seu boiadeiro da estaçao da Leopoldina estava carregando gado pra uma estação de Minas Seu boiadeiro da estaçao da Leopoldina estava carregando gado pra uma estação de Minas Mineiro ê Mineiro uai Seu boiadeiro veio aqui pra trabalhar ================================

Eu tenho meu chapéu de couro. Eu tenho minha guiada. Eu tenho meu lenço vermelho. para tocar minha vaquejada. =====================================

Olha a ponta do laço, ôo vaqueiro. Oi veio topar, oi veio topar, na porteira do curral. ==============================

Boiadeiro do Sertão Seu boiadeiro vem do sertão, um pé calçado outro no chão =============================

Folha por folha, na mangueira tem. Folha por folha, na mangueira tem. minha guiada êee minha guiada êea Folha por folha, na Jurema tem. Folha por folha, na Jurema tem. minha guiada êee minha guiada êea ==================================

Na minha boiada ainda me falta um boi oi me falta um oi me faltam dois Na minha boiada me falta um boi oi me falta dois oi me faltam três ==============================

Abalei minha roseira para tirar do caminho. Na aldeia de boiadeiro não se pisa em espinho. Na aldeia de boiadeiro não se pisa em espinho. ====================================

Toma lá vaqueiro, toma jaleco de couro. Toma jaleco de couro, oi na porteira do curral ================================

Cadê minha corda de laçar meu boi. O meu boi fugiu eu não sei pra onde foi. =======================================

Boiadeiro Vira Sol Aiô estrela ela brilha sem passar Aiô estrela ela brilha sem passar Boiadeiro vira sol em cima da terra está trabalhando Boiadeiro vira sol em cima da terra está trabalhando ==========================

Aindoke, eu dei um tiro quero ver zunir Aindoke, eu dei um tiro quero ver cair ======================================

SEU BOIADEIRO SOU EU QUEM LHE CHAMA VEM ATENDER MEU CHAMADO SEU BOIADEIRO SOU EU QUEM LHE CHAMA TU ÉS O MEU ADVOGADO SEGURA O COURO, OGÃ! BENDITO SEJA LOUVADO SEGURA A CANTIGA, MOÇA AÍ VEM MEU ADVOGADO! ===================================

BARRACÃO TÁ ENFEITADO MEU DEUS, QUE ZUADA É ESTA? BOIADEIRO TÁ CHEGANDO VAMOS ANIMAR A FESTA! =================================

BATE O SINO NA CAPELA NA ALDEIA DEU SINAL ELE É SEU BOIADEIRO É MEU AMIGO LEAL! ====================================

DE ONDE VEM O CABOCLO DE PENAS? ELE VEM DO SEU JUREMÁ! DE ONDE VEM O SEU BOIADEIRO, MINHA GENTE? ELE VEM DO REINO BENDITO DE OXALÁ! ========================================

PASSEANDO NO SERTÃO A CAVALO OU MESMO A PÉ ME CHAMARAM NUMA CASA VOU CORRENDO VER O QUE É! =================================

ELE É BOIADEIRO É CABOCLO NA JUREMA! ELE PASSEIA NESTA TERRA É PORQUE TEM ORDEM SUPREMA! ====================================

NA JUREMA TEM UMA LINDA FLOR NA CACHOEIRA BROTOU LINDA ROSEIRA NA MATA VIRGEM, SEU BOIADEIRO, Ô JUREMA COM SEU LAÇO ELE PEGA BOI, ELE GANGA BOI ELE QUEBRA MADEIRA! ====================================

É MALANDRAGEM, MOÇO É MALANDRAGEM! JOÃO BOIADEIRO É UM REI NA MALANDRAGEM, MOÇO! ====================================

A UMBANDA TEM MIRONGA BOIADEIRO TAMBÉM TEM GONGÁ! SARAVÁ ESTRELA QUE LHE ILUMINA SARAVÁ, LINDO CABOCLO, SARAVÁ! ===================================

JUREMA, JUREMEIRA! JUREMA CABOCLA DE PENA CHAMA POR SEU BOIADEIRO E POR SUA IRMÃ IRACEMA! ==========================

QUEM VEM LÁ É ELE! (2X) NO BATER DA CANCELA SEU BOIADEIRO É ELE! ============================

EU VI, SINHÔ! EU VI SIM, SINHÁ! O CABOCLO BOIADEIRO VINDO DO SEU JUREMÁ! =========================

LAÇO DE COURO, MEU IRMÃO! CHAPÉU DE ABA, MEU CAMARADA! CALÇA ARREGAÇADA, DOU BOA NOITE! SOU BOIADEIRO, SANTO ARRASTADO! ===================================

BOIADEIRO VIVE SÓ MAS NÃO NEGA SEUS IRMÃOS! QUANDO CHEGA NA JUREMA VEM SEMPRE DE PÉ NO CHÃO! AI AI AI AI VEM SEMPRE DE PÉ NO CHÃO! ================================

ELE É BOIADEIRO É DA MINA DO OURO EM PÓ! QUANDO O SAMBA ESQUENTA MUITO SABE DANÇAR NUM PÉ SÓ! =================================

TUM TUM TUM BATEU NA PORTEIRA! TUM TUM TUM BATEU NA CANCELA! CHEGOU BOIADEIRO DE UMBANDA MENINA SAIA DESTA JANELA! ===============================

LAÇOU, LAÇOU, LAÇOU! LAÇOU O SEU BOI BRABO! BOIADEIRO NA JUREMA LAÇOU SEU BOI BRABO! =========================

JÁ LOUVEI BOIADEIRO! JÁ LOUVEI JESUS! LOUVEI ESTA CASA SANTA DA TERRA DE SANTA CRUZ! ============================

QUANDO ELE VEM DO CHAPADÃO ONDE NASCEU! DAS ÁGUAS CLARAS LINDAS ONDE SE CRIOU! ELE É UM LINDO CABOCLO BOIADEIRO NÃO NEGA SEU NATURAL NÃO NEGA DE ONDE VEIO! ======================================

NO ALTO DO LISO LAJEDO EU VI BOIADEIRO SENTADO! NA MÃO SEU CHICOTE DE COURO UM LINDO LAÇO AO SEU LADO NÃO BEBO MAIS NÃO TOMO MAIS PARATI SÓ NÃO LARGO MEU CIGARRO DE PALHA ENQUANTO EU ESTIVER AQUI! ===================================

SEU BOIADEIRO É BOM! NA UMBANDA É BOM COMO O QUÊ QUANDO ESTÁ EM CASA DE ANGOLA ELE É UM CABOCLO XOROQUÊ! ====================================

TEMPORAL VENTA NO SERTÃO, TEMPORAL! (2X) BOIADEIRO NO SERTÃO, TEMPORAL! ========================================

SEU BOIADEIRO NASCEU EM ROMA EM ROMA NASCEU MESSIAS! QUE O COROOU COM A COROA DE ZAMBI SE COROOU É QUE ELE MERECIA! =====================================

QUEM PASSOU PELO LAJEDO LÁ NA SERRA QUEM PASSOU PELO LAJEDO LÁ NA MATA QUEM PASSOU PELO LAJEDO LÁ DO NORDESTE E NÃO VIU SEU BOIADEIRO FOI à ROMA E NÃO VIU O PAPA! ===================================

QUEM TEM, QUEM DÁ QUEM DEU, QUEM DARIA BOIADEIRO NA JUREMA É FILHO DA VIRGEM MARIA! ==================================

QUEM QUISER SABER MEU NOME É SÓ PERGUNTAR SEMPRE A DEUS POIS ME CHAMO BOIADEIRO FILHO DE SÃO BARTOLOMEU! ==============================

O CRUZEIRO DO SUL ABENÇOOU MINHA MISSÃO EU ME CHAMO SEU BOIADEIRO E SÓ ANDO DE PÉ NO CHÃO! =================================

QUEM PASSEIA PELAS MATAS VÊ SEMPRE LINDO CABOCLO! QUEM VAGA PELO SERTÃO COM ROUPAGEM DE ARMEIRO VÊ O CABOCLO BOIADEIRO! =============================

AS ÁGUAS CORREM PARA O MAR DO RIACHO OU DA CACHOEIRA NESTE SAMBA DE CABOCLO BOIADEIRO ESTÁ NA RODA MOSTRANDO PASSADA LIGEIRA! ================================

O SEU LAÇO É FORTE! O SEU COITÉ É LARGO SOU AMIGO DE BOIADEIRO QUE ME GUARDA NO MEU CARGO! ==================================

MADRUGADA NA MATA VIRGEM SABIÁ CANTOU NO GALHO EU VI UM FORTE CABOCLO FAZENDO O SEU TRABALHO! BOIADEIRO DO LAJEDO ELE É! BOIADEIRO NA JUREMA ELE É! VENCEDOR DE DEMANDAS ELE É! O MEU PROTETOR DE FÉ ELE É! ===============================

DEBAIXO DO INGAZEIRO LINDO CABOCLO VERSEJAVA QUANDO PERGUNTEI SEU NOME SE ABORRECEU, DISSE QUE NÃO DAVA! DEPOIS DE MUITA CONVERSA OLHANDO PRO INGAZEIRO DISSE UM VERSO E CONFESSOU EU ME CHAMO BOIADEIRO! ==================================

VEM LÁ DO SERTÃO DO AMAZONAS VEM PRA SARAVAR NESTE TERREIRO BOIADEIRO CHAPÉU DE COURO É CABOCLO E BOM GUERREIRO! QUANDO CHEGA NESTA BANDA VEM PRA SARAVÁ GONGÁ! LOUVA O SANTO DA CASA TOMA ABÊNÇÃO A OXALÁ! ============================

VIM PASSEANDO PELO RIO DE CONTAS VIM CAMINHANDO POR AQUELA RUA! OLHA COMO É LINDO VER BOIADEIRO NO CLARÃO DA LUA! =====================================

CORRE A ÁGUA NO AMAZONAS BRILHA O SOL, REFULGE A LUA! BOIADEIRO DONO DOS RIOS VADEANDO PELAS RUAS! BOIADEIRO É BOM, É MEU IRMÃO! TRAGO ESTE CABOCLO EM MEU CORAÇÃO! ====================================

AS ÁGUAS DA CHUVA AUMENTAM O RIO! AS DO RIO AUMENTAM A CACHOEIRA! O DONO DA PEDREIRA É XANGÔ, MEU PAI! SEU FILHO É BOIADEIRO DA JUREMA! ====================================

NUMA ROÇA DE SAMBA EU SOU BOM SAMBADOR! NO TERREIRO DE UMBANDA SOU TRABALHADOR! TENHO MEU PÉ FIRME NUM SAMBA BOM MAS SE DEMANDA SURGE NÃO PERCO OCASIÃO! ==============================

AI, AI, AI... VALEI-ME SEU BOIADEIRO! QUEM LHE PEDE, QUEM LHE IMPLORA É UM FILHO DE TERREIRO! ==============================

UMA FLECHA ZUOU LÁ NAS MATAS UM LAÇO FIRME VEIO DO SERTÃO! EU VI LINDO CABOCLO DE SAIOTE E PENACHO EU VI BOIADEIRO DO CHAPADÃO! ======================================

A FOLHA QUE BOIADEIRO TEM FOI TIRADA DO PÉ DA GAMELEIRA! OSSANHE FOI QUEM DEU O AXÉ PARA TRABALHAR NO SANTO E PARA TER FORÇA GUERREIRA! =============================

SAMBEI, SAMBEI... ATÉ ALTA MADRUGADA! BOIADEIRO É SAMBADOR SAMBA ATÉ A MADRUGADA! SAMBOU, SAMBOU ATÉ ALTA MADRUGADA! BOIADEIRO TÁ BRINCANDO IAÔ JÁ TÁ CANSADA! =============================

NA CORRIDA DA VENTANIA EU VI PASSAR UM CABOCLO MATREIRO! PROCUREI SABER SEU NOME - XETRUÁ! UM LINDO BRADO DIZIA EU SOU BOIADEIRO! =======================================

FOI NESSE PASSO QUE EU SAÍ DA MINHA ALDEIA! COM MEU CHAPÉU DO LADO MINHA CALÇA ARREGAÇADA... QUANDO EU SAÍ MINHA MÃE ME ABENÇOOU! ==========================================

BANDOLÊ OLÊ OLÊ! BANDOLÊ OLÊ OLÁ! BANDOLÊ MEU CABOCLO BOIADEIRO BANDOLÊ OLÊ OLÁ! DA LARANJA QUERO UM GOMO! DO LIMÃO QUERO UM PEDAÇO! DE OLORUN EU QUERO A BÊNÇÃO! DE BOIADEIRO UM GRANDE ABRAÇO! =====================================

DE ONDE VEM O CABOCLO DE PENAS? ELE VEM DO SEU JUREMÁ! DE ONDE VEM SEU BOIADEIRO, MINHA GENTE? ELE VEM DO REINO BENDITO DE OXALÁ! ===================================

VALEI-ME, MEU SALVADOR! VALEI-ME NAS HORAS SANTAS! EU ROGO PARA BOIADEIRO VALEI-ME NAS HORAS SANTAS! =================================

VIOLA VEM... VIOLA VAI! BOIADEIRO QUE É BOM NESTE SAMBA NÃO CAI! ===========================

MENINA DOS OLHOS LINDOS... SÃO LINDOS DE NATUREZA! QUERIA EU SER UM ANJO PRA BEIJAR ESSA BELEZA! =============================

GRAÇAS A DEUS ORA MEU DEUS! LOUVADO SEJA DEUS ORA MEU DEUS! ==========================

Subida de Boiadeiros ************************

Oh Deus lhe pague Babá, Oh Deus lhe pague, Oh Deus lhe pague, pela hospitalidade. Oh Deus lhe pague Cambono, Oh Deus lhe pague, Oh Deus lhe pague, pela hospitalidade. Oh Deus lhe pague Ogan, Oh Deus lhe pague, Oh Deus lhe pague, pela hospitalidade. Oh Deus lhe pague Casa Santa, Oh Deus lhe pague, Oh Deus lhe pague, pela hospitalidade. ============================

(antes de subir) Todo pássaro voa só a ema não. Todo pássaro voa só a ema não. Boiadeiro vai embora lá pro seu sertão. Boiadeiro vai embora lá pro seu sertão. (após a subida dos boiadeiros) Todo pássaro voa só a ema não. Todo pássaro voa só a ema não. Boiadeiro foi embora lá pro seu sertão. Boiadeiro foi embora lá pro seu sertão. ==========================

COM A LICENÇA DO SINHÔ COM A LICENÇA DA SENHORA VEM ROMPENDO A MADRUGADA BOIADEIRO VAI EMBORA! =================================

SAMBEI, SAMBEI SAMBEI ATÉ A MADRUGADA! ACABOU O SAMBA AGORA VOU REVER MINHA BOIADA! ================================

ADEUS, CAMARADINHA, ADEUS! ADEUS QUE EU JÁ VOU EMBORA! E NO BALANÇO DAS ÁGUAS EU VIM E NO BALANÇO DO MAR EU VOU AGORA! ======================================

QUANDO A LUA VAI SUMINDO O SOL VEM ROMPENDO A AURORA ADEUS CAMARADA, ADEUS BOIADEIRO VAI EMBORA! ===================================

EU VOU EMBORA, CAMARADA MEU NAVIO JÁ APITOU! DE LONGE ESTOU OUVINDO O SOM DO AGOGÔ! =============================

OLÔ VIOLA TOCANDO OLÔ PANDEIRO BATENDO BOIADEIRO VAI EMBORA MEU DEUS JÁ ESTOU SOFRENDO! =================================

ADEUS, ROLINHA ROLINHA FOGO APAGOU! ADEUS, ROLINHA CAMARADA EU JÁ ME VOU!





Pontos Cantados de Baianos.BAIANOS


PONTOS DE BAIANOS Todo baiano que vem lá da Bahia Ele traz sua alegria pra seu povo ajudar Todo baiano que vem lá da Bahia Ele traz sua alegria pra seu povo ajudar Traz a coroa de nossa Mãe Iemanjá E traz a força de nosso Pai Oxalá Traz a coroa de nossa Mãe Iemanjá E traz a força de nosso Pai Oxalá. ==========================================

Quem não viu baiano bom corra e venha ver agora Quem não viu baiano bom corra e venha ver agora Ele quebra mandinga, ele vence demanda Ele vem de Aruanda vamos todos saravar. Quem não viu baiano bom corra e venha ver agora Quem não viu baiano bom corra e venha ver agora. ===========================================

Mas olha meus camaradas, camarada meu Mas olha meus camaradas, camarada meu Sou Severino que chegou agora Candomblé bato no Keto, Umbanda bato na Angola Mas olha meus camaradas, camarada meu Mas olha meus camaradas, camarada meu ===================================

Só se for agora, só se for agora Baiano bota inimigo da porta pra fora Só se for agora, só se for agora Baiano bota inimigo da porta pra fora ========================================

Com dendê no seu balaio, com padê no seu bornal! Chegou Povo da Bahia pronto para trabalhar Com dendê no seu balaio, com padê no seu bornal! Chegou Povo da Bahia pronto para trabalhar. =========================================

Ela é da ladeira, Ladeira do Abaeté Ela é da ladeira, Ladeira do Abaeté Baiana saia rendada rainha do Candomblé Baiana saia rendada rainha do Candomblé. =====================================

Nossa Senhora da Lapa, da Lapa de Bom Jesus Baiano quebra mandinga nos pés da Santa Cruz Baiano quebra mandinga nos pés da Santa Cruz Nossa Senhora da Lapa, da Lapa de Bom Jesus Baiano quebra mandinga nos pés da Santa Cruz Baiano quebra mandinga nos pés da Santa Cruz. ========================================

Baiano é povo bom tem mironga no Conga Baiano é povo bom tem mironga no Conga Mandinga ele traz feitiço no “sambá” Mandinga ele traz feitiço no “sambá” Samba baiano, samba sinhá Baiano vai embora levando todos os “má” Samba baiano, samba sinhá Baiano vai embora levando todos os “má”. =======================================

Baiano chegou na aldeia na luz da lua cheia Estremecem os corações e a fé se incendeia Baiano chegou na aldeia na luz da lua cheia Estremecem os corações e a fé se incendeia Pisa leve pisa manso meu nego oluandeia Clareia o Congá, Odoiyá Mamãe Sereia! Pisa leve pisa manso meu nego oluandeia Clareia o Congá, Odoiyá Mamãe Sereia! Quando pisa na areia o mar já balanceia Joga a rede pescador proteção Mãe das Candeias Quando pisa na areia o mar já balanceia Joga a rede pescador proteção Mãe das Candeias. =============================================

Oh Bahia, Bahia do Nosso Senhor do Bonfim Oh Bahia, pede a Oxalá por mim. Baiana da saia rendada, tabuleiro de acarajé Baiana tá no terreiro, sambando no Candomblé. =====================================

Quando eu vim da Bahia estrada eu não via Quando eu vim da Bahia estrada eu não via Cada encruza que eu passava uma vela eu acendia. Cada encruza que eu passava uma vela eu acendia. Quando eu vim da Bahia estrada eu não via Quando eu vim da Bahia estrada eu não via Cada encruza que eu passava uma vela eu acendia. Cada encruza que eu passava uma vela eu acendia. ============================================

Coquinho Coquinho Baiano, Coquinho lá da Bahia Coquinho venceu demanda com a Senhora da Guia Coquinho Coquinho Baiano, Coquinho lá da Bahia Coquinho venceu demanda com a Senhora da Guia Coquinho Coquinho Baiano, Coquinho lá da Bahia Coquinho venceu demanda com a Senhora da Guia Coquinho Coquinho Baiano, Coquinho lá da Bahia Coquinho venceu demanda com a Senhora da GuiA ============================================

Quando eu vim lá da Bahia eu trouxe meu patuá Terreiro que tem mironga, Baiano quer mirongar Bahia ê ê ê Bahia ê ê á Bahia ê ê ê Bahia ê ê á Quando eu vim lá da Bahia eu trouxe meu patuá Terreiro que tem mironga, Baiano quer mirongar Bahia ê ê ê Bahia ê ê á Bahia ê ê ê Bahia ê ê á ===========================================

Na Bahia tem eu vou mandar buscar Lampião de vidro ô sinhá dona para clarear. Na Bahia tem eu vou mandar buscar Lampião de vidro ô sinhá dona para clarear.





Pontos de Cosme e Damião.
cosme_e_damiao


COSME E DAMIÃO Doum, Doum, Doum, Cosme e Damião. Doum, Doum, Doum, Vem saravá no meu Terreiro, Com Crispim e Crispiniano. (bis) ==============================

Vai colher as flores, Lá no meu jardim, Vai Cosme e Damião, E leva teu irmão Crispim. (bis) ================================

São Cosme e São Damião, São Damião cadê Doum... Doum está colhendo rosas, Nas roseiras de Oxum. (bis) Oi bate palma maninha, Camaradinha chegou. (bis) Se eu pedir você me dá, Um brinquedinho papai, Pra eu brincar. (bis) ====================================

COSME E DAMIÃO (na irradiação da falange do mar) São Cosme e São Damião, Sua Santa já chegou; Veio do fundo do mar, Que Santa Bárbara mandou. Dois, dois, Sereia do Mar!... Dois, dois, Mamãe Iemanjá!... Dois, dois, meu Pai Oxalá. =============================

São Cosme e Damião, A sua casa cheira, Cheira a cravo, cheira rosa, Cheira a flor de laranjeira. Aí vem Cosme e Damião, Vem por cima da maré, Vem com Mamãe Oxum, E a Virgem de Nazaré. ==========================

Jesus mandou as criancinhas, Colher flores brancas no jardim, Para enfeitar no dia de hoje, O altar, o altar da Mãe Oxum.(bis) ==================================

Olhei e vi lá no céu, Lá no céu, Três estrelas bem juntinhas, Bem juntinhas, Neste dia eu olhei lá na folhinha, Era dia de Cosme e Damião. Salve Eles! Salve Eles! Quem mandou foi Oxalá, Para nos salvar. Embala eu babá, Embala eu, Embala eu babá, Embala eu. ============================

Vi três estrelas no céu, Lá no céu Todas as três em careirinha, Em carreirinha, Era Cosme e Damião, E Damião, Junto com Mariazinha. Mariazinha. (bis) ===========================

SUBIDA DA LINHA DE IBEIJIS COSME E DAMIÃO Vai, vai, vai Doum, Vai, vai Cosme e Damião, Vai com Crispim e Simeão, Lá no jardim colher as rosas, Pra Mamãe Iemanjá... (Bis) Vai que onda vai, Vai que a onda vem, Vai que onda vai, E a lua vai também. (bis) =========================

COSME E DAMIÃO Vamos chamar Doum, São Cosme e São Damião (bis) Pra vir comer rapadura de coco, Junto com o Pai João (bis) =================================

PRECE CANTADA A COSME E DAMIÃO Saravá Doum, São Cosme e São Damião, Nesta hora de agonia, Vem salvar os seus irmãos (bis) Pra tirar olho gordo, Doum, Pra tirar a macumba, Doum...(bis) ==================================

Ibeiji, Ibeijinho, Como vem beirando o mar, (bis). Ai como vem beirando o mar, Ai como vem beirando o mar (bis) Vem brincando na areia, Com a espuma do mar, Vem correndo e pulando, Sempre a cantarolar, Vem trazendo alegria, Com a benção de Oxalá. Ibeiji, Ibeijinho, ... =============================

COSME E DAMIÃO Papai mandou as criancinhas, Apanhar as flores no jardim (bis) Tem rosas para Cosme e Damião, para Crispim, Pra Simiano tem jasmim. Hoje tem alegria no céu, Também na terra e no mar, Tem as flores no jardim, Vamos todos festejar (bis) ===========================

Cosme e Damião, olha! Rei de Umbanda já chegou, (bis). Meu Deus, Cosme e Damião, Vem saudar os seus irmãos (bis) A estrela e a lua são duas irmãs, Cosme e Damião, Também são dois irmãos, Oxalá, Ogum é o mesmo pai, Filho de Umbanda, Balanceia, mas não cai, Filho de Umbanda, Balanceia, mas não cai. ================================

Cosme, Damião e Doum, No terreiro vão baixar, Caboclinhos das matas, Vamos todos saravar... Saravá, saravá, Vamos todos saravá, Saravá, saravá, Vamos todos saravá, oi ==============================

Bate palmas pra ganhar doce, Bate palmas pra ganhar doce, O caboclo Joé e o caboclo Jay, Vão entrar no terreiro, Pra depois sair, (bis) ================================

Entre as palhinhas Tu és a flor, Das criancinhas Tu és o amor, Cabelos loiros olhos azuis, Lírio Divino Santo Jesus... Ai, ai, ai, ai, ai... lá em Belém, Numa noite linda Jesus nasceu, Como eu te adoro pequeno assim, Jesus eu choro tem dó de mim, Jesus eu choro tem dó de mim. =================================

Doum hoje é o teu dia, Hoje tem alegria em todo terreiro, Doum, ô ô Doum, Saravá a Zambi, Na linha de Umbanda, Em todos os terreiros. Ainda tem seu irmão, Ainda tem seu irmão, É Cosme e Damião, É Cosme e Damião. =============================

Povo de Angola E a Falange de Ogum, Agoiê pras crianças, Cosme, Damião e Doum (bis) Para a semana, Vou fazer uma festança, Muito bacana, Para alegrar as crianças, Mamãe Oxum, Criança é tudo pra mim, Cosme e Damião, e Doum, Crispiniano e Crispim. (bis) ===============================

FESTA E GIRA DE COSME Eu vi Cosme na beira d’água, Comendo arroz, bebendo água, Eu vi Damião na beira d’água, Comendo arroz, bebendo água, Eu vi Doum na beira d’água, Comendo arroz, bebendo água, Eu vi Crispim na beira d’água, Comendo arroz, bebendo água, Eu vi Crispiniano na beira d’água, Comendo arroz, bebendo água. ===============================

PONTO DO JUQUINHA Vamos apanhar caruru, você viu, Lá na beira do rio, você viu, Vamos apanhar caruru, você viu, Lá na beira do rio, você viu =============================

GIRA DE COSME Ai quando eu vim lá de cima, Eu vim de pé no chão (bis) Atirei primeira pedra, Oi chapéu na mão. (bis) =================================

COSME E DAMIÃO Eu vim colher as rosas, No meu jardim, Eu vim colher as rosas, Que eu plantei para Crispim, Eles são dois irmãos, Eles são dois irmãos, Eles são dois irmãos, É Cosme e Damião, É Cosme e Damião. ============================

CINCO MANOS Olha aí vovó, Eles são cinco manos, Cosme, Damião e Doum, Crispim e Crispiniano.(bis) =================================

DIA DE COSME E DAMIÃO Vinte e sete de setembro, Meu terreiro está em festa, Dia de todas as crianças, Dia de Cosme e Damião (bis) Já enfeitei meu terreiro, Para esperar, São Cosme e Damião (bis) ================================ CRIANCINHAS E DOCES Papai me manda um balão, Oi pra todas as crianças, Que tem lá céu (bis) Tem doce mamãe, Tem doce mamãe, Tem doce lá no jardim, Tem doce mamãe, Tem doce mamãe, Tem doce lá no jardim. (bis) ===============================

Ó Doum, Ó Doum, São Cosme e São Damião... Ó Doum... ó Doum. (bis) ===========================

Egô, Egô: Saravá Cosme e Damião. (bis) Eu vou dizer a papai, Camaradinha chegou (ô)! Egô, Egô... Salve Cosme e Damião! Vamos salvar todos os beijes, Camaradinhas chegaram. (bis) ===============================

Eu vou contar a Vovó, Que os pequeninos não chegaram. Ó, Cosminho, ó Mião, Ó Crispim, Crispiniano... Ó, Zezinho, Josefina, Ó, Julinha, ó Doum... Caindé... E todos os Sete Encruzilhadas. ===============================

Vamos brincar, todos brincar!... Brinquedinhos, Vamos brincar!... Todos brincam, Oh ! Brinquedinhos. (bis) =============================

Eu pedi a Oxalá... Pra mandar as criancinhas... Pra vir na banda, Brincar e trabalhar. Tem cocada, Tem guaraná, Ó crianças, venham me ajudar. ==============================

Papai me mande um balão, Pra todas as crianças, Que tem lá no céu...(bis). Tem doce criança, Tem doce criança, Tem doce lá no jardim. (bis) =================================

Brincadeira de Ibeje, aê, Segura um reino. Brincadeira de Ibeje, aê, Segura um reino. ===========================

Meu anel de pedra verde, Que eu perdi no mar azul, Quem achou foi Doum. Quem achou foi Doum. ================================

Crianças quando vem lá de Aruanda, Iansã é quem manda...(bis) Elas vem gritando, auê auê, Ao romper da aurora. (bis) Esquindim, esquindim, As crianças brincam assim... Esquindim, esquindim, As crianças brincam assim... (bis) ================================

Mariazinha da beira da praia, Como é que sacode a saia. (bis) É assim, é assim, é assim, É assim que sacode a saia. (bis) ===============================

Seu eu pedir, Você me dá. (bis) Um balancinho, papai, Pra eu brincar. (bis) ===============================

Vamos apanhar, caruru, No mato tem. Vamos apanhar caruru, Na beira do rio. Vamos apanhar caruru, Com o Faísca. Vamos apanhar caruru, Com Estrelinha. Vamos apanhar caruru, Com o Tufão. ==================================

Que lindo cavalo branco, Que aquele menino vem montado... Descendo naquela serra, Dizendo que é filho de soldado. É Damião, é Damião, É Damião no lindo cavalo de Ogum.(bis) ===================================

Brincando no jardim das rosas, Cosme e Damião vem na Umbanda trabalhar, Louvando o nome de Iansã, Louvando o nome de Iemanjá. =================================

Formiguinha d’Angola, Como brinca... Formiguinha d’Angola, Vamos brincar. ==============================================

PONTO DE HOMENAGEM PARA COSME E DAMIÃO, E OXUM Hoje tem alegria, Hoje tem alegria, Hoje tem alegria, No reino de Umbanda, Hoje tem alegria. Tem alegria no céu, Hoje é dia de festa, Vamos comemorar, São Cosme, São Damião, Oxum venha nos salvar. ================================

Oni Beijada ! Oni Beijada ! Fui no jardim colher as rosas, A vovozinha deu-me a rosa mais formosa. (bis) Cósme, Damião e Doum, Crispim, Crispiano, São os filhos de Ogum. (bis) =====================================

Oni Beijada ! Oni Beijada ! Doum é amigo leal, Sem Doum eu não posso ficar. (bis) Cadê a Cosme ? Não me leva no chão ! Cadê a Cosme ? Cadê Damião ? (bis) ==============================

Oni Beijada ! Oni Beijada ! Cai, cai sereno, Cai meu destino, Me leva agora, Para brincar com os meninos. (bis) Vou pedir licença a Zambi, Ao Sagrado Coroção, Vamos todos bater palmas, Pra São Cosme e Damião. Oni Beijada ! Oni Beijada ! =============================

Cosme, Damião, Damião cadê Doum, Doum foi passear, No cavalo de Ogum. O doi sereia do mar! O doi minha Mãe Iemanjá! (bis) Vamos brincar de roda, Cosme, Damião e Doum. (bis) Eles vêm montados, No cavalo de Ogum, Vem trazendo rosa, Pra Mamãe Oxum. ================================

Filho de fé, estava doente, Filho de fé, estava chorando, Filho de fé, viu em beijada, Filho de fé, já está cantando. ==============================

Ele vem do mar, Ele vem da mata, Ele vem da pedreira, Ele vem da cascata. ==================================

Catarina você tem, Um gongá que é uma beleza. (bis) Um terreiro enfeitado, Muito doce sobre a mesa. (bis) ====================================

Ibeijada está de ronda, São Jorge de prontidão. Salve o Povo de Aruanda, Salve Cosme e Damião.. =============================

Ele é pequenininho, Mora no fundo do mar, Sua madrinha é Sereia, Seu padrinho e Beira Mar. (bis) No fundo do mar tem areia, No fundo do mar tem areia, Seu padrinho e Beira Mar, Sua madrinha é Sereia. (bis) ==================================

Ibejada já vai embora, Aruanda está lhe chamando. (bis) Volto já girar no céu, Oxalá está lhe esperando. (bis) Ibejada já foi embora, Aruanda está lhe chamando. (b is) E foram pro jardim do céu, Oxalá está lhe esperando. (bis) ====================================

Quando a lua brilha no céu, Clareia Umbanda. (bis) Clareia a Beijada, que vem, Lá de Aruanda. (bis) ==============================

Na Bahia tem um côco, Côco que faz a cocada. (bis) Côco que faz o manjar, Para dar para a Beijada. (bis) Doum, Doum, Doum, Doum, Cosme e Damião. (bis) Doum, Doum, Doum, Fica sentado no chão. (bis) ================================

JOAQUINA VOCÊ TEM UM GONGÁ QUE É UMA BELEZA UM TERREIRO ENFEITADO MUITOS DOCES SOBRE A MESA ===================================

MARIAZINHA DA BEIRA DA PRAIA COMO É QUE SACODE A SAIA ÉASSIM, É ASSIM, É ASSIM É ASSIM QUE SACODE A SAIA =================================

LÁ NO CÉU TEM TRES ESTRELAS TODAS TRES EM CARREIRINHA UMA É COSME E DAMIÃO A OUTRA É MARIAZINHA ===============================

COSME E DAMIÃO Ô DAMIÃO CADÊ DOUM DOUM FOI PASSEAR OI NO CAVALO DE OGUM DOIS DOIS SEREIA DO MAR DOIS DOIS MAMÃE IEMANJÁ ===============================

1, 2, 3, 4, 5, 6 EU VOU CHAMAR AS CRIANÇAS NA COROA DE VOCÊS ==================================

CRIANÇA, CRIANÇA OLHA O SEU GONGÁ OLHA SUA FALANGE CRIANÇA OLHA SEU ORIXÁ =======================================

TEM BALA DE COCO E PETECA DEIXA A BEIJADA BRINCAR HOJE É DIA DE FESTA BEIJADA VEM SARAVAR =============================

CRIANÇA QUANDO CHEGA NA UMBANDA É OXALÁ QUEM MANDA E ELAS VEM DIZENDO ARERÊ ARERÊ, É OXALÁ QUEM MANDA =================================

NA BAHIA TEM O COCO COCO QUE FAZ A COCADA COCO QUE FAZ O MANJAR PARA DAR PARA BEIJADA DOUM, DOUM, DOUM DOUM, COSME E DAMIÃO DOUM, DOUM, DOUM FICA SENTADO NO CHÃO ============================

MARIAZINHA NASCEU NA BEIRA DO RIO NA BEIRA DO RIO LÁ NO JUREMÁ AONDE A LUA BRILHA CLAREIA A CAMPINA CLAREIA A MATA PRA BEIJADA PASSAR =================================

ELE É PEQUENININHO MORA NO FUNDO DO MAR A SUA MADRINHA É A SEREIA O SEU PADRINHO É BEIRA-MAR NO FUNDO DO MAR TEM AREIA NO FUNDO DO MAR TEM AREIA O SEU PADRINHO É BEIRA-MAR A SUA MADRINHA É A SEREIA ===================================

FILHO DE FÉ ESTAVA DOENTE FILHO DE FÉ ESTAVA CHORANDO FILHO DE FÉ VIU IBEIJADA FILHO DE FÉ JÁ ESTÁ CANTANDO ===================================

BOTA FOGO NO MATO QUE ELE VEM =============================

JOAOZINHO E MARIAZINHA NA BEIRA DA PRAIA APANHANDO CONCHINHA COSME, DAMIÃO E DOUM CRISPIM, CRISPINIANO E MAIS ALGUM ==========================

QUEM JOGOU PEDRA NA JANELA DE OGUM FOI DOUM, FOI DOUM QUEM VIU QUEM FALOU QUEM CONTOU FOI OGUM FOI MEU PAI XANGÔ =============================

ANTES DO SOL NASCER DA LUA SE ENCONDER MADRUGADA CHEGAVA QUE LINDA BEIJADA A LUA CLAREIA A MATA ELA É PRATEADA COMO CLAREIA A BEIRA-MAR Ô Ô EU VI AS CRIANÇAS BRINCANDO NA BEIRA DA PRAIA COM ORDENS DE NOSSA MÃE IEMANJÁ NA BEIRA DO MAR Ê Ê NA BEIRA DO MAR Ê Á =============================

JOGA BALINHA PRO AR QUE ELES VÃO APANHAR APANHAR, APANHAR APANHAR ELES VÃO Apanhar ===========================

CADÊ MINHA COCADA BRANCA VOU CHORAR, VOU CHORAR SE NÃO ME DER GUARANÁ EU VOU CHORAR, EU VOU CHORAR JÁ PEDI PRO PAPAIZINHO PRA COMPRAR MEU GUARANÁ JÁ PEDI PRA MAMÃEZINHA PRA COCADA ELA COMPRAR SE NÃO ME DER GUARANÁ EU VOU CHORAR, EU VOU CHORAR =================================

TITIO ME DEU COCADA TITIA ME DEU GUARANÁ GOSTEI FOI DO CARURU QUE A MAMÃE MANDOU PREPARAR MAMÃE ME DEU CARURU EU COMI CARURU DE MAMÃE ===================================

COSME E DAMIÃO NÃO QUERIAM BRINCAR SOZINHOS PEDIRAM A PAI OGUM PRÁ LHES TRAZER UM AMIGUINHO OGUM EM SEU CAVALO FOI AO MAR E VOLTOU TROUXE DOUM DA PRAIA QUE TODO ALEGRE CANTOU COSME E DAMIÃO EU SOU DOUM SOU FILHO DE SOLDADO MEU PAIZINHO É OGUM ==============================

BAHIA TERRA DE COCO CIDADE DE DOIS IRMÃOS GOVERNADOR DA BAHIA SÃO COSME E SÃO DAMIÃO ============================================

ANDORINHA QUE VOA VOA ANDORINHA LEVA OS ANJINHOS PRO CÉU VOA, VOA, VOA ANDORINHA LEVA OS ANJINHOS PRO CÉU ANDORINHA





Pontos do Caboclo Boiadeiro.thumbnail


BOIADEIRO BOIADEIRO MENINO LÁ DO SERTÃO UM PÉ CALÇADO OUTRO NO CHÃO ==============================

Ô BOA NOITE PRA QUEM É DE BOA NOITE BOM DIA PRA QUEM É DE BOM DIA ABENÇÃO MEU PAI ABENÇÃO SEU BOIADEIRO É O REI DA ALEGRIA =====================================

DAS MATAS VIM POR OXOSSI PRAS TERRAS VOU CAMINHAR MATAMBA ME DEU PODER PRAS ALMAS ARREBANHAR EU SOU BRASILEIRO MEU PAI EU SOU BOIADEIRO EU SOU IRMÃO DOS PEQUENOS DESGARRADOS DE OXALÁ ===================================

DEUS TE SALVE ESTA CASA SANTA DEUS TE SALVE ESPADA DE GUERREIRO BANDEIRA BRANCA IÇADA EM PAU FORTE TRAGO NO PEITO A ESTRELA DO NORTE =====================================

SEU BOIADEIRO POR AQUI CHOVEU (2X) CHOVEU CHOVEU ÁGUA ROLOU FOI TANTA ÁGUA QUE SEU BOI NADOU ===================================

PEDRINHA MIUDINHA NA ARUANDA Ê LAJEDO TÃO GRANDE TÃO GRANDE NA ARUANDA Ê PEDRINHA DE UM LADO PEDRINHA DE OUTRO PEDRINHA DE ARUANDA Ê QUEM É MAIOR É DEUS DO CÉU JESUS, MARIA, JOSÉ ==================================

E LÁ VEM VINDO E LÁ VEM SÓ E LÁ VEM VINDO A FORÇA MAIOR ==================================

SEU BOIADEIRO JOGA O LAÇO NO TATUIEPÉ SE NÃO LAÇAR PELA CABEÇA LAÇA PELO PÉ ============================

Ô ISAURA, PEGA A VIOLA Ô ISAURA, PEGA A VIOLA PEGA A VIOLA ISAURA PEGA A VIOLA ============================

A SUA BOIADA É DE 31 A SUA BOIADA É DE 31 EU JÁ CONTEI UNS 30 (BOIADEIRO) ESTÁ FALTANDO UM ===========================

A MENINA DO SOBRADO ME CHAMOU PRÁ SEU CRIADO EU MANDEI DIZER A ELA QUE TOU VAQUEJANDO O MEU GADO AÊ BOIADEIRO, ELE GOSTA DE UM SAMBA RASGADO. ============================

EU TENHO MEU CHAPEU DE COURO EU TENHO A MINHA GUIADA EU TENHO O MEU LAÇO VERMELHO PARA TOCAR A MINHA VAQUEJADA ==================================

GETRUÊ, GETRUÁ CORDA DE LAÇAR SEU BOI GETRUÊ, GETRUÁ CORDA DE SEU BOI LAÇAR ===========================

QUEM VEM LÁ, É ELE QUEM VEM LÁ, É ELE QUEM VEM LÁ, É ELE BOIADEIRO É 7 E 7 SÃO 14 3 VEZES 7, 21 JÁ CONTEI MINHA BOIADA TÁ FALTANDO UM ================================

ME CHAMARAM DE BOIADEIRO EU NÃO SOU BOIADEIRO NÃO EU SOU TOCADOR DE GADO BOIADEIRO É O MEU PATRÃO ===========================

ABALEI MINHA ROSEIRA PARA TIRAR DO CAMINHO NA ALDEIA DE BOIADEIRO NÃO SE PISA EM ESPINHO ==========================

SOU BRASILEIRO, SOU BRASILEIRO SOU BRASILEIRO, SOU BRASILEIRO SOU BRASILEIRO IMPERADOR MAS EU SOU FILHO DO BRASIL SOU BRASILEIRO, É O QUE EU SOU MEU PAI É BRASILEIRO MINHA MÃE É BRASILEIRA MEU PAI É BRASILEIRO MINHA MÃE É BRASILEIRA BRASILEIRO IMPERADOR (SOU BRASILEIRO) EU SOU DO BRASIL (SOU BRASILEIRO) BRASILEIRO É O QUE EU SOU =============================

SOU EU, SOU EU SOU EU, MACULELÊ, SOU EU SOU EU, MACULELÊ, SOU EU =================================

MANO MEU, MANO MEU ONDE ESTÁ QUE AINDA NÃO VEIO AH MANO MEU NUNCA FIZ MAL A NINGUÉM ===============================

BOIADEIRO (SUBIDA) ADEUS ROLINHA BATEU COM O PAPO NA AREIA SEU BOIDADEIRO VAI EMBORA ELE VAI PRÁ SUA ALDEIA ================================

BOIADEIRO (SUBIDA) SEU BOIADEIRO VAI PRÁ SUA CIDADE LÁ NO JUREMÁ DEIXA UM ABRAÇO PROS SEUS FILHOS ELE VAI CORRER GIRA ELE VAI GIRAR ADEUS, ADEUS ADEUS UMBANDA ADEUS LUAR





Pontos cantados de marinheiros.marinha


AÊ MARUJO MARUJO DAS ONDAS DO MAR ELE REMA PRÁ MAMÃE OXUM ELE REMA PRÁ MÃE IEMANJÁ ELE REMA PRÁ MÃE IANSÃ DENTRO DO JACUTÁ ===========================

MAS QUE BARQUINHO TÃO LINDO QUE VEM VAGANDO PELO MAR QUEM VEM NO LEME É MARUJO QUEM VEM NA PROA É IEMANJÁ OI REMA, REMA MARUJO OI REMA, REMA SEM PARAR E TRAZ NAS ONDAS MARUJO AS BENÇÃOS DE IEMANJÁ =============================

PUXA AMARRA MARINHEIRO, PUXA AMARRA E OLHA O VENTO COMO VENTA à BEIRA-MAR ===========================

EU NÃO SOU DAQUI MARINHEIRO SÓ EU NÃO TENHO AMOR MARINHEIRO SÓ EU SOU DA BAHIA MARINHEIRO SÓ DE SÃO SALVADOR MARINHEIRO SÓ Ó MARINHEIRO, MARINHEIRO MARINHEIRO SÓ QUEM TE ENSINOU A NAVEGAR MARINHEIRO SÓ OU FOI O TOMBO DO NAVIO MARINHEIRO SÓ OU FOI O BALANÇO DO MAR MARINHEIRO SÓ LÁ VEM, LÁ VEM MARINHEIRO SÓ ELE VEM FACEIRO MARINHEIRO SÓ TODO DE BRANCO MARINHEIRO SÓ COM SEU BONÉZINHO ===============================

JOAQUIM MARINHEIRO DAS ONDAS DO MAR SAGRADO ELE É FILHO DA JUREMA ELE É NETO DE IEMANJÁ ELE PISA NA AREIA ELE PISA NA AREIA ELE NÃO BAMBEIA ELE APANHA MACAIA NA JUREMA ELE APANHA MACAIA NA JUREMA ===================================

OI MORENA DO MAR MORENA DO MAR, MORENA DO MAR SOU EU QUE ACABOU DE CHEGAR AH EU DISSE QUE IA VOLTAR VOLTEI PARA TE ENFEITAR AH, EU TROUXE OS PEIXINHOS DO MAR AS ESTRELAS DO CÉU, MORENA AS ESTRELAS DO MAR AH, AS PRATAS E OS OUROS DE IEMANJÁ ==============================

MINHA JANGADA VAI SAIR PRO MAR VOU TRABALHAR MEU BEM QUERER SE DEUS QUISER QUANDO EU VOLTAR DO MAR UM PEIXE BOM EU VOU TRAZER MEUS COMPANHEIROS TAMBÉM VÃO VOLTAR E A DEUS DO CÉU VAMOS AGRADECER ===========================

MARINHEIRO (SUBIDA) QUE BARQUINHO É AQUELE QUE VAI NESSA HORA É SEU MARUJO, Ó GENTE QUE JÁ VAI EMBORA =============================

MARINHEIRO (SUBIDA) EM SEU BARQUINHO ELE VAI NAVEGAR VOU PEDIR A MAMÃE IEMANJÁ E AO POVO D'ÁGUA PRÁ NOS AJUDAR





Pontos De Ciganos.cigano


AMOR CIGANO Mas vejam só, Mas sejam só, Que maravilha é aquela, Ao som do seu violino a tocar, É um cigano, Que vem trabalhar!... É um cigano valente, É um cigano guerreiro, Que vem nos ajudar. (bis) Transmitindo paz, Alegria e amor, Você me fascina, Você me irradia, És o cigano do amor... Ao som do seu violino a tocar, Vem tirar toda a maldade, Toda feitiçaria que tem neste lugar, A lua brilha, a lua brilha, Sua estrela reluz, Santa Shara Kaliu, É quem lhe conduz. ==============================

CIGANA DAS ROSAS Se eu colhesse todas as rosas, Que nascem nos mais lindos jardins, Não teria a magia, Do perfume que você transmite, Em mim, oh cigana, Oh cigana. Com sua saia rodada, Enfeitada de várias cores, Trazendo seus mistérios, Que uma rainha possui, Com todos os seus esplendores, Oh cigana. ==================================

POVO CIGANO Harribá! Harribá! Meu povo cigano. (bis) Com suas carruagens a passear, Eles vão pela estrada a fora, Vão cantarolando, Para o tempo passar, Mas a estrada é longa, Até seu destino achar. Meu povo, Meu povo cigano. Quando acampam para descansar, Fazendo suas fogueiras, Para trabalhar... Harribá! Harribá! Harribá! Meu povo cigano... =============================

CIGANA SALAMANDA Ela vem de longe, Pela estrada a fora, Vem trazendo a paz, Para todos que aqui vem. Com seu baralho na mão, O seu vinho na taça, Ela é a cigana, Para todos que tem fé. Salve, salve a cigana! Salve, salve a cigana! Ela é a Cigana Salamanda, Do povo do Oriente. Mas ela vem de... ===================================

FEITIÇO DA CIGANA Cigana linda, Do olhar feiticeiro, Cigana das Rosas Vermelhas, O seu perfume, Tem o feitiço, De matar os feiticeiros. Na sua cor, Ela transmite o amor, No seu perfume. A alegria de viver, Oh cigana linda, Oh linda cigana, Ciganinha do amor. ===========================

LUA CHEIA Com seu colar de ouro, Sua pulseira dourada, Sua saia rodada, Ela sai a bailar. Dança, dança cigana, Quero ver você dançar, Espalhando seus mistérios, Na dança que sabes dar. Lua cheia! Lua cheia clareou, clareou, Lua cheia vai clarear, clarear, As estradas tão longas, Para a cigana dançar. Lua cheia! (bis) Com seu lenço colorido, Seu rosto lindo e belo, Transforma este teu mundo, Num mundo de paraíso. Lua cheia! Lua cheia clareou, clareou, Lua cheia vai clarear, clarear, Os caminhos tão longos, Para os ciganos passar. Lua cheia! (bis) Com seu colar de ouro, Sua pulseira dourada, Sua saia rodada, Ela sai a bailar. Dança, dança cigana, Quero ver você dançar, Espalhando seus mistérios, Na dança que sabes dar. Lua cheia! Lua cheia clareou, clareou, Lua cheia vai clarear, clarear, As estradas tão longas, Para a cigana dançar. Lua cheia...(bis) ==============================

CABANA FLORESTAL Numa cabana florestal, Apareceu uma linda cigana,... (bis) Vestida toda de ouro, Esperando seu amor chegar, E de repente, Um cigano surgia, Com seu violino na mão, Tocando sem parar, E deu início para a festa começar, E a cigana sorria, Com o que ele dizia, Para o seu coração, És a luz da minha vida, A estrela que ilumina, O meu viver, Cigana !... Baila comigo faz a roda, Com seu pandeiro e as castanholas, E eu canto pra você. (bis) ===================================

CIGANA SONHADORA Ela saiu em busca, Mas em busca de um grande amor, Contemplando a natureza, Para sua sorte encontrar, As folhas farfalhavam, As águas a rolar, As flores exalam seus perfumes, E os pássaros a cantar... Olhem só quanta emoção, Quando encontrou, O seu grande amor, É um cigano guerreiro, Com sua espada na mão, Ele disse eu sou Fladimir, Pois sou um cigano sonhador, Por isso linda cigana, Não vivo sem o seu amor. ==================================

CIGANA CARMENCITA Numa noite linda, Eu vi uma cigana, Com sua pulseira dourada, E no seu peito um cordão, Com seu pandeiro de fitas, Ela leu minha mão (Carmencita). Deu-me tanta alegria, Eu jamais ei de esquecer deste dia, Existem duas estradas para você, Uma é de espinhos, A outra é a escolher. Oh cigana, Oh cigana, Sei que você não me engana, Oh cigana. ====================================

CIGANA SULAMITA Moça sua casa é a estrada, Sem lugar certo para ficar, Vive daqui pra li, Vive de lá pra cá, Com seu pandeiro de fita, E um baralho pra jogar. Tem uma luz nos seus olhos, Para ajudar, Quem lhe procurar. Esta cigana é tão bonita, Estou falando da cigana Sulamita. ===============================

CARMENCITA Carmencita, Carmencita, Eta cigana bonita. Muito grande é seu poder, Com a sua saia a rodar, Pelo caminhos da vida, Ela segue a cantar, Quando a lua é lua cheia, Estando a fogueira a queimar, Espalha graça e beleza, Cheiro de rosas no ar. Carmencita, Carmencita, Eta cigana bonita. Tocando seu pandeiro, Faz uma roda formosa, Pergunta sua sinda, Onde estão as castanholas, Oh ! =======================================

PROTEÇÃO DE CIGANO Brilha uma estrela, No céu, Me encantou um violino, Cigano, cigano, cigano, A estrela do Oriente, Guiou o seu destino. Santa Shara é amor ( é amor ), Minha estrada não sorria, Assim iluminou, Um amigo, um irmão, Ele tem bom coração, Estrela guia do Oriente, Ilumina este cigano valente. ===============================

LINDA CIGANA Vem linda cigana, Traz sete rosas vermelhas, A noite está enluarada, É na estrada a sua morada, Seu pandeiro tocou, E lá no céu, Uma estrela te guiou, Chegou formosa, Que irradia, Pra todos nós, A sua alegria. O teu carinho, Que nos seduz, Traz da estrada, Fagulhas de luz. =============================

CIGANA FORMOSA Cigana, Tão bonita e tão formosa, Do meu jardim tu és a rosa, É brisa leve, Soprando por onde for, Tem sua magia, Seu perfume me seduz, Teu baralho me irradia. Cigana, Sua tribo cantando, Santa Shara abençoando, Este encontro de paz. Cigana, É minha luz, minha alegria, Não me canso de louvar, Esta tribo noite e dia, Cigana. =========================

CIGANA DA PRAIA Já era alta madrugada, Passando numa estrada, Eu vi uma cigana, Perguntei o nome dela, Ela então me respondeu Sou a Cigana da Praia. Encantado eu fiquei, Por muito tempo lhe procurar, Sei que abaixo de Deus, Só você é quem pode me ajudar, Retirou toda mandinga, Toda feitiçaria, Que havia em cima de mim, Se não fosse você linda cigana, Talvez fosse o meu fim. Eu agradeço, Oh cigana querida, Que estendeu para mim, A mão amiga. ==============================

PODER DOS CRISTAIS Ouvi um violino, Da beira do mar, Fiquei tão fascinado, Procurei até encontrar, Quando vi ao longe, Um cigano de branco, Tocando sem parar, E uma cigana, Muito faceira, Cigana Carmelita, A cigana feiticeira. Trazendo seus cristais na mão, De todas as cores, E me dizia, Qual deles me pertencia, Dizia também, O poder que eles tem. (bis) O amarelo, a prosperidade, O lilás, a proteção, O azul, transmite a paz, E o verde, a saúde, O rosa, me traz amor, Linda cigana, Sua proteção, Muito obrigado, Pela sua informação, Linda cigana, Sua proteção, Muito obrigado, Pela sua informação.




Prece de Encerramento dos trabalhos.
prece


Prece de encerramento dos trabalho. Pai Misericordioso e justo, criador do Universo. Oxalá poderoso e caritativo, anjos de luz, guias e protetores graças vos rendemos, pela vossa proteção aos nossos trabalhos. Todos aqui pedem humildemente a Jesus que lhes perdoe suas faltas, erros e pecados. Todos aqui temos o mais firme e sincero propósito de se esforçarem ao Maximo para melhorarem e assim satisfazer a vontade do pai, cujo mandamento básico è a pratica da caridade, Caridade e dada nas palavras e nos pensamentos. Virgem Mãe Gloriosa, padroeira sublime.nòs todos aqui agradecemos a vossa proteção e suplicamos a vossa constante assistência a esse terreiro e o vosso auxilio aos nossos trabalhos. Ogum com sua espada sempre flamejante vinde em nosso socorro defendendo-me dos inimigos de umbanda. São Sebastião sede também um protetor deste terreiro, cobrindo os nossos irmãos, como o chefe do terreiro, os médiuns, cambonos, bem assim como todos aqueles que aqui vem em busca de auxilio para os seus sofrimentos, Físicos, materiais e espirituais. Irmãos rendei graças ao pai por todos os benefícios que nos tem concedido que sempre nos considera todas as vezes que lhe dirigirmos as nossas preces por intermédio dos anjos da guarda, dos Orixás, dos Guias, protetores, Chefes de falanges e seus comandados. Aos Irmãos de luz humildemente agradecemos, a caridade com que brindaram os nossos trabalhos que acabaram de terminar. Continuai todos vos ò obreiros da Divindade a proteger-nos em todos os momentos. Em nome do Grande Pai de Jesus, nosso Querido e amado mestre e de todos os seus mensageiros, humildes trabalhadores de umbanda.

Em nome de São Miguel Arcanjo, Rei e Chefe da Umbanda. Em nome de São Jorge Querreiro e nossa senhora da conceição e ainda em nome de Pai João de Angola, nosso mentor espiritual.

Damos por encerrado os trabalhos de Hoje.

Em nome do + Pai do + Filho e do + Espírito Santo.

Bendito e louvado seja o pai nosso, Pai Misericordioso, Para sempre seja louvado.

Igorrossi de Agradecimento.

Sarava Zämbi! Sarava Oxalá! Ao Encerrarmos os trabalhos desta Noite (ou Tarde), agradecemos a todos os orixás a luz radiosa dos raios aspergidos sobre nossas Mentes. Agradecemos a Yemanjà, a Oxum e a Yansà, as graças recebidas através das ondas sagradas dos mares, das sacrossantas águas dos rios e pelo do sopro divino dos ventos. Agradecemos a Xangô os luminosos raios de Luz que nos enviou para abrandar a fúria e a violência de nossas manifestações de cólera e de rancor contra os nossos semelhantes. Agradecemos a Ogum pelo envio de suas falanges protetoras contra os nossos inimigos ocultos e ostensivos, que procuraram nos impedir de praticar a caridade. Agradecemos a Oxossi, a seiva vivificadora das matas com o que nos enlamearam...Para purificar os nossos sentimentos e destruir a erva daninha que vicejam o nosso coração. Agradecemos a Omulu a presença das santas almas Benditas que vieram fortalecer nossos èledas, solidificar os elos da nossa corrente espiritual e proporcionar bons Êxitos aos nossos Trabalhos espirituais. Agradecemos a Ibeji a primorosa irradiação de suas falanges para inundar de sorrisos e de doçura para todos os espíritos carentes de Paz, Harmonia, e Felicidade. Agradeço especialmente os nossos valorosos Amigos e Fieis colaboradores Dizer o nome dos guias..... Em nome de Zâmbi e de Oxalá ! E de todos os Orixás de Umbanda... Damos por encerrado os trabalhos deste terreiro.

Ponto de Encerramento dos trabalhos. Fecha, Fecha missão! Missão de grande valia quem abre com um Pai-nosso, Fecha com uma Ave-Maria

Eu fecho a nossa gira Com Deus e Nossa Senhora Eu fecho a nossa gira Sambolê pemba de angola Eu fecho a nossa gira Com Deus e Nossa Senhora Eu fecho a nossa gira Sambolê pemba de angola

Estrela da Guia Que guiou nossos pais Guiai nossos filhos Pros caminhos que eles vais.




Orixás. construc-52

Estamos em fase de acabamento dos pontos cantados dos orixás.

Em breve estaremos disponibilizando nesse espaço os pontos cantados dos 16 Orixás mais cultuados no brasil.

Até lá assista o video Xirê dos Orixás.


Xiredosanto
















Quem Somos
Orações diversas
Orações em vídeos
Lavagem do Bonfim
Ervas dos Orixás.
Dicas de Banho de descarrego
Oferendas a Xangô
Pontos riscados
Guias e seus trabalhos
A força da pomba-gira.
Oferendas de Caboclo.
Buscando o meu Orixá.
Artigos de Umbanda.
Farofas de Seu Zé.
Benzimento.
Dicionário da Umbanda.
Jogo de Búzios.
Baralho Cigano.
Mensagens de Fé e Otimismo.
Religiões, linhas Sagradas
Assistência
Amaci.
Banhos Ciganos
Padê de exu
Oferendas
Oração de Caboclos
Quedas e Fracassos de um médium.
Preto-velho.
Pontos Mp3 Guias
Mensagem de Preto-velho
Livro de Visitas
Homenagem a Ogum
Histórias de Oxumarê.
Histórias de Ewá.
Histórias de Oxossi
Histórias de Exú
Lendas de Yansã
Lendas de Exu.
Orixá Tempo.
Lendas de Xangô.
Lendas de Ibeji
Ogum Xoroquê
Pai joaquim de angola

Baianos no terreiro.
Vestes na Umbanda
Ossaim
Maria Mulambo
Simpatias Ciganas
Amuletos & talismãs.
Dividindo com você.
Preces e orações de Preto-velhos.
Incensos.
Umbanda não faz milagre. Faz caridade
Salmos
Pontos Cantados
Pedir não é cobrar.
ATUAÇÃO dos preto-velhos.
Oferendas de Oxum.
Oferendas de yemanjá.
ORIXÁS
lendas de Nanã Buruke
Textos de Auto ajuda
Textos de Umbanda
Bezerra de Menezes
Zé Pilintra
Logun Edé
Pontos Cantados II
Pomba Giras
Exu
PRETO VELHO
Caboclos.


r11





Ao mestre com carinho

Oração a Pai João de Angola

Ogum

Oxum

Yansã

oracões

Xangô

Yemanjá

Oxossi

Oxalá

Oxumarê

Preto-velhos

Caboclos

Boaideiros na Umbanda

Baianos na Umbanda

Marinheiros

Pomba Gira

Maria Padilha

Oração de exu

Banhos de descarregos

Pontos Riscados de Exu

História de Rei Congo

Maria Redonda

Pontos Cantados diversos

Pontos Cantados Orixás

Galeria de Videos

Mensagem do Sr. Zé Pilintra

Pai José da Guiné

Exu Capa Preta

Exu 7 encruzilhadas

Exu Morcego

Mensagem de Pai joão de Angola

Histórias de Vovó Luiza

Atribuição dos Preto-velhos

Ogum Rompe Mato

Ogum Yara

A história de vovó Benedito

Oferenda de Oxum

Oferenda a Xangô

Oferenda de Ogum

Oferenda de oxossi

A Mediunidade, os orixás e os caboclos

Orações Diversas

Os filhos de Omulu

Mensagens de Natal

Porque os exus riem

Cigano Pablo

Cigana Esmeralda

Mensagem de Ogum

Altar virtual

Altar Virtual dos Orixás

Altar dos Preto-velhos

Altar de Nossa Senhora

Altar de ogum

Altar de Oxum

Altar de Exu

Videos de preto-velhos

Descubra o seu Orixá

Livro de Visitas

Livro de Visitas 2

10 erros cometidos por médiuns

A tristeza dos Orixás

Altar na umbanda

Amor palavra de ordem na gira

As falanges de trabalhos na umbanda

Assistência

Atitudes interiores

Bandeira branca de Oxalá

Cantos e palmas num terreiro

Como acontece a gira

Como ler ouvir observar e saber se aquilo é certo

Conduta Moral

Conduta no terreiro de umbanda

Conflitos

Conflitos Familiares

Cores e a umbanda

Cumprimentos e posturas

De olho Fechados

Deus não te Fez para sofrer

Deus salve a Umbanda

O dia de Finados na Umbanda

ELEMENTOS DO TERREIRO DA UMBANDA

Entendendo a inveja

ESPIRITUALIDADE E CONSCIÊNCIA

Expressões usadas na Umbanda

Exu não é fofoqueiro

Exu não é o diabo

Falta de doutrina e comprometimento

Faz caridade fio

Faz o bem sem ver a quem

Fumos e Bebidas

Fundamentação doutrinátoria

Guias e Colares

Hierarquia na Casa de Umbanda.

Humildade

Jogaram uma carga pesada pra cima de mim

Linha de Esquerda: "Exu e ´Pomba-Gira"

Mediunidade na Umbanda

Mediunidade, um passo de cada vez

Mensagem de Caboclo 7 Flexas

MIRONGA DE PRETO VELHO

NÃO ABANDONES O TEU POSTO DE SERVIÇO

Normas dos terreiros

Nossos Umbigos

O maior inimigo da Umbanda

O pequeno universo do umbandista

O Perdão Não tem Contra-indicação

O templo que vos acolhe

OBRIGAÇÕES NA UMBANDA

Obrigado, vovô

Oração do umbandista

Orixá de Cabeça

Os Caboclos na Lição de Pai João

Os médiuns são Parceiros

Os Orixás se Manifestam em Nós e Através de Nós!

Os perigos e conseqüências da mediunidade mal orientada


Página inicial textos de Umbanda

Clique aqui.














"Que ogum te abênçoe hoje e sempre....



topo
 
                              
          

 



Os textos apresentados na sua maioria foram retirados , da internet. Esse é um espaço onde colocamos diversos pensamentos e o nosso principal objetivo é a divulgação da nossa Umbanda. Quando algum texto for de autoria do Centro Pai João de angola, o responsável será indicado; da mesma forma que fazemos com outros autores que não têm vínculos com a nossa casa... Comunicado Importante: Este é um Site totalmente gratuito, sem fim comercial ou lucrativo. Algumas imagens e informações provêm de outros sites na internet. Caso você seja o detentor do Copyright de qualquer uma delas, e deseje que ela seja retirada, por favor, é só nos mandar uma mensagem citando o nome e a localização para sua remoção imediata. Não temos o objetivo de nos apropriar de informações alheias tomando-as como nossa, pelo contrário, sempre que possível, colocaremos o nome do autor abaixo do título para deixar bem claro que a intenção é de divulgar a Umbanda através de textos bem elaborados e esclarecedores. Saiba que o Centro Pai João de Angola está isento de qualquer responsabilidade.







  Site Map