Oração de fechamento de corpo

ORAÇÃO DO JUSTO JUIZ

Justo Juiz de Nazaré, Filho da Virgem Maria, que em Belém foste nascido entre as idolatrias,

eu vos peço, Senhor, pelo vosso sexto dia;

Que meu corpo nao seja preso nem nas mãos da justiça envolto.

Pax Tecum

Pax Tecum,

Pax Tecum.

Cristo assim disse aos seus discípulos. Se os meus inimigos vieram para me prender, terão olhos, não me verão; terão ouvido, não me ouvirão; terão boca, não me falarão; com as armas de S. Jorge, serei armado; com a espada de Abraão, serei coberto; com o leite da Virgem Maria, serei burrificado; com o sangue de meu Senhor Jesus Cristo, serei batizado, na arca de Noé, serei arrecadado, com as chaves de S. Pedro serei fechado onde não me possam ver, nem ferir, nem matar, nem sangue do meu corpo tirar. Também vos peço, Senhor, por aqueles três Cálices bentos, por aqueles três Padres revestidos, por aquelas três Hóstias consagradas, que consagrastes, ao terceiro dia desde as portas de Belém até Jerusalém, que com prazer e alegria eu seja também guardado de noite, como de dia, assim como andou Jesus Cristo no ventre da Virgem Maria, Deus diante, paz na guia, Deus te de a companhia que deu à sempre Virgem Maria de a casa santa de Belém a Jerusalém, Deus é teu Pai, a Virgem Santa Maria tua Mãe, com as armas de S. Jorge seras armado, com a espada de S. Tiago serás guardado para sempre. Amém.

ORAÇÃO PARA FECHAMENTO DE CORPO

 

Pai José de Aruanda

“Nego Cambinda trabalha em Nagô!
Serve a Umbanda de Nosso Senhor…”

Pai José de Aruanda é o nome de um guia espiritual da Falange dos Pretos-velhos de Aruanda. Ele foi um negro escravo alforriado, que viveu no século XIX, nas terras do Maranhão. Sua mãe foi trazida em navio negreiro no final de 1700 (em 1798, mais precisamente), pelas mãos de comerciantes de escravos holandeses. Durante a viagem ficou grávida e “José” nasceu no Brasil já sobre o jugo da escravidão. Por ser de pele clara e ter olhos diferentes dos demais (por causa do pai holandês, o qual nunca soube de sua existência), José era tido como mestiço e circulava entre brancos e negros, aprendendo o costume dos dois povos.
No final de sua vida foi alforriado pela Lei Áurea, mas já estava cego e doente, vivendo alguns poucos anos ainda sua liberdade tardia. Durante sua vida de escravo trabalhou em lavouras de café, algodão e cana-de-açúcar. Aprendeu a arte da capoeira e do benzimento com seus ascendentes africanos, o que usou durante sua vida na fazenda para apaziguar seus irmãos e curar as feridas das chibatadas.
Em uma vida anterior, começo do século XVIII (1723), Pai José viveu na Europa como médico inglês renomado e respeitado sob o nome de Dr Albert Saint Peace. Mas, como diz ele, não fez jus ao diploma de médico, pois não praticou a caridade, nem ajudou os demais como deveria. Então pediu para nascer no Brasil e ser um médico dos pobres, como benzedor. E assim foi que, dessa forma, Pai José (Dr. Albert) renovou seu espírito e evoluiu, podendo seguir sua jornada como guia espiritual na falange dos pretos-velhos.
Segundo Pai Zé, para ele não adianta apresentar-se como “médico europeu” numa corrente mediúnica, se foi como “nego-velho” que ele evoluiu seu espírito!
Pai José teve reencarnação compulsória* entre sua existência como médico e sua vida como escravo.

(*Quando morre em uma vida e renasce em outra automaticamente, sem ficar muito tempo no plano espiritual.)

 

CABOCLO PENA DOURADA

Todo Caboclo Pena traz uma qualidade voltada para ensinar, doutrinar. A pena é de Oxóssi, Orixá do Conhecimento.
Caboclo Pena Dourada – o dourado é uma cor de Oxum; logo, vem para ensinar o Amor (é de Oxóssi e Oxum).

OS CABOCLOS DE OXUM
Geralmente são suaves e costumam rodar, a incorporação acontece principalmente através do chacra cardíaco.
Trabalham mais para ajuda de doenças psíquicas, como: depressão, desânimo entre
outras.
Dão bastante passe tanto de dispersão quanto de energização.
Aconselham muito, tendem a dar consultas que façam pensar;
Seus passes quase sempre são de alívio emocional.


Av. Dona Sofhia Rasgulaeff 177.
Jardim Alvorada/ Maringá /Paraná
Telefone: (44) 3034-5827 (44) 99956-8463
Consultas Somente com Hora Marcada.
Atendimento: de Segunda a sexta-feira
Das 09:00 as 19:00 horas.
Não damos consultas:
via whatsapp ou via E-mail.



Esta entrada foi publicada em Orações. Adicione o link permanente aos seus favoritos.