Pomba Gira Rosa Vermelha

Pomba Gira Rosa Vermelha

Em um dia, em pleno entardecer. Rubia, receosa apressou o passo ao perceber que estava sendo seguida pelo bêbado da cidade. Entrou em ruas, mudou o percurso para despista lo, mas não adiantava ele ainda a segui e cada vez mais rápido. Por incrível que pareça a cidade estava deserta, e ninguém poderia ajuda lá.
Não conhecia a fama de que aquele homem fizesse mal as mulheres, porem que bebia bastante a ponto de não dar conta de fazer mal nem a ele mesmo. Mas isso não lhe tirava o medo e o aperto no coração, mesma a muitos metros de distancia ela podia ouvir sua respiração seca vinda por traz de seus cabelos. Tentava pensar no que levaria aquele home a lhe fazer mal, pois nunca fez nada a ele.
Talvez sua rara beleza, aos dezessete anos chama atenção daquele homem. Nunca tinha saído sozinha antes, sempre andava na companhia de seus irmãos mais velhos. Hoje ao sair às escondidas para tomar um ar, parecia ter sido castigo isso acontecer. Ser seguida pelo bêbado Felinto.

Quanto se deu conta já estava correndo, e ele junto. E em dado momento, uma forte mão lhe arranca do chão e com a outra tampa sua boca.
A enorme mão daquele homem corria pelo seu corpo e ela já entendeu todo o motivo da perseguição. Luta e debate se para se livrar mas é em vão, pois é frágil e delicada.
De repente funda profunda dor finca em suas entranhas, sua virgindade estava sendo roubada a força. Com os olhos embasados de tanta lagrima ela consegue ver a sombra dele se levantar e sorrir de seu estado frágil. Quando se vira vê próximo de sua mão uma enorme pedra pontiaguda.

Então aproveita enquanto ele esta de costas fechando o zíper e lhe da uma forte bancada na cabeça. Sua face escorre sangue, e ele ainda vivo lhe aperta o pescoço. Ambos caem ao chão. Antes de dar seu ultimo suspiro ela tem o prazer de ver Felinto falecer primeiro.
Passou longos e dolorosos anos vagando por vales escuros e de trevas

Trazia cargas pesadas de outras encarnações.

Ter assassinado em seu destino tornava seu peso ainda maior.
Hoje trabalha na falange de Rosa Vermelha.
Todas as Rosas atuam na falange de Dona Rosa Caveira, com exceção de Rosa Vermelha que trabalha em encruzilhadas, cemitérios e Cabarés.
Jas as moças de Rosa Caveira são guardiãs, trabalham na captura de espíritos revoltos. Já Rosa Vermelha é Pomba Gira de charme, encanto, sensualidade e carisma. É especialista em assuntos de amor.
Rosa vermelha e Rosa Caveira seriam uma só, porém com polos e faces distintas. Uma seria o polo negativo enquanto a outra por sua vez positivo. É o equilíbrio das Rosas. Tendo trabalhos parecidos com dona Sete Saias.

Não pertence à falange de Rosa Caveira. Charmosa, sensual e alegres estão sempre dispostas a trabalhar especialmente se o assunto for o amor e o coração.
A Autora Claudia Baibich defende a teoria de que Rosa Vermelha seria um meio termo entre Sete Saias e Rosa Caveira.

Algumas qualidades de Rosa Vermelha:

Calunga e encruzilhada.
Raramente Cabaré.

Características
Bebida:
Finas e caras

Fuma:
Cigarros e cigarrilhas.

Guia:
Vermelha e
Preta

Lugar:
Encruzilhada em T

Metal:
Ouro e prata

Mineral:
Pedra da lua

Planta:
Rosas vermelhas

Vela:
vermelha

Ponto Riscado:
Esta entidade não quis revelar seu ponto de força!

      Pomba-Gira-Maria-Padilha-Tapete-de-rosas

Pontos Cantados:

Pontos Cantados de Pombagira Guardiã Rosa Vermelha:

Vem Rosa Vermelha
Cheia de amor
Quando ela acorda contente com a vida
Como canto do seu sabiá
Lá fora a beleza encanta
A natureza mais linda que há
No meu jardim tem uma rosa
pois foi ela quem plantou
É a rosa mais formosa
De todas as rosas que o mundo ganhou
Vem Rosa Vermelha
cheia de amor

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Que rosa tão bonita
que rosa tão encarnada
Pomba Gira da Calunga
e tambémda Encruzilhada
Eu quero ver Pomba Gira
Eu quero ver
Eu quero ver
A senhora lá na Encruza

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Rosa Vermelha
que perfuma a Umbanda
Rosa Vermelha
que perfuma a Umbanda
No Terreiro te chamamos
e a toda a sua banda
No Terreiro te chamamos
e a toda a sua banda

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Rosa Vermelha
perfume que a natureza criou
Rosa Vermelha
perfume que a natureza criou
Traga para nossa vida
um pouquinho de amor
Traga para a nossa vida
um pouquinho de amor

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Que perfume é este, que esta em todo ar?
Que força é essa que irradia o luar?
Quem é esta moça, que vem chegando devagar?
Com seu gingado, sempre a gargalhar.
Seu destino é estar sempre a rondar
Seja noite ou seja dia
está sempre a gargalhar.
Moça formosa é Rosa Vermelha
vencedora de demanda, rainha da encruzilhada
ecoou na madrugada, sua linda gargalhada.
Esta moça é bonita
ela é muito encantada
Sua força é espantosa
faz vibrar meu coração.
Seu sorriso é feiticeiro e induz à sedução.
Saravá morena linda
que veio da Encruzilhada
Sempre pronta a ajudar
Mas com ela não dá brincar!

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Rosa Vermelha, Rosa Vermelha sagrada
Rosa Vermelha, Rosa vermelha Sagrada
És Guardiã poderosa da Calunga e da Encruzilhada
És Guardiã, poderosa da Calunga e da Encruzilhada.
Pontos por: CLAUDIA BAIBICH
♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Por Beto de ogum

Bibliografia:

CLAUDIA BAIBICH

Av. Dona Sofhia Rasgulaeff 177.
Jardim Alvorada/ Maringá /Paraná
Telefone: (44) 3034-5827 (44) 99956-8463
Consultas Somente com Hora Marcada.
Atendimento: de Segunda a sexta-feira
Das 09:00 as 19:00 horas.
Não damos consultas:
via whatsapp ou via E-mail.



Esta entrada foi publicada em Linha de Pomba giras e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.