SALVE PAI TOMÉ

SALVE PAI TOMÉ
(Texto enviado por Wânia)

Meu querido Pai Tomé…
Pesquisando sua história, me apaixonei por esse lindo velhinho, então, resolvi compartilhar com meus irmãos.
PAI TOMÉ: UM PRETO ? VELHO FIRME E DECIDIDO.
Para quem vê Pai Tomé incorporar pela primeira vez, o descreve como um Preto ?

Velho desconfiado, ranzinza e quase briguento, parecido com ?São Tomé da Bíblia?, discípulo de Jesus, que precisou tocar as feridas do mestre, para se certificar de que era Ele mesmo. Deste modo, descobri, lendo sobre sua vida, o porquê desse Preto ? Velho ser tão parecido com o Santo de mesmo nome.
Esse negro viveu no século XIX, na cidade de Cabo Frio, estado do Rio de Janeiro, diferente de outros negros de sua época.
Ao nascer, seus pais ainda eram escravos, mas a Lei do Ventre Livre, já havia sido assinada, então, desde cedo, por ter sido afastado de seus pais, precisou mendigar para sobreviver.
Começou a pescar, tornando-se mercador de peixes. Aprendeu a lutar capoeira para defender-se de ataques dos brancos e dos negros mais afortunados e usava como arma seu facão.
Desde criança, Tomé era ?amaldiçoado?, pois ouvia vozes, via almas de pessoas falecidas e enxergava os dois mundos em constante contraste; por isso, vivia isolado, com seus ?fantasmas? interiores.
Com o passar do tempo, alguns espíritos começaram a cercá-lo, acompanhando-o por onde quer que fosse, azucrinando-o o quanto conseguissem…. Assim, resolveu dar fim à própria vida. Encostou seu facão próximo ao pescoço, quando um soldado de vestimentas reais surgiu a sua frente bradando: ?PATACORI!!!? ?Como ousa afrontar teu Pai Ogum, que te libertou da senzala?! Afasta essa faca de ti e vá cumprir tua missão, salvando as almas que te procuram!? e, num outro brado alto, o cavaleiro se foi….
Tomé, então, percebeu que São Jorge viera salvá-lo de um ato insano. Regressou ao cais, pescou seu alimento, saciando sua fome e dormiu.
Ao amanhecer, encontrou uma choupana abandonada a beira mar; reformou-a e foi novamente pescar quantos peixes pôde. Vendeu todos no mercado e com o dinheiro arrecadado, comprou uma imagem de nosso Senhor do Bonfim, uma de Nossa Senhora dos Navegantes, velas e roupas; retornou para casa e colocou uma placa dizendo: ?ORAÇÕES E BENZEDURAS?.
No dia seguinte, ao amanhecer, já havia dez pessoas numa fila, esperando atendimento. Assim, Tomé iniciou seus trabalhos como benzedor, trabalhando sem cessar, por setenta anos. Mas não viveu sozinho, pois ao completar dez anos trabalhando entrou em seu casebre uma moça da Aldeia dos Pescadores, chamada Rosa Maria que coincidentemente possuía o mesmo dom de Tomé. Ele tratou dela que passou a auxiliá-lo em seus atendimentos e, com o passar dos anos, resolveram viver juntos. Cumpriram missão, auxiliando pessoas necessitadas.
Assim é Pai Tomé: sempre alerta e desconfiado, até que conheça bem o coração de seu filho… Por ter sofrido muito em terra, compreende as misérias humanas, e trabalha na busca da paz e da fraternidade, estimulando a caridade.
Espero que tenham gostado de conhecer um pouquinho da vida desse lindo velhinho chamado Pai Tomé.
Com carinho, Irmã Wânia

      pai_tome

Uma boa gira?!

O que é necessário para uma boa sessão?

Não é preciso muita coisa, apenas boa vontade, por parte de todos os presentes sejam eles, médiuns ou não.

Apesar disto muitas pessoas, ainda tem muitas dúvidas quanto ao trajeto normal que deveria seguir uma gira de umbanda. Para estes aqui vai umas dicas de como proceder, em meio de uma sessão. Antes da gira propriamente dita: _Banho de descarrego. Todo médiun , bem como todo aquele que frequenta uma gira de

umbanda, deveria tomar um antes de ir ao terreiro.

Considere que mesmo que você não tenha o costume , é de bom tom tê-lo.

Ao andar na rua, ao entrar em contato com outras pessoas nós adquirimos destas pessoas suas cargas, e quantas vezes nós entramos em lugares carregados de fluidos nocivos, quantas vezes entramos em banheiros públicos e nos enchemos de cargas e larvas astrais?

Considere isto tudo e pese os fatos, verás que um banho é mais que necessário.

Se vais girar, muito bem, se não vai melhor ainda, pois o trabalho dos guias será mais fácil, e para você terá mais proveito

. Note que qualquer banho serve, mas se você quizer podemos te dar umas dicas:

1-Não utilize sal grosso, ele ao contrário do que se pensa, não descarrega, apenas atrai bons fluidos, e bons fluidos em corpo sujo astralmente, não resultam em nada.

2-Ao invés de ferver as ervas , macere, isto é esfregue entre ambas as mãos, isto tornará seu banho de descarrego mais potente do que se fosse fervido.

3-Ao macerar as ervas não pense em outra coisa a não ser o seu beneficio , assim você estará fluidificando seu banho e tornando ele mais eficaz.Ao fazer seu banho fuja das conversas e das distrações que só vão atrapalhar. 4-Ao terminar de fazer o banho recolha os restos de folhas que ficaram, devolva-os a natureza agradecendo ao orixa Ossanhe o beneficio que ira obter, lembre-se que a natureza é uma dádiva que Deus pos ao nosso alcance. 5-Não faça o banho logo que terminar a maceração deixe que a água descance pelo menos uns dez minutos, enquanto isto relaxe, pois um bom banho deve ser relaxante e principalmente calmo.

6-Ao tomar seu banho não tenha pressa, faça-o com calma aproveitando cada minuto.

7-Ao fazer o banho mentalize a entidade ,a qual destina-se o mesmo, faça seus pedidos e sinta-se bem.

8-Não se seque , deixe que seu corpo seque por si.

9-Coloque , ao se vestir uma roupa clara.

Algumas dicas de banhos: Para abrir caminhos: Macere Arruda, guiné, alecrim, alevante, quebra os males, adicione depois meio copo de vinho e uma colher de açucar, faça seu banho e ofereça ao destranca rua pedindo ajuda.

Para achar um amor:

Faça um saquinho de lã, com um pano branco e dentro coloque Arruda, guiné e alecrim.

Enrole o sabonete no saquinho e reze enquanto toma banho: Arruda, guiné , alecrim, que seu cheiro traga um amor para mim.

Boa Sorte!!!

Vejo muitas pessoas culparem Olorum ou Exu dos seus erros de sua ignorância.

Vejo alguns Ex Umbandistas culpar Exu que a vida deles está uma bosta, primeiro não existe ex umbandista, se foi e saiu não tem convicção, não tem amor e mais tinha interesse em algo.

Somos donos dos nossos atos, o bem e o mal está em seu coração você faz a escolha é caráter, é índole.

Exu não te leva pro inferno e sim você mesmo com seus pensamentos, com suas atitudes, vejo pessoas procurarem certos médirico, ter a mulher tal ou o homem tal, o melhor emprego ou amansar o seu chefe, ai te pergunto: Isso é de Exu? Isso é da Religião de Umbanda? NÃO! É o ser humano que sempre que ir pelo lado mais fácil, conquistar as coisas pelo lado mais fácil e acha que pode usar o nome Exu pra saciar os seus desejos loucos e delirantes.uns para ficar

Exu não vai fazer isso, ele vai te esgotar, te neutralizar e absorver todo esses sentimentos ai a pessoa não tem o que quer fala mal, não consegue resolver a sua vida, fala mal, não quer trabalhar fala mal.
A esses como diz meu veio Amigo e Guardião
Aos de pensamentos pequenos sem vontade e acha que pode usar Exu do jeito que falam hahaha é com esse que eu gosto de descer o chicote hahahaha.
Exu é vida, é alegria, é benevolência, é a vontade.
Exu te da a vontade e o animo quem trabalha é você rsrsrs.
Muito Axé dos Exus em suas vidas.
Por Paulo Cesar do Exu Pimenta.
24/03/2016

20 EXERCÍCIOS (PARA A REFORMA ÍNTIMA):
1 – Executar alegremente as próprias obrigações.
2 – Silenciar diante da ofensa.
3 – Esquecer o favor prestado.
4 – Exonerar os amigos de qualquer gentileza para conosco.
5 – Emudecer a nossa agressividade.
6 – Não condenar as opiniões que divergem da nossa
7 – Abolir qualquer pergunta maliciosa ou desnecessária.
8 – Repetir informações e ensinamentos sem qualquer azedume.
9 – Treinar a paciência constante.
10 – Ouvir fraternalmente as mágoas dos companheiros sem biografar nossas dores.
11 – Buscar sem afetação o meio de ser mais útil.
12 – Desculpar sem desculpar-se.
13 – Não dizer mal de ninguém.
14 – Buscar a melhor parte das pessoas que nos comungam a experiência.
15 – Alegrar-se com a alegria dos outros.
16 – Não aborrecer quem trabalha.
17 – Ajudar espontaneamente.
18 – Respeitar o serviço alheio.
19 – Reduzir os problemas particulares.
20 – Servir de boa mente quando a enfermidade nos fira.
O aprendiz da experiência terrena que quiser e puder aplicar-se, pelo menos, a alguns dos vinte exercícios aqui propostos, certamente receberá do Divino Mestre, em plena escola da vida, as mais distintas notas no curso da Caridade.

-Chico Xavier, pelo espírito Scheilla, do livro Ideal Espírita

Uma lição de vida

Mensagem

No meio do barulho e da agitação, caminhe tranquilo, pensando na paz que você pode encontrar no silêncio.

Procure viver em harmonia com as pessoas que estão ao seu redor, sem abrir mão de sua dignidade.

Fale a sua verdade, clara e mansamente.

Escute a verdade dos outros, pois eles também têm a sua própria história.

Evite as pessoas agitadas e agressivas: elas afligem o nosso espírito.

Não se compare aos demais, olhando as pessoas como superiores ou inferiores a você: isso o tornaria superficial e amargo.

Viva intensamente os seus ideais e o que você já conseguiu realizar.

Mantenha o interesse no seu trabalho, por mais humilde que seja:
ele é um verdadeiro tesouro na contínua mudança dos tempos.

Seja prudente em tudo que fizer, porque o mundo está cheio de armadilhas.

Mas não fique cego para o bem que sempre existe.

Há muita gente lutando por nobres causas.

Em toda parte, a vida está cheia de heroísmo.

Seja você mesmo. Sobretudo não simule afeição e não transforme o amor numa brincadeira, pois no meio de tanta aridez, ele é perene como a relva.

Aceite com carinho o conselho dos mais velhos e seja compreensivo com os impulsos inovadores da juventude.

Cultive a força do espírito e você estará preparado para enfrentar as surpresas da sorte adversa.

Não se desespere com perigos imaginários: muitos temores têm sua origem no cansaço e na solidão.

Ao lado de uma sadia disciplina, conserve, para consigo mesmo, uma imensa bondade.

Você é filho do Universo, irmão das estrelas e árvores, você merece estar aqui.
E mesmo se você não puder perceber, a terra e o Universo vão cumprindo o seu destino.

Procure, pois, estar em paz com DEUS, seja qual for o nome que você lhe der.

No meio de seus trabalhos e aspirações, na fatigante jornada pela vida, conserve, no mais profundo do ser, a harmonia e a paz.

Acima de toda mesquinhez, falsidade e desengano, o mundo ainda é bonito.

Caminhe com cuidado, faça tudo para ser feliz e partilhe com os outros a sua felicidade.

Av. Dona Sofhia Rasgulaeff 177.
Jardim Alvorada/ Maringá /Paraná
Telefone: (44) 3034-5827 (44) 99956-8463
Consultas Somente com Hora Marcada.
Atendimento: de Segunda a sexta-feira
Das 09:00 as 19:00 horas.
Não damos consultas:
via whatsapp ou via E-mail.



Esta entrada foi publicada em Linha dos Preto-velhos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.