Tia Maria de Minas

Tia Maria de Minas.


Ponto cantado de tia Maria.
Filho se você precisar, é só pensar na vovó que a vovó está lá,
Sentado num branquinho branco zi fio com sua rozária na mão.
Pensa numa estrada longa zi fio lá no seu jacutá.
Pensa na vovó Maria que ela vem lhe ajudar.

Em meus áureos tempos de desenvolvimento mediúnico Tive o prazer e alegria de poder camboniar

( servir) Tia Maria.
Todas as vezes que tinha sessões publicas de passes e benzimentos, eu ia pro terreiro e ficava o tempo todo ao lado da Tia Maria anotava, o que ela receitava, esclarecia algo que ela em seu linguajar dizia aos consulentes.
E com isso aprendi muito, vi centenas de vezes a Tia Maria, aplicar seus passes, ensinar suas mirongas, banhos de descarrego, defumações, ouvi conselhos que era destinado aos outros mas que tomei como base pra minha vida.


Entre os inúmeros benzimentos que presenciei um me chamou atenção:
Um casal com um recém nascido nos braços veio se consultar com a tia Maria.
A mãe não sabia mais o que fazer, pois a criança tinha cólica e chorava muito.
Tia Maria tomou em seus braços o bebê, com o dedo retirou um pouco de cinzas de seu cachimbo e fez o sinal da cruz na barriguinha do bebê.
Passou o seu rosário sobre a criança e começou a rezar:
“ Mãe Maria Santíssima , Mãe de todas as Mães ,
Mãe de todos os sofrimentos, Mãe dos aflitos,Mãe dos Cristãos,
Mãe dos homens, Mãe dos hospitais, Mãe das criancinhas.
Mãe de quem chora Mãe estrela Dalva, Mãe estrela guia, Mãe estrela de Maria
Mãe socorrei nossos filhos, socorrei nossos campos de trabalhos, nossas andanças e nossas caminhadas.
Mãe coroa dos anjos, socorrei as nossas crianças, protegei e iluminai com sua bênção divina (fulano falou o nome do bebe),tirai todo ventre virado , lombriga assustada, lombriga desconfiada, todos os males olhados, todo quebrante,ventre virado, todas as cólicas e dores.
Peço minha Mãe Maria santíssima, que tenha piedade de nós e me mande os médicos do laboratório espiritual de meu pai, pra que na dormida de (fulano), eles possam passar fazendo as curas.
Com os poderes de Deus, da virgem Maria e do Divino espírito santo, e são José assim como vem com seu filhinho nos braços, atenda o que essa filha esta pedindo com seus filhos nos braços, peço abençoe todos nós.
Mãe bondosa, Mãe caridosa, Mãe amorosa.
Assim seja.”
Ao encerrar sua reza Tia Maria vira o bebê de bruços em seus braços, e o embalou, em poucos instantes a criança adormeceu.
Ela entrega o Bebê de volta a mãe, ensina um chá e recomenda que volte mais duas vezes seguida pra Benzer.
Passado alguns dias o casal retornou, e contaram que depois daquele dia a criança não teve mais cólica, que estava dormindo melhor, e que vieram para agradecer.

Tia Maria de Minas é uma Preta-velha disciplinadora, impõem respeito e ordem em seus trabalhos.
Exigente com seus filhos de fé, principalmente no que diz respeito a deveres e obrigações.
Tia Maria costuma dizer: “Que nosso corpo é o Templo do Divino, morada dos orixás”.
Tia Maria recomenda que jamais devamos discutir com quem quer que seja sobre religião.
Pede sempre pra que respeitemos todas as religiões por que toda vem de Deus.
Pede pra não criticar o que não entendemos.
Sempre nos diz: ”que aqueles que arrumam tempo pra criticar a “religião” alheia nunca tem tempo pra praticar a sua”.
Que a umbanda não se resume em palavras, mas sim em ações.
Que devemos fazer o bem sem olhar a quem.
Tia Maria costuma dizer que:
“Ninguém muda ninguém, que o Máximo que podemos fazer é mudar a nós mesmos”
“Que cada pessoa é o que consegue ser”.

Assim é a nossa Boa e Gloriosa Tia Maria.

Prece da Tia Maria.
Nossa grande Protetora, Bondosa preta-velha Tia Maria que ilumina os caminhos de aruanda.
Vinde banhar-nos com vossa infinita bondade e iluminar-nos com vosso imensurável Amor.
Em honra do sacratíssimo sangue de nosso Pai Oxalá.
Rogamos que imploreis junto ao pai Supremo pela Paz do mundo.
Pela compreensão entre os homens, pela tranqüilidade de nossos lares, pela saúde,
pela alegria de nossos filhos.
Vos Tia Maria que tão altas graças tem conseguido do tribunal divino,
Valei-nos nos momentos de aflição .
Dai-nos o sentimento de tolerância para que possamos perdoar os erros de nossos irmãos ,
esclarecei-nos para que não pratiquemos esses mesmos erros.
Guiai-nos nos caminhos do bem, orientando-nos nos difíceis caminhos do mundo.
Dai-nos Oh! Preta-velha querida um imenso amor pelas coisas verdadeiras.
Defendei-nos das influencias malignas que tentam perturbar nosso Espirito
e tudo fazem para nos atingirem materialmente.
Guiai os nossos passos e esclarecei os nossos pensamentos.
Deus vos salve Tia Maria de Minas.
Que Oxalá derrame sempre e cada Vez mais sobre a vossa Coroa a luminosidade dos Fluidos Divinos.
E que a paz seja eterna no coração de todos os vossos filhos que neste momento vos saudamos.
Salve nossa grande protetora Tia Maria de Minas.
Que assim Seja.

Esta página é uma homenagem a Tia Maria de Minas.

Nossa querida mãe coruja, protetora dos filhos de Umbanda.

E a toda Imensa falange dos Bendidos Pretos e Pretas-velhas .
Esses mensageiros de Jesus na Terra junto as Criaturas.
Que andam de terreiro em terreiro práticando a Caridade.
Que dão suas consultas, que com suas rezas e mandingas aliviam aqueles que tem fé.

Pai José da Guiné
A matéria é ilusória não porque ela não exista, mas sim por seu valor transitório. Ela não é eterna, passa como um sopro de vento. Como um castelo de areia, mais dia, menos dia, desmorona! Essa é a natureza básica de tudo aqui nessa Terra.

Desapegar-se é valer-se da máxima espiritualista que diz: “Viva no mundo, mas não seja dele”. Essa é a diferença de postura a qual nos referimos. O foco aqui não é sua conta bancária, mas sim, sua postura perante tudo isso. Entenda bem!

“Mas…?”

Não, não fale agora! Escute bem o que estamos dizendo. Qualquer caminho espiritual está alicerçado pela pedra do desapego. E a Umbanda não poderia ser diferente. Ela nunca condenará sua busca por tranqüilidade e estabilidade de vida. Mas ela deve ser uma chama devoradora do valor exacerbado dado a tudo isso. Deve ser como um vento amoroso a lhe mostrar que pessoas vêm e vão, nascem e morrem na carne, mas em espírito e consciência são eternos e nada pode matá-los. Que nada levamos desse mundo, a não ser os tesouros do coração.

Isso é uma das coisas mais básicas, mas também uma das mais importantes, que você, amigo leitor, poderá aprender durante as giras de Umbanda e o contato com as entidades. Caso contrário algo está errado. Você não está enxergando o tesouro espiritual que elas carregam, pois está cego em busca de outros tesouros. Desperta!
Quando isso acontecer, a Umbanda vai ser outra perante seus olhos. Não existirá mais dúvida, apenas amor. A caridade será natural. Você não mais cobrará resultados pelos mais diversos trabalhos, mas sim, simplesmente se beneficiará da presença dos guias e Orixás. A Umbanda não terá mais nada a te oferecer, mas ao invés disso, ela te completará. Nisso reside um grande milagre…

Junto do desapego, virá a felicidade verdadeira que nasce da tranqüilidade.

Por isso, cuidado! Caso você procure Umbanda para melhorar de vida através de um passe de mágica e com um simples estalar de dedos resolver todos seus problemas, você errou e errou feio. Esse não é o caminho umbandista. Isso nunca seria um caminho espiritual.

1 – Não coloque a culpa de seus problemas nos outros. A culpa é sempre sua! Mesmo com obsessores, assediadores, magias e kiumbas grudados no cangote, a culpa é sempre sua. Você não aprendeu nada sobre a Lei das afinidades? Então tenha isso em mente.

2 – A Lei do carma não é boa nem má. É natural. Portanto trate bem a vida, tenha olhos para aprender e entender seus sinais, que a vida de tratará bem. Apenas isso.

3 – Entenda que prosperidade tem muito mais a ver com desapego do que com dinheiro. Quanto você precisa para viver? Lembre-se que você pode virar escravo dessa necessidade.

4 – Desapego é também uma postura perante os relacionamentos. Perante as idas e vindas da vida. Perante a morte e o nascer. Aquele que é realmente desapegado vive no presente, sempre, sem nostalgias, sem grandes planos. Ele caminha com o tempo, não corre atrás dele. Sabe seguir o fluxo da vida.

5 – A Umbanda tem muito a te oferecer. Mas você precisa ter olhos para ver essa riqueza. Olhos do coração, para ver os tesouros do espírito. Lembre-se disso!

6 – Nada contra os trabalhos de prosperidade e abertura de caminhos. Eles são importantes em certos casos. Mas eles são remédios, medidas extraordinárias que visam melhorar algo grave. Mas como qualquer remédio, você pode viciar nisso e esquecer de prevenir. E essa prevenção só vem com uma mudança de postura, um despertar de consciência. Esse deve ser o foco.

7 – Por último: Tudo que aqui foi dito servirá, caso seja realmente compreendido, para uma coisa: Te dar mais liberdade. Sim, você se tornará livre. Livre para assumir as responsabilidades de tudo de bom e de mal que acontecer em sua vida. Isso pode parecer difícil e desconfortante. Mas é um passo incrível para a auto-realização. E esse passo chama-se responsabilidade. Responsabilidade Sua, para com Sua vida!

“Ah! Mas que bobagem. Eu achando que era um texto “espiritual”, onde aprenderia alguns truques para resolver minha vida. Isso deve ser alguma artimanha do meu obsessor, para me tirar do foco dos meus estudos. Mas eu pego ele ainda, e aí ele vai ver. Acho que vou procurar alguma coisa mais “forte”, pois essa tal de Umbanda…
É amigo leitor, vá se acostumando. As pessoas aprenderam que caridade é resolver os problemas dos outros. Mas, talvez, a grande caridade seja o esclarecimento. Esse texto foi pensado em cima disso. Sem fórmulas mágicas, sem consolo, sem “passar a mão na cabeça”. Mas a realidade, colocada de frente. Caso tenha servido, muito bem. Caso não, um dia servirá.

José da Guiné

“ Não tem jeito. Apenas a verdade liberta, como disse Jesus. Mas essa tal verdade dói muito. A verdade está diretamente relacionada com você, pois tudo depende exclusivamente de você. Jesus foi tido como um salvador, muita gente ainda espera por ele no juízo final, como um grande redentor de nossos erros. Mas sua mensagem foi clara: “Conhece a verdade e a verdade vos libertará!” Ou seja, a Sua busca por verdade o salvará, não Jesus. Salvação e perdição estão em suas mãos. Isso é ser livre. Ninguém pode te salvar a não ser você mesmo. Ninguém pode te prejudicar a não ser você mesmo. Isso é lindo, mas, ao mesmo tempo, tão assustador…

Pai Antônio de Aruanda

Av. Dona Sofhia Rasgulaeff 177.
Jardim Alvorada/ Maringá /Paraná
Telefone: (44) 3034-5827 (44) 99956-8463
Consultas Somente com Hora Marcada.
Atendimento: de Segunda a sexta-feira
Das 09:00 as 19:00 horas.
Não damos consultas:
via whatsapp ou via E-mail.